A Proposta - Katie Ashley

Eu já estava com saudades da Tícia e vocês?!!
A vida de professora não é fácil e eu entendo a Tícia surtar com tanto trabalho. Imagino o tanto de cabecinhas para tentar entender e fazer entender... isso não é vida minha gente! No mínimo mereceria um salário de cair o queixo, não de decepção, mas de compensação.

Mas vamos ao que interessa! A resenha de hoje é do livro: A Proposta - Katie Ashley.

Com a chegada dos trinta anos, Emma Harrison está com seu relógio biológico tinindo e ainda aguarda o seu príncipe encantado aparecer. Ela está ficando sem opções, principalmente depois que seu melhor amigo gay desistiu de ser seu doador de esperma. Claro, sempre há um banco de esperma, mas Emma tem medo de que haja alguma confusão com a doação e ela possa receber a semente de um monstro assassino ou algo do tipo.
O maior mulherengo da empresa, Aidan Fitzgerald, está acostumado a sempre conseguir o que quer, principalmente no quarto. Quando Emma rejeita suas investidas na festa de Natal da empresa, ele fica determinado a conquistá-la a qualquer custo. Ao saber sobre a difícil situação de Emma, ele rapidamente faz uma proposta que beneficiará a ambos. Ele será o pai do filho da Emma, mas ela precisará concebê-lo naturalmente, com ele. Sem ninguém com quem namorar ou simplesmente fazer sexo casual, Emma reluta em aceitar a oferta, mas o charme dele e o intenso desejo dela pela maternidade vencem a questão. Logo as seções para a concepção do bebê se tornam mais do que físicas. Aidan não parece se afastar dela, enquanto Emma começa a pensar que ele pode ser o homem certo.


A proposta é um livro que estava na minha lista faz muito tempo, mas protelei horrores até arranjar coragem de encará-lo. Eu sei que falando desse jeito dá ideia de que a história é um bixim de matar a pedrada de tão medonha, mas não é bem assim. O problema foi minha cisma... eu enfiei na cabeça que este seria mais um livro no estilo “O novo Kama Sutra: desafiando a gravidade em 456747 lições” e larguei o negócio pra lá.

Porém, dia desses, uma amiga me garantiu que A proposta não era nada daquilo que eu estava imaginando, ou seja, mais um erótico com zero de enredo e inumeráveis descrições de acasalamentos a cada respirada do leitor. Fiquei agradavelmente surpresa com tal descoberta e resolvi, em um assomo de generosidade literária, dar chance ao livro.

Poxa, que besta eu fui... o livro é fofo!
Sabe aquelas histórias levinhas, com algumas situações espirituosas e personagens carismáticos? A trama se desenvolve a partir da decisão de Emma, a mocinha, de ter um filho. No entanto, por estar solteira e com quase trinta anos, ela resolve fazer a coisa toda na dentada: vai de inseminação artificial mesmo.

No entanto, a situação não é tão simples porque Emma faz questão de conhecer o doador e é aí que a coisa se embola. Mas quer saber? Eu dou razão a ela. Já imaginou você pegar o sêmen aleatório de um Tiririca da vida, cujo legado à sua posteridade seria algo como a Florentina de Jesus?
Pois é, eu também arrepiei.

Mas o fato é que Aidan, o mocinho, toma conhecimento do babado e prontamente se oferece para ajudá-la. O problema é que ele não deseja ser apenas um doador impessoal e propõe a Emma gerarem o filho através do método tradicional. Como a história de ambos é antiga, iniciada em uma festa da empresa meses antes, Emma acaba aceitando e os dois se envolvem.
A partir daí, as águas vão passando debaixo da ponte até que tudo desemboca em um final meio traumático porque Aidan defeca na retranca de uma forma quase olímpica.

Sim, isso acontece. Lá no finalzinho.
E o livro termina com você no vácuo, maldizendo até a vigésima geração de quem teve a ideia de inventar as malditas séries. Mas a boa notícia é que a continuação (O pedido) já está entre nós e, por isso, sua taquicardia terá pouca duração.

A proposta possui uma boa história, com romantismo e cenas hots de bom gosto. Porém, também apresenta alguns defeitinhos que podem ou não desestimular a leitura. Em alguns momentos a narrativa se arrasta, simplesmente não há conflitos. Nem um barraquinho pra mover a história. A edição também apresentou erros de revisão bem grotescos. O negócio foi tão feio que até eu, que nunca noto essas coisas, percebi. E isso já quer dizer muita coisa.

Mas fora isso, gostei. Sobre a continuação, eu li dias atrás, mas isso seria assunto pra outra resenha. A única coisa que posso dizer é que tive ímpetos de estapear a mocinha. Mas não foi Aidan que escangalhou a coisa toda? Pra você ver como a Emma conseguiu me irritar. Até agora estou com vontade de esculhambar a cidadã.
Mas fora isso, vale a pena ler.
Está recomendado!

; )

12 comentários:

  1. Ei Tícia

    Nunca tinha tido curiosidade de ler, gostei da historia, mas não é dos que eu fico louca querendo comprar rs.
    bjs

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Fernanda,
      não é a melhor história do ano, mas dá pra divertir. Mas saiba que se decidir ler A proposta, tem que ler tb O pedido, falou?
      bjoooooooo

      Excluir
  2. Tícia, sua Florentina

    kkkk Que saudades de suas resenhas amiga. Já te falei que as tenho como presentes? Se já... reitero!!

    Sabe que tinha a mesma impressão deste livro...aaaaa é só mais um da leva... mas agora, acho que vou dar uma chance!!1

    Amei sua resenhaa!!!!!

    Bjo fofa

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Aeeeeeee, Flá.
      Presente? Ah, não é nada! Minhas resenhas estão cada vez mais doidas. kkkkkkkkk Acho que é meu estresse dando lugar na escrita.
      Dá uma chance sim. A história não é a melhor de todas, mas é gostosa de ler.
      bjoooooooooooo

      Excluir
  3. Tb quero mto ler este livro.
    Adorei sua dica.
    Bjs

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Neli,
      tomara que vc goste, mas leia O pedido tb, tá? Assim entende melhor.
      bjoooooooo

      Excluir
  4. Oi, Tícia!

    Simplesmente ADORO suas resenhas! Sempre saio do "Sempre Romântica" dando altas risadas! hehe Mas que bom que a leitura não foi o que você esperava e acabou que você gostou! Já tinha ouvido falar desse livro, mas vou confessar que não tenho tanta vontade assim de ler!

    Beijos,
    Inara
    www.lerdormircomer.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Inara.
      Obrigada! Se vc já riu um cadim tá bom, o objetivo é alegrar. ; )
      A proposta é o tipo do livro que divide mesmo. Tem gente que ficou louca pra ler, teve gente que não se empolgou. Mas quem sabe um dia vc anima, né?
      bjoooooo

      Excluir
  5. Oi Ticia!
    Desde que vi o lançamento desse livro fiquei doida para comprar, e acabei comprando rsrs não resistir, e com a sua resenha fiquei ainda mais curiosa, estou louca para ler.
    Vamos o que Aidan fez, espero que também não me der tanta raiva da mocinha no livro O pedido.
    Adorei sua resenha!
    Bjs

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Paty.
      Sei lá... creio que vc tb vai achar que Aidan fez uma bela cagada. (é permitido falar "cagada" nos comentários? kkkkkkkkkkkkkkkkkkkk)
      Mas no segundo livro, a mocinha me irritou imensamente.
      Quando vc ler, me fala o q achou, tá?
      bjooooooo

      Excluir
  6. Sério que esse livro é fofo???? o.O Jurava que era mais do mesmo que sempre estão por aí :P
    Moça, vc me convenceu! Irei comprar o livro. ^^

    Beijos

    ResponderExcluir
  7. Tícia,
    Também gostei de A Proposta (não como Easy) mas é até uma boa leitura. O cara (mocinho) é fofo demais. Mas você tem que ler Rock Pie, da autora brasileira Lilian Galdo. Me surpreendi com a qualidade da história! Depois me conta o que achou!!!

    ResponderExcluir

Seu comentário é sempre bem-vindo e lembre-se, todos são respondidos.
Portanto volte ao post para conferir ou clique na opção "Notifique-me" e receba por email.
Obrigada!

Editoras Parceiras

Postagens Recentes

Visualizações

Últimos Comentários

Lançamentos