Paixão de Primavera - Mary Kay Andrews

Convencida de que o fim de seu casamento com o charmoso Mason Bayless já faz parte do passado, Annajane Hudgens se prepara para deixar a cidade de Passcoe, no sul dos Estados Unidos, e recomeçar a vida ao lado de seu novo amor, um homem atencioso que fará de tudo para torná-la feliz. Mason está prestes a se casar com a bela e astuta Célia, e Annajane decide assistir à cerimônia como prova de que as feridas do passado estão cicatrizadas e de que o início de uma nova etapa da vida de ambos é uma coisa totalmente natural. É um belo dia de primavera, a cerimônia começa na igreja mais pitoresca da cidade... mas o destino intervém, trazendo grandes surpresas para os protagonistas desta apaixonante aventura de primavera.

Difícil não se apaixonar por uma história tão gostosa de ler, ainda mais por ter certeza de ser um livro que merece ser apreciado como um toque de frescor no seu dia. Ele traz um mote instigante: uma mulher comparece ao casamento de seu ex-marido para curar velhas feridas e deixar o passado para trás. Tudo ia bem até que algo inusitado aconteceu, parecendo o prenúncio de uma nova chance, cujo destino vai traçando seu próprio rumo e entremeando vidas que se deixaram levar pelas circunstâncias e acabaram seguindo lados diferentes. Dá para resistir?!

Annajane é uma personagem interessante de se conhecer, ela se apaixonou, casou e amou intensamente, mas o destino quis que essa paixão acabasse, ou simplesmente, adormecesse no tempo. E agora novas portas se abrem à sua frente, restando apenas o adeus ao passado.

Mason é um paizão que tomou para si as rédeas da família, assumindo todos os seus problemas e também as culpas pelos erros e acertos de todos. Está de casamento marcado com Célia, uma executiva linda e loira, mas que guarda segredos e intenções escusas. Mason foi levado pelas circunstâncias e se encontra ali naquele altar à espera de sua noiva, mas em seu íntimo desejaria estar em outro lugar.

Juntos, Annajane e Mason eram um casal apaixonado que foram separados por maledicências e assuntos mal resolvidos, pendências que ainda podem ser sanadas.

Uma trama para lá de instigante que entremeia uma cidade inteira, irmãos, um mistério acerca de uma criança e uma noiva bem fatal, ardilosa e oportunista.

Foi um imenso prazer adentrar nas páginas desse livro, que acabou sendo escolhido como última leitura do ano e primeira de 2014, e eu não podia ter sido agraciada com uma história mais gratificante. Conhecer Passcoe e seu famoso refrigerante Quixei, e como ele movimenta toda a economia da cidade, foi realmente um achado.

Deu para sentir que a pesquisa feita pela autora foi muito bem elaborada. Ela consegue passar a realidade de uma cidade pequena que só existe por seu produto mais conhecido no estado, no caso, os refrigerantes Quixei. Dentro dessa fábrica vemos nascer uma história que se baseia em sonhos, uma família que vive por gerações movimentando os lucros de uma população inteira. Mas as grandes marcas passam por dificuldades, as famílias se desestruturam, e amores se perdem.

Nada como um bom refrigerante e sua trajetória na vida das pessoas para unir novamente dois corações apaixonados e trazer à tona lembranças e segredos esquecidos no tempo.

Não tem como não amar Annajane e Mason, e a confusão de sentimento existente entre os dois; a esfuziante Pokey, com seu jeito estabanado e sucinto, nos momentos certos; a pequena Sophie e sua bolsinha de preciosidades; e todos que fazem parte dessa família, com suas exceções, é claro. Todos os personagens existentes na trama são muito bem caracterizados, passando um turbilhão de sentimentos e emoções, os tornando quase reais aos nossos olhos.

Mesmo sendo apenas uma mera leitora, durante a leitura me senti parte da cidade de Passcoe - com seu clima primaveril e familiar -, pois fui absorvida pela comunidade e suas peculiaridades, pela família Bayless e pelo casal principal que me encantaram desde a primeira página.

O livro me atraiu pela bela capa, que encanta pela delicadeza das pequenas margaridas e seu fundo em tom azul, em seguida o mote que já abre precedentes para uma bela história de reencontros. Devo confessar que depois de iniciada a leitura fica difícil largar, tamanha simpatia que a história nos inspira.

Mary Kay Andrews passa a figurar na minha lista seleta de autores preferidos, pela sua sutileza na escrita, e não vejo a hora de ler outro livro de sua autoria.

Vale a pena se aventurar nas páginas deste romance, se encantar sentindo o frescor e o perfume das flores.

12 comentários:

  1. Adorei sua resenha. Vou ficar de olho neste livro espero ter alguma oportunidade para lê-lo.

    http://conversandodragoes.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  2. Começo o ano lendo essa resenha e já me apaixonando de cara pela história e seus personagens. Curiosa para saber o que vai acontecer aos dois, se vão voltar ou não. Ficaram muitos livros na minha lista de desejados o ano passado que não deu tempo de adquirir/ler, mas inicio uma lista nova para os livros queridinhos de 2014 e esse já foi anotado como primeiríssimo. Só você mesmo Leninha. Bjos.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eri, torci muito por um final feliz e só posso dizer que: Leia o livro e se apaixone.

      Aguarde ótimas dicas de leitura durante o ano Eri, prometo caprichar e te levar à falência, rsrsrs

      Beijos!

      Excluir
  3. Oi Lena!
    Eu achei esse romance tão fofo! Deu até vontade de ler novamente \o/
    Bjks!

    ResponderExcluir
  4. Oi Leninha!
    É uma delícia quando a ambientação da história nos leva pra dentro do enredo e parece que estamos caminhando juntos com os personagens. Estou muito a fim de ler esse livro, já entrou pra lista de desejados =)
    Beijos... Elis Culceag. * Arquivo Passional *

    ResponderExcluir
  5. Fiquei encantada com a sua resenha e louca para ler esse livro com o frescor e o perfume das flores!!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada Nadja, mas o mérito é todo do livro.
      Beijos!

      Excluir
  6. Adorei sua resenha, e gostei demais do livro, estava meio estressada com esses new adult atuais e tive a oportunidade de aproveitar esse livro digamos mais "maduro", realmente a escrita da Mary Kay Andrews é bem marcante.
    http://livrosfilmesetudomais.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Que bom que você gostou Tamires, concordo com você a Mary tem uma escrita madura e acrescento envolvente.
      Bjs e volte sempre!

      Excluir

Seu comentário é sempre bem-vindo e lembre-se, todos são respondidos.
Portanto volte ao post para conferir ou clique na opção "Notifique-me" e receba por email.
Obrigada!

Editoras Parceiras

Postagens Recentes

Visualizações

Últimos Comentários

Lançamentos