Um imenso e indelével prazer!

Muitas pessoas encontram prazer em pequenas coisas; ir ao cinema, passear com a família no parque, ir em uma festa, tudo isso é muito bom e divertido, mas o meu maior prazer encontro na leitura de um livro. Não existe nada que me preencha, me realize, ou me complete mais do que uma boa leitura.

Ler um bom livro é como ter um universo nas mãos. Como é delicioso viajar sem sair do lugar, se sentir transportado para lugares onde só iria em sonhos, espaços no tempo onde só é possível chegar através da leitura.

Com um livro eu percorro universos e lugares jamais imaginados, mundos sobrenaturais e extraordinários; ambientes aterrorizantes, assustadores, mas nem por isso menos instigantes e com certeza, incríveis de se conhecer.

A história impressa em um livro abre portas, janelas, fendas, rachaduras... É difícil não se apaixonar e não se deixar levar pelos sonhos arraigados dentro dele. Nada mais gratificante do que iniciar uma leitura com todas as expectativas e ansiedades que precedem esse momento. São inenarráveis as emoções e surpresas que cada livro nos traz... e os finais? Sempre tão inusitados, coerentes, apaixonantes, totalmente lúdicos e únicos.

Um livro é mais que um amigo, amante, companheiro; ele às vezes é bem mais do que nosso mais desejado refúgio. Lá encontramos amores infinitos, paixões avassaladoras, personagens inesquecíveis, realidades abruptas e mais, muito mais.

Convido cada um a adentrar nas páginas de um belo romance, não importa qual, basta que ele tenha algo que te atraia; pode ser uma bela capa, um mote bem elaborado ou uma indicação de um amigo. Com certeza um mundo se abrirá à sua frente, e você vai se render.

Para os leitores, um conselho: nunca desista de uma leitura, ela pode não te atrair hoje, talvez você não esteja preparado para ela naquele momento, leia outro e depois volte. Um livro abandonado é um amigo esquecido, ignorado.

Todos os meus livros são companheiros me esperando para passear de mãos dadas por um mundo novo. E eu me entrelaço a ele e me deixo levar, a sensação é tão agradável quanto o vento nos cabelos num dia de sol.

E como é gostoso ganhar um novo livro, tê-lo entre as mãos, sentir seu cheiro, imaginar as emoções que iremos encontrar em suas páginas, nada mais prazeroso.

Eu vivia só num mundo simples, um lugar vazio e sem cores, até o dia em que um livro caiu em minhas mãos, um mundo se abriu para mim e desde então nunca mais os larguei. Sou o que sou graças a esse amigo inesquecível.

Leia um livro e descubra um mundo novo, leia um livro e aprenda mais de mil maneiras de ser feliz!

22 comentários:

  1. "Eu vivia só num mundo simples, um lugar vazio e sem cores, até o dia em que um livro caiu em minhas mãos". Essa frase soou perfeita para mim Leninha, que texto suave e transparecedor. Senti essa mesma emoção depois que encontrei o amigos chamado livro. Hoje em dia é muito complicado encontrar algo que supere tamanha alegria. :)

    ::De Frente com os Livros::

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Que bom que temos os livros como fieis companheiros não é Clóvis.
      Obrigada pelas palavras!
      Beijinhos.

      Excluir
  2. Ei Lena,

    Que texto lindo, concordo plenamente.
    Engraçado que quem não gosta de ler como a gente não entende, vejo tanta gente falando comigo que estou perdendo meu tempo com ficção, que é um absurdo deixar de ir a algum lugar para ficar lendo etc. Dou uma banana para todos, mas mesmo assim é um saco tem hora hehe.
    bjs

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Sofro disso dentro do meu próprio lar. Meus pais não entendem porque leio, principalmente meu pai que acha que recebo dinheiro para ler, só assim ele entenderia porque leio tanto.
      Pode uma coisa dessas? Ler por prazer não pode, mas se ganhar dinheiro, pode!

      Excluir
  3. Ótimo seu texto Leninha, ele passou tudo que penso sobre meus amados companheiros.
    Quem critica não tem noção do conhecimento que os livros nos trazem, não digo somente de conhecimento culto mas também de conhecimento humano, eu me considero uma pessoa muito melhor hoje do que antes de me tornar uma leitora assídua, amadurecimento, entender melhor os sentimentos do outros, ser menos ansiosa e aprender a curtir a vida são algumas das coisas onde a leitura foi e sempre será decisiva na minha vida.

    Abraços
    Josi


    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Concordo com tudo que você disse Josi, assino embaixo!

      Excluir
  4. Livros é uma das poucas, senão a única que me salva do tédio do dia-a-dia.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. É sempre bom ter um lugar para fugir , não é?!
      Abraço!

      Excluir
  5. Leninha,

    Seu texto é uma fonte de expiração para nós leitores compulsivos. Os livros nos levam a mundos e lugares desconhecidos. Amo ler.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada Eliana e faço minhas suas palavras!
      Beijos...

      Excluir
  6. Oi, Leninha.

    Você descreveu exatamente o que eu sinto quando me transporto para o mundo da leitura. Minha avó paterna sempre amou ler e passou essa paixão p/ mim, assim como minha mãe.

    Não há nada que pague nosso autoconhecimento, porque não há nada mais engrandecedor do que a leitura.

    Tenho muitos amigos que não cultivam esse hábito, o que é uma pena, porque não sabem o que estão perdendo e ainda acham ruim que eu amo ler. Tem horas que essas atitudes me revoltam.

    Tem um provérbio hindu que coloquei no layout do meu blog que define bem o que é o livro:

    "Um livro... aberto, é um cérebro que fala; fechado, um amigo que espera; esquecido, uma alma que perdoa; destruído, um coração que chora."

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Amei suas palavras Carlinha, e amo essa frase do seu blog, nada mais verdadeiro!
      Beijos.

      Excluir
  7. Leninha vc disse tudo! vou até pegar um pedacinho e por no face.

    E a questão de sofrer é a cruz q toda leitor(a) voraz tem que carregar, é praticamente uma caso de bullyings rsrs

    Meus filho e marido me deram até uma apelido "ledorme" dizem q eu ou estou lendo ou dormindo kkkkkk

    Mas não falam nada do lavar-passar-cozinha-limpar-arrumar-estressar da mamãe aqui danados.

    A leitura é meu Prozac, a vida é mesmo mais colorida com os livros.
    bjussss

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Então é isso, sofremos bullying literário, rs.
      Eu era chamada de LENO, e não lena, kkkk
      Beijos!

      Excluir
  8. Meu mundo era totalmente normal e sem graça. Posso dizer que ainda sou novata em relação a livros. Não conheço muitos e sempre estou procurando novidades, fora os livros que já me conquistaram e viraram meus xodós. A questão que cada historia que leio, eu fico fascinada, encantada. É um prazer que não tem como explicar direito.Eu gosto dos meus sentimentos bagunçados por causa do personagem, choro de emoção, fico com raiva e brigo com eles. Fico feliz quando o livro cumpri o que prometeu e até dou de advogada dos personagens. Muita gente pode ate achar loucura, mas é tão gostoso descobrir um segredo nas páginas de um livro. Eu não consigo imaginar minha vida sem livros.

    Bjos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Assino embaixo do que você disse Kênia, também não sei o que seria de mim sem meus livros!
      Bjs

      Excluir
  9. A cada parágrafo eu lembrava de um livro lido e a saudade só aumenta. Vontade enorme de dar uma viagem com os meus guerreiros. >;<
    Eu fico muito feliz por ter começado a ler! Antes não gostava e achava que as leitoras eram problemáticas. HSUAHSUAHSA ;x
    www.nyasmim.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Acredito que em algum momento, num universo paralelo eu deva ter pensado que poderia ser anormal quem gosta de ler, mas não, nunca aconteceu comigo.
      Ler foi meu primeiro grande desejo na vida, lembro de mim pequena tentando decifrar sozinha aquele emaranhado de letras, tentando desvendar seus mistérios.
      Depois que descobri, nunca mais parei!
      Beijos Yasmim!

      Excluir
  10. Leninha, que texto delicioso *-* Não encontro prazer apenas nos livros, mas certamente um dos maiores prazer que tenho na vida é a leitura! Nada como pegar um bom livro e se aventurar pelas suas páginas :)

    Quem não tem esse hábito, não sabe o que de maravilhoso está perdendo!

    Beijos,
    Nanie

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. *-* Nanie linda do meu coração, faço minhas suas palavras: Quem não tem esse hábito, não sabe o que de maravilhoso está perdendo!
      Beijos!

      Excluir
  11. Realmente o prazer que a leitura de um livro nos dá é algo que interessante. O mesmo livro pode trazer diferentes formas de prazer para milhares de pessoas. É a mesma história sendo lida e sentida de várias maneiras.
    Bjs, Rose.

    ResponderExcluir

Seu comentário é sempre bem-vindo e lembre-se, todos são respondidos.
Portanto volte ao post para conferir ou clique na opção "Notifique-me" e receba por email.
Obrigada!

Editoras Parceiras

Postagens Recentes

Visualizações

Últimos Comentários

Lançamentos