Concurso Cultural: Cartas para um pai

Todo mundo tem um pai, desejou ter, teve ou considera alguém como seu verdadeiro pai, não é verdade?!

Aproveitando o espírito de Natal que já se avizinha, decidi fazer algo novo aqui no blog. Por isso lanço hoje o Concurso Cultural: Cartas para um pai, inspirado no livro da autora Janaina Rico.

Para participar, é fácil:

Escreva nos comentários dessa postagem uma carta e/ou um bilhete para seu pai. Não precisa ser nada grande, mas algo que transmita algum sentimento guardado por seu pai, essa pessoa especial em sua vida.

Vale declaração de amor, desabafo, pesar, saudades e tudo o que seu coração mandar.

O concurso vai até o dia 29 de Novembro de 2013.
O autor da melhor carta receberá o livro “Cartas para um pai” autografado, da Janaina Rico e marcadores.

Os critérios para a escolha da melhor carta são:

- Coerência;
- Ortografia e gramática;
- Clareza; e
- Carga emocional.

Então, deixe fluir seus sentimentos e capriche na declaração a seu pai.

O resultado será divulgado na semana seguinte ao término do concurso, e a escolha da carta será decidida por mim e pela autora Janaina Rico.

E para animar ainda mais, se você desejar, divulgue o concurso nas redes sociais com a seguinte frase:
Concurso Cultural: Cartas p/ um Pai, @Janaina_Rico, no @Blog_SRomantica. Participe e concorra ao livro autografado. http://bit.ly/1iMg8Mc

Vale lembrar que esse é um concurso cultural, sem fins lucrativos. Aguardo a participação de todos.

PS: Deixe algum E-mail ou seu Twitter para contato.

13 comentários:

  1. Pai,

    Se não fosse o senhor, o que seria de mim hoje? Eu com 20 dias de nascida fui deixada à sua porta. Ninguém sabia quem eu era ou de onde eu vinha. Você podia ter me entregue à uma delegacia ou juizado de menores, no entanto cuidou de mim como se eu fosse sua filha legítima. Correu com o processo de adoção legal e providenciou uma mudança de bairro para não me perder. Me amou, me deu casa, comida, educação e uma família sensacional, nunca me deixou faltar nada, e me deu uma infância feliz e sadia. E aqui estou, 27 anos depois, para te agradecer por ser o melhor pai do mundo. Quem moldou o meu caráter e me fez ser uma cidadã honesta, de bem. Estou aqui para te agradecer pela minha vida, minha saúde e pela sua paciência eterna.

    Te amo hoje e sempre! Jordana (danafort@gmail.com)

    P.S: A história é verídica, sou filha adotiva, cheguei à casa dos meus pais com apenas 20 dias de nascida. :)

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Dana, eu sei da sua história, é sempre emocionante testemunhar gestos de amor.

      Beijosss

      Excluir
  2. Ah, meu velho Pai. ..
    Tanto sentimento guardado no meu peito. Tantas coisas para dizer pra você. Tantas mágoas escondidas e que teimam em desaguar e entregar minha dor. Mas também tanta admiração admitida e, por isso, tanto perdão que já te dei!
    Não é fácil ser pai. Filho é um bicho ingrato, que não enxerga a extensão da dedicação, da luta na criação, reclama e não percebe o quanto desse amor paterno é doação...
    Mas também não é fácil ser filha de um cara tão grandioso como você. Um homem cheio de força e coragem, perseverança e garra, que construiu seu patrimônio com muito suor, dedicou todos os seus melhores anos para proteger e deixar seu exemplo aos filhos.
    É nessa ambivalência entre o amor e a dor que escrevo, papai, porque falar nunca consegui. Ainda não cresci o suficiente para compreender a falta que você me fez quando precisei ouvir um 'eu te amo'. Ainda não digeri a ausência do 'eu acredito em você' que me fez tão frágil. Do muito que tive, tudo que quis e recebi, precisava mesmo era do colo nos momentos difíceis que você nunca conseguiu traduzir em mim.
    Estou tentando a terapia, para expulsar de vez esses fantasmas que teimam em me visitar muitas noites. Estou descascando as camadas endurecidas da revolta cristalizada e da dor que não foi dissolvida. Porque quando encontro você, só consigo falar de amenidades. Sou a grande covarde que não diz com vontade o quanto ama e precisa do pai. E que espera – parece que isso é eterno, meu Deus – que você confie em mim!
    Talvez esse grande perdão seja para mim, no final de tudo. Porque você continua firme, cuidando e protegendo a filha adulta, alheio à minha dor oculta.

    ResponderExcluir
  3. Para meu pai.
    Pai, eu sei que esse ano, foi um ano difícil e que estamos correndo o risco de perder a nossa casa por sua causa. Mas quero te dizer, que eu te amo muito e que não vou te abandonar nunca. Vou morar com você em um barracão de um cômodo, dentro de uma favela, em um bairro miserável, debaixo da ponte ou no meio da rua, mais eu nunca vou te abandonar. Eu nunca vou te colocar no asilo, e vou fazer tudo que eu puder para te ver feliz. Obrigado por ter me ensinado a andar de bicicleta, de patins e de skate. Obrigado pelos livros de romance, pelos adesivos, e pelas revistas da dupla Sandy e Junior que você me deu. Você é um homem especial e sempre vai merecer o meu carinho e respeito. Eu quero te pedir desculpas pela minha falta de força de vontade, pelo dinheiro que você jogou fora naquele curso de psicologia, por eu ter namorado um homem que você não gostava e na verdade você estava certo, ele não é um bom rapaz. Obrigado por ter dito sim quando quis colocar aqueles pircings e quando quis viajar sozinha para a Bahia com aquele cantor de Hip Hop.
    Eu te amo pai.
    Com amor e carinho: Isis Leni

    ResponderExcluir
  4. Pai,
    Palavra pequena e significado grande. Na maior parte do tempo, mal vemos os pais sendo homenageados, como se as mães por nos carregar, alimentar e cuidar fosse a única digna de homenagem.
    Mas esquecemos que o pai é aquele que brinca, aquele que nos ponhe nos ombros e nos faz o mundo de cima, aquele que nos responde sempre a mesma coisa quantas vezes questionarmos o porquê.
    Por isso, pai, obrigada por ser meu pai. Por estar ao meu lado quando precisei, por ser meu fã e me dar apoio em cada coisa minha. Obrigada por me fazer feliz.
    Amo-te como jamais amarei alguém.

    ResponderExcluir
  5. Esqueci, mas está aqui: cacapivara@hotmail.com

    ResponderExcluir
  6. Participando *_* Escrevi esse poema pro meu pai como presente dos dias dos pais e ele amou. Lembro-me de que se emocionou lendo e eu fiquei muito feliz por isso.

    "Meu Pai"

    Trezentos e sessenta e cinco dias
    Em dezenove anos de minha vida
    Ainda, uma idade tenra, eu sei
    Mas minha vida inteira a te chamar:
    "Pai!"

    Três fonemas levemente articulados
    Com som de um amor incondicional
    Entre palavras e palavrasdo dia-a-dia
    De carinho e de proteção
    Ouvir um: "Não!" de vez em quando
    Fez-me ser quem sou...

    Procurei alicerçar-me em suas palavras
    Muito mais do que três fonemas
    Muito mais do que significa o vocábulo:
    "Pai!"

    Uma palavra modesta
    Um significado imenso
    Um sentimento intenso

    Pai, perdoe meu erros bobos
    De uma juventude que finda
    Sou uma mulher, não sou mais menina
    Essa é a sina da gente

    Que mesmo sonhando muito
    E escrevendo poesias
    Aprendeu a amadurecer
    E perceber que a vida
    Não cabe em uma palavra...

    Pai
    Escrevo hoje para você
    Nesse dia especial
    Ninguém vive sem família
    E nessa minha trilha
    Sigo segurando em sua mão

    Sei que hoje preciso andar sozinha
    Com meus próprios pés
    Seguindo a direção

    Mas seus passos vão comigo
    Herói, espelho e amigo
    Parte do meu coração!

    Dedico, não somente ao meu pai, mas a todos os pais!

    e-mail: analuisa_ricardo@live.com

    ResponderExcluir
  7. Pai,
    Me perdoa por todos os erros cometidos, causados pela inocência de uma menina,. Quando olho pra traz, me arrependo de cada conselho não ouvido, de cada abraço que deixei de te dar, tempo que não volta mais, mas hoje paizinho querido, já mulher eu reconheço em tí, um homem que parece frágil pela aparência já cansada, mas um herói da vida, um orgulho pra mim, um homem forte, íntegro, sábio, que na sua humildade e simplicidade nos ensinou o maior dos tesouros: a integridade, o respeito e amor ao próximo, a garra diante das dificuldades. Me orgulho muito de tí pai querido. Te amo!

    ResponderExcluir
  8. Paizinho.
    Depois de longos anos estou aqui, despida de orgulho, mágoa e arrogância, com lágrimas molhando meu rosto envelhecido. Aquele gesto contido, palavras não ditas, afagos negado, eu te ofereço agora.
    -Aceita paizinho, hoje é de coração.
    Não podia entender na minha pouca idade e na minha pobreza de alma, que sua embriagues era fuga, era dor contida.
    -Perdão te amo e sempre te amarei...
    Da sua biga.

    ResponderExcluir
  9. Pai,
    Estou participando de um concurso cultural em sua homenagem e assim que li o título me emocionei porque falar de nós sempre me faz chorar e eu não poderia deixar de participar mesmo correndo o risco de alguém me encontrar digitando em meio ao choro. Agradeço a Deus todos os dias pela sua vida, apesar de hoje morarmos a km e km de distância. Sempre me bate um desespero quando penso que pode acontecer algo ruim porque, se acontecer, quem eu vou chamar? Foi sempre pra você que eu corria, seja por uma nota baixa, um "dodói", por ter caído de bicicleta... Era você que estava comigo quando fraturei o braço e me socorreu com a sabedoria que deixaria qualquer médico com inveja. Sinto falta disso, do seu cuidado diário, de eu estar no meu quarto e você me chamar lá da sala pra ver alguma matéria importante no Jornal Nacional, ou só pra perguntar se eu sabia onde estava o controle. Sinto falta de irmos fazer programa de índio, só porque você achava importante seus filhos conhecerem de tudo um pouco, seja ir no aeroporto só pra andar, sem viajar ou buscar ninguém, ou ainda ir pra minha avó de trem, porque nós nunca tínhamos andado. Foi você que ficou ao lado da minha cama o tempo todo quando operei e me levou um almanaque pra eu ter o que ler, mas um braço estava quebrado e o outro com o soro, então você ficava lá, só pra virar as páginas pra mim, aproveito pra agradecer seu incentivo à leitura, sem ele eu não teria chegado onde estou e nem teria lido tantos livros. Obrigada. Poderia passar o dia aqui listando os melhores momentos da minha vida e não fugiria do tema, já que você sempre esteve lá. Mas minha tia já abriu a porta e perguntou porque estou chorando, respondi que era de alegria. Alegria por poder te homenagear aqui, mesmo que você nunca leia, valeu a pena.
    Mais uma vez obrigada por ser o pai que todas as minhas amigas desejariam ter (porque além de tudo, é lindo)
    Te amo mais do que um concurso cultural permite expressar.
    Sua Filha,
    Milenna

    (milenna_1994@hotmail.com)

    ResponderExcluir
  10. Pai, Não quero dizer muitas coisas, porque mais vale um abraço que mil palavras.
    Há exatamente 11 meses, você parou de beber. Claro, fiquei super feliz quando isso aconteceu, você não imagina como esse era o meu sonho. Sofria com cada dia que você chegava e de certa forma me agredia com suas palavras, com seus gestos e com o seu silêncio. Queria tanto que você mudasse e que pudesse lhe abraçar e dizer que você é o meu Herói. Chorava todas as vezes que se passava o dia dos pais e você não estava lá do meu lado para que eu pudesse lhe dar um abraço ou um beijo, me trocava por um Bar e por um copo de cerveja.
    Doía Muito. Chorava todas as noites porque eu também queria ter um pai que me amasse e que eu pudesse ter orgulho. Mas confesso que sentia vergonha de ser seu filho, me envergonhava de lhe apresentar para as minhas namoradas e os meus amigos. Chorava por não ter você do meu lado, me dando uma palavra de consolo ou um incentivo quando eu mais precisava. Chorava por ver você no mais profundo escuro. Sim, você era alcoolatra, tinha vergonha disso, eu sei que você tinha. Mas a sua vontade de mudar foi maior que os obstáculos que havia no caminho, e você não precisou de remédios nem de médicos para dizer o que fazer, você mudou por que você queria mudar. Você mudou por mim. Não guardo rancor no meu coração, mas acho que perdi aquela coragem de lhe dizer que Te Amo, de lhe dizer que você agora se tornou o meu Herói, que agora você é o meu orgulho. Chorava, por que agora só choro de felicidade quando lhe vejo com saúde. Eu sei que não é fácil passar 24 anos bebendo e do dia para noite largar desse vicio, mas eu sei que você conseguiu e agradeço por isso. Te amo mais que tudo, só não sei agora como lhe dizer isso.

    De Seu Filho Rafael Regillis, que um dia sonhou com esse dia. O dia em que não teria mais vergonha do seu herói.

    E-mail: rafael-regillis@hotmail.com

    ResponderExcluir
  11. Pai,
    Dizem que os homens de verdade são construídos pelo exemplo de grandes heróis. Uma vez me falaram que nascemos como uma folha em branco é que vida nos dá a historia a ser escrita.
    Construo sonhos, acredito em milagres, tenho fé na vida, amo os animais, respeito a vida, cuido do meu próximo. Sabe quem me ensinou tudo isso?
    Foi um homem, herói anonimo, artista desconhecido. Alguém que faz a diferença no mundo, que compartilha a alegria, doa carinho e compartilha felicidade, sem precisar de recompensa por isso.
    Ele nunca precisou ser o Super-homem para salvar o dia. Quando eu era pequena ele me ajuda na luta o sono que insistia em atrapalhar no finalzinho da lição de casa. Ele me ensinou a construir armas incríveis que tem o poder de espantar o mal humor e exterminar o desanimo.

    Ele me ensinou o que é vida, me trouxe com ele aonde estamos agora, me apoia e cuida de mim.

    E esse homem sem duvidas é você. Obrigado por existir!

    Eu te amo meu Super-Herói!


    Joyce Alves Saldanha
    email: joyce.saldanha@hotmail.com

    ResponderExcluir
  12. Pai, palavra tão pequena mas com uma importância muito grande em minha vida. Meu pai, meu herói.

    ResponderExcluir

Seu comentário é sempre bem-vindo e lembre-se, todos são respondidos.
Portanto volte ao post para conferir ou clique na opção "Notifique-me" e receba por email.
Obrigada!

Editoras Parceiras

Postagens Recentes

Visualizações

Últimos Comentários

Pré-venda!

Lançamentos