Something Wonderful - Judith McNaught

Olá pessoal, hoje trago para vocês a esfuziante, mas super cansadinha Tícia, com uma resenha maravilhosa. Como sempre!

Hoje ela nos brinda com a resenha de um livro da queridaça Judith McNaught, que para loucura dos fãs, ainda não foi publicado no Brasil. Realmente uma pena.
Mas vamos parar de conversa e zarpar direto para a resenha.
Com vocês...
Something Wonderful - Um amor maravilhoso - Judith McNaught 
Inglaterra, século XIX.

Enquanto retornava para casa após uma festa de aniversário, Alexandra Lawrence, uma corajosa e esperta garota de dezessete anos, moradora de um povoado local, se viu diante uma cena que jamais imaginaria: na estrada havia um homem com uma arma sendo apontada para seu peito, prestes a ser morto.
Valente e sem pensar em si mesma, Alexandra corre em seu auxilio, mas seus atos têm consequências desagradáveis. Para salvar sua reputação, Alexandra acaba sendo forçada a um casamento que não queria com o homem que ela salvou.
Ele é nada mais, nada menos que Jordan Townsende, o arrogante, rico e poderoso Duque de Hawthorne.
Façam suas apostas. Quais as chances desse casamento sobreviver? O que uma jovem pobre e inocente poderia oferecer a um dos homens mais libertino da Inglaterra?


NOTA: Something Wonderful - ou Um amor maravilhoso, como é conhecido por muitos - ainda não foi publicado no Brasil. E pelo que eu sei, não tem nem uma previsãozinha miserenta por parte de alguma editora.

Entretanto, o mais hilário é que este é o segundo livro da Série Sequels, precedido por Agora e Sempre e sucedido por Alguém para amar, ambos já publicados por aqui.
Sim, também estou tentando entender a lógica disso.
E pra fomentar ainda mais o desgosto geral: A história de Something Wonderful é P-E-R-F-E-I-T-A.
...
Choramos, ficamos histéricas ou partimos pro tumulto?
Estou anotando sugestões.

Depois de ler esse livro, não me importo de ser repetitiva, óbvia e de escancarar toda a minha insuficiência expressiva: que história linda, perfeita e emocionante. E, mesmo que me enxovalhem impiedosamente pela larga falta de imaginação... que amor maravilhoso entre Jordan e Alexandra!

Sempre qualifiquei um romance como memorável quando me distraio pensando nele nas horas mais improváveis. Ou então, quando me desespero ao ver as páginas correrem velozmente e me deparo com o final logo ali. Mas o pior mesmo é que nunca me sinto emocionalmente disposta a deixar os personagens seguirem suas vidas e partir pra outra história.
Tudo bem. Eu sei que isso parece papo de doido, mas faz total sentido pra mim.

Something Wonderful é mais um livro que vai para o espacinho dos ‘preferidos-tenho-ciúme-não-fala-dele-sem-minha-expressa-autorização’ e que me provoca aquela vontade insana de gritar descomedidamente que as editoras brasileiras estão doidonas por não o terem publicado ainda em terras tupiniquins.
Vai entender.

A história:

Jordan é o típico aristocrata da sociedade londrina do século XIX: cínico, desiludido, mulherengo e frio em seus sentimentos - mesmo sendo insultantemente lindo e apetitoso. Mas, ainda assim, como constatamos no decorrer da história, até que ele se saiu bem mediante a criação que teve. Já Alex é uma garota extremamente simples, do povão mesmo e sem grandes atrativos físicos.
Por aí já nos deparamos com extremos opostos. E isso é um negócio que eu adoro em romances porque dá uma coisada a mais na história.
OBS: o “coisada” está aberto a interpretações.

Bem, depois de um encontro improvável, os dois são obrigados a se casar. Porém, no meio do processo todo, Alex se apaixona por Jordan e demonstra claramente seus sentimentos por ele que, por sua vez, se vê encantado pela simplicidade da ainda garota de 17 anos. Mas, ao contrário dela, nem pensa em revelar qualquer afeto.

Dias depois do casório, no entanto, uma complicação cabeluda separa o casal e Alex, que via em Jordan um herói, entende que na realidade ele era um homem imperfeito, passível a erros e que, inclusive, não tinha intenção de viver como marido dela. Caindo o mito, Alex se torna desiludida e, tenta seguir sua vida.
Mais de um ano se passa, Jordan volta e os dois, entre “tapas e beijos” (essa eu busquei longe) vão se acertando.

O que eu adorei no casal foi o fato de eles claramente se amarem, mas lutarem contra isso das formas mais diversas. A necessidade que Jordan tem de recuperar a admiração, a devoção e o amor de Alex é tocante. E é comovente também, a necessidade de Alex de não se entregar novamente para não se magoar.
Nesse pé, é claro que os interesses dos dois se chocam e temos, nesse conflito, uma das mais lindas histórias de reconquista.
Só de relembrar, lá vai eu querendo reler o livro. De novo. Pela “perdi a conta”ª vez.

E diante de um livro desses, a única coisa que nós, pobres leitores, podemos fazer é criar tumulto. A princípio, podemos bombardear as editoras de e-mails. Se não der certo, podemos fazer uma passeata. Não deu certo? A gente monta barraca em frente aos prédios impedindo o acesso.
Ainda não deu certo?
Aí, colega... a gente já parte pra apelação.

Recomendo?
Pra ontem!
; )

16 comentários:

  1. TUMULTO!!!
    Definitivamente sou a favor do tumulto.
    Tícia querida, eu A-M-O qualquer livro da nossa Judith; todos são sensacionais, belíssimos, mocinhos e mocinhas maravilhosos, ótima escrita e por aí vai.
    Essa história não poderia ser diferente, igual à você, perdi o nº de vezes que reli os livros dela. Ai, ai, lindo (suspiros!!!!).
    Quem não leu ainda, não tem a menor idéia do que está perdendo, recomendadíssimo!

    Beijokas e ótima resenha viu!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Muito bem, Lu.
      Vamos criar o tumulto, então. Combinado. Eles verão o que é a fúria da população feminina diante de um livro desejado, mas não publicado.
      Nem me fala, tudo que Juju escreve é lindo mesmo. Eu sempre fico lembrando da história dias depois e é difícil engatar em outra.

      bjooooooo

      Excluir
  2. Eu acho um absurdo isso! Realmente esse livro é um dos melhores de Judith e um dos melhores que ja li na vida. Penso nele como uma novela ou seriado dos bons sabem?!
    Vamos apelar para alguma editora lançar ele e todos da Tia Judith ainda não lançados!! kkk

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Não é, Maraíse? Eu AMO Something Wonderful. Essa foi uma das histórias que mais me embasbacou até hoje.
      Eu já tô cogitando partir pra ignorância pq essas editoras estão precisando de um sacode. Será que eles não sabem o que vende, né?

      bjooooooooo

      Excluir
  3. Olha se deu certo por causa dos vinte centavos, estou começando a ter esperança que nossas editoras percebam que a "coisada" do público da Deusa do Romance, Judith McNaught, vai ser forte mesmo!
    Tícia, como sempre suas resenhas são adoráveis! Me diverti horrores lendo!
    Parabéns querida!
    Bjks

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Esse é o espírito da coisa, Sueli!
      Vamos esculachar geral pras editoras perderem o rumo. Aliás, eu já perdi minha paciência e tô querendo mesmo é coisar a cara desse povim.
      kkkkk
      Obrigada! ; )
      É sempre um prazer muito grande te ver por aqui.

      bjooooooooooooo

      Excluir
  4. Tícia a cada resenha você vem com uma palavra nova para florear nosso vocabulário rsrsrs,
    E olha que para "coisada" tem um monte de interpretações, minha mente voou longe .
    Também sou fã desta Deusa do romance que sempre me deixa deliciada e muitas vezes descabelada com as reviravoltas da trama.

    Essa história da passeata e apelação (que interpretei como um bons tapas ) estou dentro.
    Bjssss

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. PoiZé, Lôra,
      as palavras esquisitas surgem quando me faltam as normais. Daí, quem não tem cão, vai com gato mesmo.
      E bota descabelada nisso com as reviravoltas.

      Isso mesmo: apelação = supapo generalizado dentro de alguma editora. Vamos ver se no tranco eles não publicam Juju. kkkkkkkkkk

      bjoooooooooo

      Excluir
  5. Tícia, sua coisada

    kkkkk

    Que resenha mais que deliciosa!
    A JM é tudo de bom não é? Eu realmente não entendo o que as editoras brasileiras estão fazendo que não publicam mais os livros dela! Afff
    Vamos la! Partimos pra cima com tudo! Bora povão???

    Qto ao livrão: fiquei aqui suspirando....que coisa linda! Mais um pra minha mega lista!


    Bjjo e saudades!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Flá!
      Uai! Eu só posso concluir que essas editoras sofrem daquela doença estranha, tipo "sandice aguda". Ou sei lá o que é.
      Ô! Já tô providenciando alguns e-mails. Eles não sabem como eu consigo ser chata. É capaz de publicarem só pra eu parar de encher o saco. kkkkk

      Pode colocar na lista, a história é linda demais.
      bjoooooooooooooooooo procê tb, miga!!!!

      PS: tô sumida mesmo. Trabalhando demais, com um cansaço absurdo e com vontade de hibernar até 2014.

      Excluir
  6. Ei Ticia,
    Ótima resenha. Eu tenho os dois livros publicados aqui da Série Sequels, e tbm não entendo o porquê de não publicarem os livros na ordem.
    Vamos, sim, tumultuar a caixa de email da editora! rsrs

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Hérida,
      valeu! ; )
      POiZé. Eu realmente tento entender a lógica de não publicarem os livros de uma série na sequência, mas isso deve estar além da nossa compreensão de meros mortais.
      Isso! Tumultuemos de e-mail. Se não der certo... a gente pula passeata, barraca e vai direto pra apelação. kkkkkkk

      bjoooooooo

      Excluir
  7. Ai, Tícia, assim vc me mata e me deixa sem dinheiro...AMEI sua resenha, como sempre, e não pude aguentar e corri comprar o e-book em Inglês...VOU TER QUE LER ESTE AGORA, amo romance histórico...
    Bjs, querida e obrigada pela sugestão ; )

    ResponderExcluir
  8. Alguém tem o livro e poderia me enviar!? dicabh01@gmail.com

    ResponderExcluir
  9. Ticia ja sou sua fã...
    Os livros da JM são maravilhosos...
    E o jeito que vc nos apresenta sua resenha deixa td melhor....

    ResponderExcluir
  10. Ticia ja sou sua fã...
    Os livros da JM são maravilhosos...
    E o jeito que vc nos apresenta sua resenha deixa td melhor....

    ResponderExcluir

Seu comentário é sempre bem-vindo e lembre-se, todos são respondidos.
Portanto volte ao post para conferir ou clique na opção "Notifique-me" e receba por email.
Obrigada!

Editoras Parceiras

Postagens Recentes

Visualizações

Últimos Comentários

Lançamentos