Para cada leitor um livro... Diana Palmer.


Hoje o blog conta com a presença da querida Suelen, do blog Romantic Girl. Especialista e conhecedora formada em Diana Palmer, ela nos brinda com um super texto de defesa de sua diva dos romances.
Eu também sou uma apaixonada pela autora e adorei cada palavra e dica.

Seja bem-vinda Suelen!

Olá, românticos de plantão! Estão curtindo a festa no "Sempre Romântica"? Dancei muito no baile dos estilos literários que está acontecendo por aqui, por isso resolvi sentar um pouco e descansar os pés. Que tal puxar uma cadeira e se sentar comigo? Há alguém sobre a qual eu gostaria de falar, uma autora muito especial que tem uma cobertura de luxo dentro do meu coração: Diana Palmer (ou, titia Palmeirão, como gosto carinhosamente de chamá-la).

Parafraseando Jane Austen, é uma verdade universalmente conhecida que Diana Palmer é o tipo de autora “ame ou odeie”. Eu costumo dizer que perco a coerência quando se trata dos livros dela. Por quê? Bom, porque só nos livros delas aceito situações que simplesmente não tolero em outros livros. Sei que, por mais espinhento que seja o caminho, o destino final valerá a pena. Seus livros parecem que foram escritos sob medida para mim. E sempre consigo me identificar com pelo menos um aspecto em cada história.

Uma das coisas que mais gosto é a presença da família. Ela sempre tem um destaque especial, sejam por aqueles que têm uma boa família, ou por aqueles que desejam fazer parte de uma. Outra coisa que adoro é o momento da redenção, aquele maravilhoso instante em que os mocinhos quebram a cara ao perceber o tamanho da burrada que fizeram. Consigo ler numa boa as maiores "ogrisses DianaPalmerianas", pois sei que no final terá esse momento deixa-eu-correr-atrás-do-prejuízo, que só a titia Palmeirão sabe escrever. E, claro, não posso deixar de citar as pegadas que os mocinhos criados por ela têm. Todos exalam masculinidade. Se bobear, é capaz de engravidarem a mocinha só pelo olhar, benza Deus, kkk.

Eu poderia continuar destacando o que amo nos livros da Diana Palmer, mas essa frase realmente define o sentimento: "Para cada leitor o seu livro" e para essa leitora, os livros da Diana Palmer têm o encaixe perfeito de seu coração. Talvez você possa até pensar que os livros dela são todos iguais. Mas se olhar um pouco mais atentamente acabará descobrindo que não apenas para cada leitor há um livro ideal, como também para cada leitor há um livro ideal da Diana Palmer. Duvida? Então trate de puxar sua cadeira um pouco mais pertinho de mim que vou te mostrar.

Vamos começar pelo mais clássico. Se você gosta de livros com cowboys, as histórias da Diana Palmer estão recheadas deles, principalmente a série Homens do Texas. Se gosta de milionários, então me deixe apresentá-la ao Matt Caldwell, de "Entregando o Coração". Mas se prefere o de estilo povão, sem a menor fineza ou tato para se apresentar socialmente, Carson Wayne de "A Noite dos Prazeres" é o seu homem. Ele parece o Petrucchio, saído direto da novela "O Cravo e a Rosa" para tirar a paz da mocinha. É diversão garantida!

Agora me respondam: tem como resistir a um mocinho médico? Louise Blakely e Noreen Kensington não resistiram ao charme dos doutores Coltrain e Ramon Cortero de "Primavera de Amor" e "A Paciente", respectivamente. Mas se seu coração bate mais forte pelos homens da lei, "O Senhor da Paixão" e "Homem da Lei" são perfeitos pra você. Por outro lado, se também gosta dos machões armados, mas que não se importam de contornar um pouquinho a lei em prol de um bem maior, então os mercenários da série “Soldados da Fortuna” entrarão sorrateiramente em seu coração e quando se der conta, já estará totalmente rendida a eles. Mas se quiser chutar o balde de vez e mergulhar num romance com um anti-heroi, não deixe de conferir o ex-mafioso, agora homem de negócios duvidosos, Marcus Carrera de "Doce Desejo".

Quer descontrair e dar boas risadas? Os irmãos Hart alegrarão o seu dia com as confusões nas quais se metem em busca dos biscoitos caseiros que tanto gostam. Mas se quiser se emocionar, prepare o lencinho quando ler "Perigoso" e conhecer a tragédia que se abateu sobre a família de Kilraven. E já que estamos falando em lágrimas, temos mocinhas traumatizadas em "Homem da Lei" e "Sem Coração" e mocinhos com cicatrizes em "Forasteiro" e "Uma Mulher Para Amar".

Que tal um romance no escritório? Em "A Tentação do Desejo", "Além da pureza" e "Lobo Solitário" tem chefe que não resistiu aos encantos de sua secretária. Mas se quiser algo um pouco mais exótico, temos mocinhos índios em "Antes do Sol Nascer", "Deusa Proibida" e "Rosa de Papel", e até sheiks em "A Noiva do Rei" e "Lorde do Deserto". Falando nesse último, lá tem uma mocinha porreta: a Gretchen, que não leva desaforo pra casa e nem banca a donzela em perigo. Ao contrário, pega logo uma arma e vai pro campo de batalha, hehe. Outra mocinha sensacional é a Meredith Tennison, de "Dura Vingança". Depois de ser humilhada pelo mocinho e sua família, ela volta com tudo, rica e poderosa, para se vingar deles. E não recua, leva a vingança até o fim.

Não gosta de contemporâneos? Seus problemas acabaram, pois titia Palmeirão também escreveu romances históricos, como "Coração Selvagem", "Amelia" e "Nora". O quê? Nem presente e nem passado? Então que tal o futuro? A autora também tem uma série de ficção científica chamada "The Morcai Battalion". Vamos torcer para ser lançada aqui no Brasil também! #PublicaHarlequin

Se você é sempre romântica e gosta de mocinhos fofos que não negam o que sentem, não deixe de conferir "Febre de Paixão", "Artimanhas  do Amor", "Impiedoso" e "Valente". Se quiser ir mais além e ver um mocinho correndo atrás da mocinha o livro todo, "Romance Impossível" será o seu número. Agora, se curte um bad boy e é chegada num ogro, a autora sabe criá-los como ninguém. Apresento-vos o ogro-mor, Rodrigo Ramirez, de "Coragem" e J.B. Hammock, de "Avassalador". Esses aí abusaram do direito de serem ogros-jumentos-cavalos-do-caramba, mas Jacob Cade e Ted Regan de "Uma Noite Mágica" e "Adeus ao Amor" também não ficam atrás.

Mas se pra você o que interessa mesmo é a pegada do mocinho, também temos hot aqui. É impossível não se lembrar do créu na mureta protagonizado por Cord Romero, o auto-intitulado homem do esperma potente, e Maggie Barton em "Agonia e Êxtase". Sem falar no Cash Grier, o homem do contra (contra a mesa, contra a parede, contra o sofá…) de "Renegado". Prepare o ventilador e o balde de água fria, pois eles pegam fogo!

E Diana Palmer ainda traz muito mais: tem casais com um passado mal resolvido, tem ex periguete infernizando a vida mocinha, tem mocinhas ingênuas (e como), tem aquelas que partem pra conquista, tem mocinho que só vê a mocinha como irmã, tem aqueles que dizem odiar as mulheres, mas que quando encontram a mocinha caem de quatro por elas e tem até mocinho que sequestra a mocinha.

Enfim, não importa o seu gosto literário: tem um livro da Diana Palmer feito especialmente para você. É só uma questão de encontrá-lo! Que tal aproveitar as dicas e começar hoje mesmo?

************************

Leninha, foi uma honra ser convidada para fazer parte dessa festa! Parabéns a você e ao seu blog. Que venham muitos e muitos anos mais de sucesso pela frente! Sãos os desejos sinceros dessa Romantic Girl aqui para essa Sempre Romântica aí!
=)
Suelen.

30 comentários:

  1. Ei meninas

    Tai uma em que eu não conheço nada e foi uma aula hahaha. Ainda não li nada da autora, todas as fãs de romance elogiam tanto, tenho que ler algum.

    bjs

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Nanda, leia um livro dela.... Tenho certeza que algum conseguirá te conquistar!!!

      =)

      Excluir
  2. Nem tô, eu quero é Cavalgadura pra leeeeeer!!! ADORO os ogros da DP, mas com resquícios de matar um deles. kkkkkkkkkkkkkkkk.

    Bjs, Su, sua linda!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oh, Carlinha... essas cavalgaduras que tanto amamos ainda nos levarão à loucura, kkkkkkkk

      Excluir
  3. Ouço falar muito de Diana Palmer, preciso ler... Acho que vou gostar... Ágora vou escolher por qual começar. Adorei seu texto Su!!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oh, Cinthia opções é que não faltam! Tem pra tudo qnto é gosto, hehe!!!! Eu adoro todos eles!!!!! \o/

      Excluir
  4. Adoro Tia Didi... dos sitados no texto li apenas Renegado... acho que só li os livros dela que não marcaram mt... sempre que vejo algo dela, compro... simplesmente amo... até o livro mais fraquinho é ótimo... Minha leitura desta semana é dela... ;)
    http://livrosromanticos.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ah, tem vários outro livros que eu queria ter citado.... Na verdade, tive que cortar alguns, senão o post ficaria enooorme, kkkkk A titia Palmeirão arrebenta, né?! Adooooro!!!!

      Excluir
  5. Não conheço ninguém mais além da Su para falar sobre os livros da Diana Palmer, ela é uma especialista sobre isso... Qualquer dúvida sobre os livros da Diana perguntem a ela, é o que eu sempre faço rsrs...
    Assim como muitas, amooo os livros da Diana. Amo o momento eu-correr-atrás-do-prejuízo, como a Suelen chama.
    Bjos,
    Any.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oh, que isso.... sou só curiosa mesmo, hehe. Ah, sim, esses momentos de correr atrás do preju são os melhores!!!!! \m/__(O.o)__\m/

      Excluir
  6. Oi Leninha, oi Su!!

    Bendita a hora em que procurei a "ordem correta dos Homens do Texas" no Google e fui apresentada ao Romantic Girl, dessa que se tornou uma querida amiga virtual ♥

    Suelen, admiro a conexão que você tem com a obra da Diana Palmer e sua memória de elefante para se lembrar de cada detalhezinho dos livros da autora. Cada resenha sua me diverte imensamente e vou guardar esse post com as indicações, porque ainda não li vários desses.

    Parabéns pelas postagens Leninha, estão ótimas =)

    Beijos... Elis Culceag. * Arquivo Passional *

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ah, a memória não é tão boa assim... Tenho arquivos no PC pra me ajudar a lembrar, kkkkk
      Mas sim, durante a leitura, é inevitável não lembrar de algum detalhe de livros passados. posso até não lembrar exatamente como era a coisa, mas sempre que leio um livro da DP, leio com papel e lápis do lado (SEMPRE) e vou anotando tudo, tipo "conferir página ###" ou "Personagem citado de outro livro: fulano de tal", coisas assim, rs... Até pouco tempo ainda tinha muito desses papéis aqui... uma bagunça só, kkkkk

      Excluir
  7. Ainda não li nada dessa autora e realmente, em se tratando de Diana Palmer, com certeza acharia fácil um livro sob medida para mim, senão vários......Adorei as inúmeras dicas e com certeza vou iniciar a leitura.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ana, espero que vc goste dos livros dela tanto qnto eu! Sabe, ler titia Palmeirão me faz muito feliz!!!!

      Excluir
  8. Amei Suelen !! Bem amo os ogros maravilhosos da tia Di ! Alguns mais outros menos , mas já passei momentos fascinantes com muitos deles ! Bjs

    ResponderExcluir
  9. Ainda não li nada dessa autora mas só de saber que ela tem livros para vários gostos literários me deixa louca pra saber qual se encaixaria comigo. Essa mulher é demais, adorei as dicas. Já estou indo comprar alguns...
    Beijos
    the-universe-of-books.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  10. Ketlen, tenho certeza de que encontrará algum que será a sua cara!!!!! \o/

    ResponderExcluir
  11. Adorei a resenha. Relembrei cada heroi e heroina. Cada romance. Cada risada que dei ao ler um livro da Palmeirão... E bateu aquela saudade de ler TUDO de novo. Bem, meu fim de semana será apaixonante...kkkkk

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ah, eu tb fui reler alguns livros dela.... me deu uma saudade... rsrsrs.....

      Excluir
  12. Suelen, nem preciso dizer da minha relação "te odeio, te amo" com a titia Diana Palmer, né? Os perdões remix de meia tigela me estressam profundamente. Mas quando ela cria uma Gretchen, Meredith, Morie, Dutch e, acima de tudo, Cash tudibom Grier eu até perdoo todo o sofrimento que ela me causa hahaha

    Ótimo texto! Bacci :D

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olha, eu preciso conhecer a Morie.... já ouvi muito sobre ela, hehe!!!!
      Só titia Palmeirão pra fazer isso com a gente: ir do amor ao ódio em 1 segundo, kkkkkkkkkk

      Excluir
  13. Meus books do céu!

    QUe post mais lindo meudeuso!!! PARABÉNS!!! Vai ficar pra sempre como consulta pra mim.

    Vc é uma fofa, sempre que preciso me consultar com uma especialista em DP, chamo a supersu!

    COmo não amar a DP? Ela é tudo de bom e mais um pouco, mas amiga, vou te ser sincera , essa historia de série é pra acabar comigo!!! Pq eu perco um livro, pronto! Fico perdidinha!!! é a única reclamação que eu tenho.

    Que lancem mias livros independentes!


    bjo fofa

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ah, obrigada!!!! E é verdade, essas séries me perseguem.... Mas se é DP, está tudo certo, hehe!!!

      =)

      Excluir
  14. Respostas
    1. Eu tb!! (Mas acho que ninguém percebeu isso, né?! tsc... tsc... tsc...

      Excluir
  15. Eu simplesmente adoro todos os livros dela fico faina da com as história, mas o irmãos com seus biscoito dei muita risada. Todos são lindos falta só o 50 e o 51 pra completar a série. Não consigo estes. Muito triste isso.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Vamos torcer para serem lançados por aqui o mais rápido possível!

      Excluir

Seu comentário é sempre bem-vindo e lembre-se, todos são respondidos.
Portanto volte ao post para conferir ou clique na opção "Notifique-me" e receba por email.
Obrigada!

Editoras Parceiras

Postagens Recentes

Visualizações

Últimos Comentários

Lançamentos