Seis Coisas Impossíveis - Fiona Wood

Hoje no Sempre Romântica mais uma resenha da Nanda aqui no seu cantinho. Com vocês: Seis Coisas Impossíveis - Fiona Wood, Editora Novo Conceito, 272 pág.

Dan Cereill levou um encontrão da vida: seu pai faliu, assumiu que é gay e separou-se de sua mãe, tudo de uma vez só. Enquanto isso, sua mãe recebeu de herança uma casa tombada pelo patrimônio histórico que cheira a xixi de cachorro, mas que não pode ser reformada... E, agora, Dan está vivendo em uma casa-relíquia que parece um chiqueiro, com uma mãe supertriste e sem conseguir falar com o pai — que ele ama muito.

Suas únicas distrações são sua vizinha perfeita, Estelle, e uma lista de coisas impossíveis de fazer, como:

1. Beijar a garota.
2. Arrumar um emprego.
3. Dar uma animada na mãe.
4. Tentar não ser um nerd completo.
5. Falar com o pai quando ele liga.
6. Descobrir como ser bom e não sair abandonando os outros por aí...

Mas impossível mesmo será:

1. Não torcer para que Dan supere seus problemas.
2. Não rir muito com os devaneios dele.
3. Não querer ter um cachorrinho como Howard.
4. Não desejar que a mãe de Dan encontre a felicidade.
5. Parar de ler este livro.
6. Não querer abraçar o livro depois de tê-lo terminado...

Bastou ler a sinopse desse livro uma vez para que eu me interessasse pela leitura. Eu não esperava que fosse ficar tão encantada com a história. O jeito leve e descontraído da autora me agradou bastante!

O livro é narrado por Dan Cereill, um garoto de 14 anos (quase 15, como ele sempre responde ao ser perguntado pela idade).

Dan está passando por uma má fase em sua vida. Os pais se separaram por que o pai finalmente assumiu ser gay. Antes disso, o pai perdeu todo o dinheiro da família e o banco tomou todos os bens deles, inclusive a casa que moravam.  A mãe recebeu uma casa de herança de uma tia falecida, mas é uma casa velha, mal cheirosa e vem com um cachorrinho de brinde: Howard.

Depois de tantas surpresas negativas, finalmente algo bom acontece para compensar. A vizinha de Dan é linda e ele fica pensando se finalmente vai conseguir eliminar o primeiro item da sua lista de coisas impossíveis: Beijar a garota.

Esse ponto é bem marcante no livro. Dan tem mania de fazer listinhas, sempre com 6 itens, de coisas relacionadas a ele e a fase que está passando. No decorrer da história ele vai atualizando as listas com os itens já superados ou realizados.

Para um garoto de quase 15 anos, Dan é bem maduro. Ele se preocupa com a mãe, que está numa fase de negação. Ela decide começar um negócio de bolos de casamento, mas acaba espantando todas as potenciais clientes dando conselhos que fazem com que todas desistam de casar. Ele também evita atender as ligações do pai, mas no fundo está muito confuso e dividido entre a saudade e o sentimento de abandono. Tem também o cachorrinho que está com problemas de saúde e precisa de cirurgia, mas o dinheiro deles mal dá pra pagar as contas e a comida.

São muitas preocupações. Ele até arruma um emprego pra ajudar a mãe. O interessante é que em meio a todo esse drama, o tom do livro é bem leve. Eu o consideraria um chick-lit. Dan narra tudo com muito humor, diversas vezes zoando de si mesmo e dos micos que passa na frente da vizinha.

Por ser o primeiro livro de Fiona Wood, eu acho que ela mandou muito bem. A questão do pai de Dan ser gay não foi muito aprofundada, mas esse não era mesmo o objetivo do livro. Acredito que ela passou bem a ideia de um garoto que está entrando na fase da adolescência, se apaixonando pela primeira vez e enfrentando alguns problemas em família, tudo narrado com a simplicidade de uma mente de 15 anos.

Recomendo a leitura e espero que a autora escreva outros livros. Adorei!

7 comentários:

  1. Eu adorei a resenha... tbm me interessei bastante só lendo a sinopse...
    Esse livro já entrou pra minha listinha e agora é só esperar chegar em casa para poder ler *-*

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Leia mesmo! Tenho certeza que todo mundo vai gostar desse livro ^.^

      Excluir
  2. Oi, Nanda!

    Estou com esse livro aqui para ler mas estava com um pouco de medo do enredo. Medo de não gostar. Por isso, quando vi resenha aqui no Sempre Romântica corri para ler! E, puxa, fiquei muito feliz que você tenha gostado! Agora posso ler tranquila!

    Beijos,
    Inara
    www.lerdormircomer.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ainn, ele é tão fofinho. Acho que não tem motivos nenhum para não gostar =) Leia sem medo! Se vc gosta do estilo comédia romantica, vai gostar dele rsrsr
      bjus

      Excluir
  3. Ei meninas

    Estou curiosa para ler este livro, mais ainda pelo narrador ser um menino. Que bom que vc curtiu, espero gostar também, estou animada. ^^
    bjs

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Pois é, a maioria esmagadora dos livros tem mocinhas como narradoras! Eu gosto quando o foco muda um pouco, ou pelo menos quando há uma divisão!
      Espero que goste =)
      bjus

      Excluir
  4. só de ler a sinopse também fiquei interessada, adorei a resenha e a dica!
    uma graça o espaço, volto mais vezes sem dúvidas!
    Um abraço!
    Pan
    http://www.punkystore.com.br
    http://pansmind.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir

Seu comentário é sempre bem-vindo e lembre-se, todos são respondidos.
Portanto volte ao post para conferir ou clique na opção "Notifique-me" e receba por email.
Obrigada!

Editoras Parceiras

Postagens Recentes

Visualizações

Últimos Comentários

Pré-venda!

Lançamentos