Para cada leitor um livro... Erótico.


Retomando os trabalhos, hoje com vocês a querida amiga Suzana do blog ARFortaleza. Ela vem defender com unhas e dentes a febre do momento; os Livros Eróticos. Um tema que vem virando a cabeça de muita gente por aí, mas que ainda tem muito para mostrar. Suzana nos brinda com dicas ótimas e novidades que com certeza irão fazer muita gente surtar.

Seja bem-vinda Suzana!

Hola!
A nova onda literária nacional agora são os romances ditos “eróticos”. Embora haja uma corrente popular de autoras como a inglesa Erika Leonard James com seus Tons de Cinza e a americana Sylvia Day com todos aqueles livros de título “Suas”, o erotismo em si, tá longe de esquentar realmente.

Os populares publicados no Brasil são até ingênuos quando nos defrontamos com autoras e séries inéditas aqui e já com anos de estrada no estilo. Bem anteriores a todas essas febres atuais publicadas no nosso país, desde aquele romance de ação, suspense e sensualidade rodeado de sexo, até aqueles completamente sensuais e sexuais (e tem até outros mais picantes da linha BDSM). A lista infindável de livros cujo conteúdo faz o sangue “virar lava” só cresceu ao longo dos anos. E o que há de diferencial nesses que escolhi? São, geralmente, enredos que você se vê suando, ou até mesmo derretendo, ainda que o estilo não seja o seu favorito. As autoras, como é o caso da Lora Leigh, cria personagens, cenas que você não imaginaria, mas se acontecesse você simplesmente se entregaria e deixaria “rolar”.

Lá fora, eles são classificados como literatura adulta e o estilo é erótico – e quando falo erótico, é para maiores de 18 anos. E são inúmeras autoras e infinitas séries, décadas e mais décadas de lançamentos que o Brasil nem ouviu falar. Como não quero me estender, escolhi cinco autoras que possuem séries famosas e muito populares. Não quis falar sobre as publicadas aqui porque todo mundo já leu, já releu ou já viu várias resenhas a respeito. Então, como AMO fuçar o universo literário e nunca me limito ao que há no nosso idioma, eis boas alternativas para sair da mesmice literária (e vale ressaltar que estão disponíveis para leitura aí, pela internet):

Lora Leigh: Tudo o que você nunca foi capaz de imaginar, mas que queria fantasiar com um militar, por exemplo.
Esta autora é uma das minhas favoritas. É uma mulher que sabe exatamente como despertar o desejo de quem a lê. Campeã de vendas em séries eróticas, ela criou séries “COMPLETAMENTE ADULTAS” que deixa qualquer mulher com água na boca: Breeds (2003), Trilogia Wizard Twins (2003), Bound Hearts (2003), Tempting Seals  (2005), Legacy (2005), Nauty Boys (2007), Elite Ops (2008), Navy Seals (2010), Sins (2011) e Nauti Girls  (2012). As séries de militares são o sonho de consumo de qualquer mulher: músculos definidos, sexualidade exalada pelos poros, pegada (muuuuuuuuuuuuita pegada!), muita ação e romance 90% sensual e 10% sentimental. Preparem-se para muitos banhos gelados. Suas mocinhas sabem o que querem e a Breeds (ou Castas, como são chamados aqui no país pelas fãs) eu postei aqui anos atrás como série sobrenatural, mas além de sobrenatural, seu carro-chefe é o erotismo – afinal, o que mais os Castas sabem fazer além de nos encantar é sexo e muito bem feito.


E Deus abençoe a criatividade desta mulher! A lista aqui parece grande? E se eu disser a vocês que aqui estão mais de 40 livros? Só a série Breeds está com 29 livros. E ela pode dizer que produz muito, porque os livros de séries diferentes são lançados em um curto espaço de tempo se considerarmos a quantidade de série que ela possui.

Seu primeiro sucesso adulto foi Men of August (2003) formada por quatro livros, eu não costumo indicar porque são irmãos que compartilham suas mulheres, realmente não é a minha praia, mas a maioria das pessoas lê por curiosidade. Eu nem sei dizer se tenho coragem de reler.


Veja mais no site: http://www.loraleigh.com/

Maya Banks: Romance com sensualidade, sexo e história.
Uma das minhas autoras favoritas (e quando digo isso, é com letras garrafais) chegou ao Brasil com seu último lançamento (a Breathless), só que não é a primeira e nem a mais popular de suas obras. Suas séries são populares porque ela é uma autora versátil, sabe prender-nos ao enredo e, independente da quantidade de sexo envolvido, a história sempre nos pega de jeito e não há como não querer lê-las em sequência, tipo, para ontem. Sua primeira série foi Unbroken (2006), depois ela não parou mais, vieram as séries: Brazen (2007), Falcon Mercenary Group (2008),  Sweet (2008), Eyes (2009), além de começar as séries Delicious (2012, em parceria com a escritora Lauren Dane), Tangled Hearts Trilogy (2012) e a Breathless (2013) – esta última está em lançamento simultâneo com o nosso país.

Esta mulher não para! Assim como a Lora Leigh, ela escreve vários livros de séries diferentes quase que simultaneamente e que Deus abençoe a sua criatividade também, porque além dessas consideradas “adultas”, ela possui outros sucessos não tão eróticos, mas maravilhosamente prazerosos de se ler como Colters' Legacy (2007) – que não é considerada adulta, mas tem ménage –, e a Kelly/KGI Series (2010) – Os Kellys são uma família de mercenários MARAVILHOSA e o meu xodó, mas é muito mais ação e romance que erotismo.

E eu não podia deixar de falar deles, como as minhas amigas de grupos de romances intitulam, os “espadões”. No ramo histórico, Maya Banks nos brinda com Highlanders/escoceses de tirar o fôlego! Em Highlander (2011), o primeiro de quatro livros levou as fãs ao delírio logo pelo título: In Bed with Highlander (Na cama com um Highlander). Daí, os demais foram para complementar o sucesso. E tem também a não menos deliciosa trilogia Montgomerys and Armstrongs (2012).


E para as fãs da Sylvia Day, Maya e ela escreveram um livro juntas, chama-se Men out uniform (2011), um erótico que espero ver publicado no aqui no país sem cortes e sem suavizações.




Shayla Black: BDSM light, ou seja, dá para qualquer curioso ler.
Ela foi eleita em 2007 como a melhor escritora do seguimento erótico. Não é tããããoooo BDSM, é muito mais sensual com erotismo latente e muito light no quesito BDSM, suas séries renomadas são Wicked Lovers (2007), Doomsday Brethren (2008,) Masters of Menage (2011, escrita com a autora Lexi Blake) além de outros livros como: Four Play (2010, com a escritora Maya Banks), Wicked Reads (2011, com as escritoras Sylvia Day, Nikki Duncan, Cathryn Fox, Mackenzie McKade, Karin Tabke, Shiloh Walker e Beth Williamson).

Shayla Black tem um jeito agradável de escrever, ela é suave e, apesar do tema ter toda a conotação sexual, ela sabe trazer isso para o íntimo de seus personagens como um desejo vital, não como algo profano.

Site: http://shaylablack.com

Cherise Sinclair: BDSM a todo vapor!
Esta mulher criou nada menos que os Masters of the Shadowlands (Mestres do Shadowlands, 2009). E se Mr. Grey tivesse recebido algumas aulas desses mestres, a parada seria muito mais interessante!

O BDSM não é muito a minha praia (e não é MESMO), mas foi através desta autora eu compreendi o que significa este mundo de desejo, submissão, prazer e às vezes dor. Não é vulgar, não é pornô, mas descreve com riqueza de detalhes como é que a coisa anda nesta classe. Então, desculpem-me as fãs dos Tons de Cinza, mas aquele tipo de dominação ali tem cara de paródia.

Shadowlands é um clube de BDSM exclusivo, cujo título de "Master" é dado apenas aos mais poderosos Dominadores, experientes e qualificados. No entanto, apesar de cada mestre poder se divertir com muitas, muitas submissas, nenhum treinamento pode preparar um Dom para a paixão, e cada um há seu tempo, rende-se aos sentimentos.

E tem mais BDSM, é dela também as séries Mountain Masters & Dark Haven (2009, também é um Clube de BDSM localizado na montanha Sierra) e a série paranormal de ménage Wild Hunt Legacy (2011).

Site: http://cherisesinclair.com/

Carol Lynne: muito sexo como marca registrada.
Não dá para falar em erótico sem a mestra ser citada. Campeã em vendas do estilo erótico e explícito sem ser pornô, diga-se de passagem, esta mulher é capaz de fazer qualquer ser humano tomar muitos e muitos banhos frios. Ela é uma camaleoa na escrita, uma mulher de mente aberta que encanta tanto o público heterossexual como o homossexual.  Ficou famosa no ramo homossexual com as séries Cattle Valley (2007) e Campus Craving (Paixão no Campus, 2008) – esses são romances cujos casais são homens). E, acreditem, aqui no Brasil, nos grupos de fãs de romances, muitas mulheres ADORAM seus livros e são fãs de carteirinha dessas duas séries porque elas também mostram o lado humano dos gays. Mas não aconselho para aquelas mais sensíveis, porque a intensidade pode assustar. O que as pessoas mais perguntam é: “E só tem sexo entre homens?” Não, e embora não seja a minha praia, reconheço que os livros têm histórias de causar rios de lágrimas, dramas mesclados ao amor que poderiam ser reais.

No ramo heterossexual não é diferente. Vou citar e recomendar um que li e gostei demais, chama-se Karaoke at the Tumbleweed (Karaoke no Tumbleweed, 2008). Ele conta a história da vencedora de um concurso de karaokê do bar Tumbleweed (Nicole Ashford) com o seu barman (Brian "Tag" Taggert), e eles formam um casal explosivo. Eu nem vou me estender muito, só pela capa, dá para imaginar o conteúdo, é muita sensualidade, sedução e sexo além do bônus que é a moto de Tag. Eu nem sou chegada a moto, mas na dele eu queria sair sem destino por estradas rumo ao desconhecido...

Site: http://www.carol-lynne.net/ 

******************

Eu passaria meses descrevendo séries eróticas e sei que deixei de fora muitas autoras que merecem pelo menos uma citação como Laurann Dohner, Jaci Burton, Shiloh Walker, Jaid Black e Delilah Devlin, mas o tempo é curto, o post é para informar e aguçar a curiosidade e não fazer seus leitores dormirem de tão extenso. Então, fico por aqui.

Hasta La vista e boa leitura!

Suzana Pandora.

24 comentários:

  1. Me deu calor, só de ler. Adorei as dicas, Suzana! Vou procurar ler algumas destas autoras, em inglês... já que apesar de o Brasil, se dizer tão aberto... temos ainda muito, muito, preconceito, será que é só das Editoras? Quanto aos livros eróticos... e o pior é que o que tem chegado por aqui, às vezes é tão ruim, que me pergunto se é de propósito, para não vender e eles terem a desculpa de não lançarem mais porque não vende :(

    Adorei, de verdade!!!!
    Beijos,
    Ci

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ci, eu realmente não sei o que acontece com as editoras brasileiras, eu só sei que todas estas séries popular me dão muito é sono e desgosto. Bjos.

      Excluir
  2. Ei meninas,

    Nossa acho que da lista a única que eu conheço é a Maya Banks, e só pq já li A mulher dos Colters que me mandaram por email há alguns anos rsrs. As outras nunca tinha ouvido falar e fiquei curiosa.
    Eu prefiro os eróticos com romance, então não sei se eu iria gostar assim do gênero. Aqueles que tem enredo legal eu gosto, mas quando é só pegação o livro todo eu tenho preguiça. :P
    bjs

    ResponderExcluir
  3. Depois disso, onde apresento petição para meu dia ter 72h pra eu dar conta de ler tudo isso??? Suzana, melhor que ler isso, seria usar Pitbond como cobaia, né? XD
    Texto maravilhoso, Suzana e, mais uma vez, parabéns, Leninha :)

    Bacci!!!

    Beta

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Beta, PitBond nunca seria cobaia, sempre seria "O Cara" que joga na parede e manda ver!!! rsssssssssssss

      Bjo!!!

      Excluir
  4. Os eróticos não são muito minha praia, talvez por eu ter pegado péssimos exemplos do estilo onde não havia uma história propriamente dita, apenas desculpa para sexo desenfreado. Mas li um livro da Lisa Marie Rice que, apesar de ter sim muuuito sexo e muita linguagem mais..... aberta, digamos assim, tinha uma história excelente. Foi a partir desse livro que comecei a olhar com outros olhos o estilo. E fiquei surpresa ao constatar que conhecia a maioria dessas autoras, pelo menos de nome. Achei bem legal em ver que tem livros nesse estilo que têm sim uma trama muito boa por trás de todo o erotismo. Muito legal mesmo. Dicas anotadas!

    =)

    Suelen Mattos
    ______________
    ROMANTIC GIRL

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Suelen a Lisa Mare Rice e a MaryJanice Davidson são autoras maravilhosas que unem sensualidade ao humor. Eu as amo, mas o erótico-erótico mesmo está aí em cima.

      Eu te indico a série KGI da Maya banks. Imagine os mercenários da Diana Palmer com um upgrade de 10.000% mais lindos, charmosos, machos, eficientes, apaixonantes... Xiiiiiiiiiii que é muita qualidade!!!

      Excluir
    2. Uiiiii, falou nos mercenários, mexeu com o meu coração! Já gostei, quero ler, hehe!!!!

      Excluir
  5. Primeiramente gostaria de agradecer pelas inúmeras dicas...Adoro um bom livro erótico, mas gostaria de registrar minha insatisfação com o que está sendo publicado por aqui recentemente...As campanhas de marketing são completamente enganosas, prometem isso e aquilo e não cumprem metade.... Sem falar na infeliz referência em algumas capas ou até mesmo nas campanhas de divulgação a 50 tons de cinza - (você leu 50 tons de cinza e quer mais? / melhor que 50 tons de cinza, etc).... Para início de conversa, qualquer ERÓTICO deveria ser melhor que o livro mencionado. E eu disse deveria, mas às vezes, isso nem acontece, o que é ainda pior. Outro ponto que gostaria de mencionar é a pobreza das tramas.... É claro que gosto das cenas de sexo num livro, mas gostaria que fosse além, que tivesse uma trama bem elaborada..... Não suporto mais livros onde os personagens são inseguros, ciumentos, chorões, que brigam o tempo todo por banalidades e mimimis intermináveis e quando fazem as pazes, transam, transam, e transam. E a coisa fica nesse ciclo vicioso interminavelmente.. Que porre!!!!!! Que falta de paciência!!!!! Outro coisa irritante é a falta de originalidade na "construção" dos personagens. Já não aguento mais os milionários poderosos, possessivos, controladores, e que se dizem dominadores, com suas estagiárias, secretárias "pobrezinhas" submissas....Que tédio!!!!! Quando digo que gostaria de ver uma trama bem elaborada em um livro, gostaria de citar a existente, por exemplo, no livro Amos y Mazmorras, de Lena Valenti e daria tudo para que alguma editora brasileira adquirisse os direitos para publicação.... Mas enquanto isso não acontece, ao menos, posso ficar feliz em saber que a Editora Lafonte, através do selo Hamelin irá publicar um livro da Shayla Black por aqui.. O duro é aguardar.....

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ana Paula eu não só entendo a sua revolta como compactuo com ela. O problema é que talvez as editoras nacionais publiquem estes livros como eróticos quando nunca foram de fato e de direito pq eles podem abranger um público bem maior (e aí, elas visam o lucro e nunca a qualidade). Pq, né? Vamos combinar que Tons de Cinza são DEPRIMENTES. Mas como elas só querem saber de ganhar dinheiro, publicam com propaganda enganosa.
      Bem-vinda ao capitalismo selvagem.

      Bjos.

      Excluir
    2. Jah leu 'O Inferno de Gabriel'? Eh uma trilogia. Como voce, tambem jah estava de saco cheio de ler a mesma coisa o tempo todo, e eh tudo ajeitado no sexo, no fim das contas. Ninguem merece! Por isso, vi a resenha dessa trilogia e quando li o primeiro livro, nao consegui parar de ler os outros dois. Tem romance, drama, sexo da maneir mais linda que se pode imaginar. E tambem uma aula de literatura. A trilogia eh: O Inferno de Gabriel, O julgamento de Gabriel e a Redencao de Gabriel. O primeiro livro conta a estoria de Gabriel e Julianne. Ele professor na universidade e ela a aluna que estah fazendo mestrado ou doutorado (nao me lembro, dfaz tempo que li). Eles tem um relacionamento bem tumultuado no comeco, isso porque ele nao lembra dela, mas ela sempre soube quem ele era. Os tres livros sao maravilhosos de se ler, e quando acaba dah vontade de ler mais. Talvez voce jah tenha lido, se nao, vale a pena. Outro que amei e eh super diferente eh A Voz do Arqueiro. Lindissima. Vai ateh virar filme. Espero que tenha gostado da dica. Abracos

      Excluir
  6. meninas concordo com vcs em relação a alguns livros, mas nao posso reclamar não, ultimamente tenho lido livros q tenho gostado muitos, acabei de ler a trilogia de peça-me o que quiser (Megam Maxwell) e gostei muito e tambem o despedida de solteira da (Milla Wander, que é uma escritora brasileira, e escreve bem, pelo menos eu gostei), e tambem li outros que gostei, mas se vcs tem alguns desses livros ai eu nao conheço, eu tenho alguns tb, ai podemos trocar por email, segue o meu email, deiapenelope@gmail.com

    ResponderExcluir
  7. Oi Suzana quero dicas de livros em português que tenha conteúdo e estória ,tipo... Te prende do inicio ao fim ... Romântico e erótico mas que não seja pornô !!!

    ResponderExcluir
  8. Todos os livros que você indicou acima estão publicados em português ? Como posso ler via net?

    ResponderExcluir
  9. Nos anos 90, vendia em bancas de jornais Clássicos Eróticos da Editora Montmartre, só que eu não consigo acha-los na net, eram bem pornôs...hehehhe...eu gosto....

    ResponderExcluir
  10. Gostaria d um romance onde ele fosse o submisso, alguma sugestao? Bjs

    ResponderExcluir
  11. Gente, vc tem que lê os romances da brasileira Nana pauvolih, ela é demais,aceitará é dez em todos intensas
    A

    ResponderExcluir
  12. Nana Pauvolih é show! No Brasil não tem igual. Não deixa nada a dever a Sylvia Day e a ELJ. A série Segredos é demais!

    ResponderExcluir
  13. gostaria de poder ler adoro essas outoras

    ResponderExcluir
  14. Boa noite! Preciso de ajuda. eu li já há algum tempo uma história sobre uma advogada que se envolve com um colega de trabalho, que é um ex-promotor de justiça. A relação deles é muito conturbada.
    Não consigo me lembrar o nome do livro nem da autora. Caso alguém já tenha lido, please, diga!
    Obrigada.

    ResponderExcluir
  15. Boa noite! Preciso de ajuda. eu li já há algum tempo uma história sobre uma advogada que se envolve com um colega de trabalho, que é um ex-promotor de justiça. A relação deles é muito conturbada.
    Não consigo me lembrar o nome do livro nem da autora. Caso alguém já tenha lido, please, diga!
    Obrigada.

    ResponderExcluir
  16. Adorei as dicas.. deveria ter dicas de uns filmes assim tbm..

    ResponderExcluir

Seu comentário é sempre bem-vindo e lembre-se, todos são respondidos.
Portanto volte ao post para conferir ou clique na opção "Notifique-me" e receba por email.
Obrigada!

Editoras Parceiras

Postagens Recentes

Visualizações

Últimos Comentários

Lançamentos