Trilogia: Peça-me o que quiser - Suma de Letras

Quem me conhece sabe que não sou muito adepta à leitura de livros eróticos. Porém quando recebi esse email da Editora Suma de Letras para divulgar essa nova trilogia, eu sabia que precisava passar essa informação para os seguidores, amigos e admiradores desse gênero que vem acumulando fãs pelo mundo.


Forte, ousado, excitante.

Até onde você iria para satisfazer os desejos do homem que ama?

O verdadeiro sexo sem limites, em uma história de paixão e jogos eróticos não recomendada para menores.


Peça-me o que quiser 
(Lançamento setembro 2013)

Primeiro volume de uma trilogia, Peça-me o que quiser, da escritora espanhola Megan Maxwell, é um romance sobre desejo, paixão e erotismo sem limites. Lançada na Espanha em novembro de 2012, a trilogia é um sucesso de vendas no país, aparecendo em todas as listas de mais vendidos.
Com tempero latino e uma abordagem excitante, a autora conta a história da secretária espanhola Judith Flores e seu chefe, o alemão Eric Zimmerman, também conhecido como Iceman: um homem muito sério e com os olhos azuis mais intensos e sexies que ela já viu.
Recém-chegado ao comando da empresa Müller, antes dirigida por seu pai, Eric tem uma atração instantânea pelo jeito divertido de Judith e exigirá que ela o acompanhe nas viagens de trabalho pela Espanha. Mesmo sabendo que está se metendo numa situação arriscada, a ideia de estar ao lado de Iceman é irresistível. Com ele, a jovem viverá experiências sexuais até então inimagináveis, em um universo de fantasias eróticas pouco convencionais.
Conciliando sexo e romantismo na medida exata, Peça-me o que quiser é uma história de amor cheia de encontros e desencontros, na qual os jogos eróticos, o voyeurismo e o desejo de ultrapassar todos os limites do prazer são os grandes protagonistas.


Peça-me o que quiser agora e sempre 
(Lançamento novembro 2013)

Decidida a se afastar para sempre de Eric Zimmerman, Judith pede demissão da empresa Müller. Para se recuperar, decide se refugiar por um tempo em Jerez, com seu pai.
Desesperado com a partida de Judith , Eric vai atrás de seu amor. Ela resiste o quanto pode, mas a atração entre eles continua forte, e as fantasias sexuais mais vivas do que nunca.
Em Peça-me o que quiser agora e sempre, Judith terá que tomar a decisão mais difícil de sua vida. O que ela realmente quer? Viver sua paixão é tudo o que importa?  



Peça-me o que quiser ou deixe-me 
(Lançamento janeiro de 2014)

No último volume da trilogia, os protagonistas lutam para preservar sua relação.
Judith está adorando ter o Iceman só para ela, e os jogos eróticos dele continuam lhe dando prazer; Eric se sente o homem mais feliz do mundo e não pode imaginar sua vida sem seu grande amor. Mas os ciúmes e a superproteção do alemão são motivos de constantes brigas — Judith já não está tão certa sobre o futuro da relação.
Com Peça-me o que quiser ou deixe-me, Megan Maxwell conclui uma das sagas eróticas mais populares da Espanha.


Sobre a autora:
Megan Maxwell é uma reconhecida escritora do gênero romântico na Espanha. De mãe espanhola e pai americano, publicou vários romances, além de contos e relatos em antologias coletivas. Em 2010 ganhou o Premio Internacional de Novela Romántica Villa de Seseña e em 2010 e 2011 recebeu o Premio Dama de Clubromantica.com. Vive num vilarejo perto de Madri na companhia do marido, de seus filhos, seu cachorro, Drako, e seu gato, Romeo.


“Voyeurismo e erotismo versão flamenca.” – Woman

 “Megan Maxwell, autora veterana de chick lit, fez em Peça-me o que quiser sua incursão mais significativa no erotismo.” – SMODA

Confira o Book Trailer do lançamento Peça-me o que quiser

Conheça a hotsite especial da trilogia Peça-me o que quiser, AQUI.

O primeiro livro da trilogia já está em pré venda na Livraria Saraiva, não perca, compre logo o seu. 

16 comentários:

  1. Ei Lena

    Tbm não sou fã do estilo não, ontem li A bibliotecária só pq não podia deixar de ler este ne rsrs, mas achei bem mais ou menos tbm. Até hoje não teve nenhum que eu tenha amado.
    Este eu nem pedi, mas chegou um kit com uma almofada tão fofa lá em casa que até penso em mudar de ideia rsrs.
    bjs

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Pelo santo beijamos o altar, kkk
      Também recebi a almofada, linda mesmo. Agora falando da leitura, não sei se rola. Fiz o post apenas para mostrar aos fãs do gênero, espero que seja um sucesso!
      Bjs Nanda!

      Excluir
  2. Uma pena você não gostar do gênero, é tão bom.. Só espero ter resenha do livro por aqui! *-*
    Não gostei da capa, agora da sinopse e frases dos autores.. *hm muito bom*
    www.nyasmim.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Pode ser que role resenha, quem sabe a Tícia ou a Paty se animam, não é verdade?
      Beijokas Yasmim.

      Excluir
  3. Oi, Leninha!

    Minha experiência com livrinhos eróticos começa e termina com Bella Andre. Não li a trilogia "50 tons". Quanto a Bella Andre, eu gostei, mas nesses livrinhos sempre parece que falta alguma coisa, né? O primeiro livro, por exemplo, tudo acontece muito rápido com os personagens. Embora a série melhore no decorrer do tempo, ainda não virou uma das minhas favoritas.

    Já tinha ouvido falar dessa série da "Suma de Letras". Eu sei lá, o problema com esse livrinhos eróticos é que, desde a trilogia "50 tons", parece apenas mais do mesmo. Já reparou? Sei lá.

    Beijos,
    Inara
    {www.lerdormircomer.com.br}

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Li Bella Andre e consegui gostar, mas depois tentei outro e simplesmente desandou.
      Resolvi fazer esse post porque sei que muitos amigos curtem o gênero, e quem sabe alguma colunista resolva ler né?

      E com certeza é sempre mais do mesmo, porém tem quem goste!

      Excluir
    2. Concordo plenamente com você,ainda mais por ter acabado de ler a trilogia de 50 tons esses dias atrás,e agora que li o primeiro capítulo desse livro pelo um link que estava no facebook achei super parecido com o 50 tons Chritian Grey...e pelo "resumo" que tem atrás do livro vi que é mesmo muito parecido com a trilogia de 50 tons....não sei se compro ou não,comecei com esse tipo de leitura depois do 50 tons...vamos ver néh!

      Excluir
  4. Nossa, estes prometem ser mais ousados de 50 Tons....
    Não é muito meu estilo também, apesar de que tenho gostado da série da Bella Andre. Só acho que a Suma poderia ter caprichado mais nas capas...

    Beijoks amiga, saudade de você.

    Vanessa Meiser.

    http://balaiodelivros.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Parece mesmo.
      Eu gostei das capas, deu um ar de mistério.
      Beijos Van!

      Excluir
  5. Meninas, o livro é bom sim, de fato parece um pouco com 50 tons e Para sempre sua, mas é bem excitante, a leitura prende a gente porque é replete de acontecimentos inesperados. Vamos ao segundo...rsrs.

    ResponderExcluir
  6. Meninas, o livro é bom sim, de fato parece um pouco com 50 tons e Para sempre sua, mas é bem excitante, a leitura prende a gente porque é replete de acontecimentos inesperados. Vamos ao segundo...rsrs.

    ResponderExcluir
  7. Posso dizer, que o Livro Sempre Sua é uma cópia fiel, sem tirar e nem por, do "50 Tons"... mas o "Peça-me o quiser", tem um estilo parecido, mas o enredo é completamente diferente. Todos eles terão a idéia do homem poderoso, lindo, sexy, másculo e a mulher sempre mais frágil, independente financeiramente, mas dependente de amor e segurança e que se encontram de maneira atabalhoada... (Tudo se retratando nos antigos livrinhos que existiam com nomes de: Sabrina, Julia, Bianca... só não eram tão picantes)

    ResponderExcluir
  8. E afirmo que eu adorei o "Peça-me o que Quiser"... Não vejo a hora de ler o Volume II

    ResponderExcluir
  9. Também não sou fã do gênero, mas de vez em quando arrisco uma leitura. Acho que nenhum pode ser pior do que 50 Tons...rs. No fim é tudo muito parecido mesmo, mas pode render boas risadas (rio muito com certas cenas). :)

    ssentrelivros.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  10. Adoro romances eróticos. Adorei 50 tons, detestei Para sempre sua (muito repetitivo, não tem um final concreto...Ao meu ver, uma copia triste e infeliz de 50 tons). Estou gostando muito de Peça-me o que quiser e acho bem diferente de 50 tons. Concordo em gênero, número e grau com a minha chara Cíntia Maxx, quando retratou essa trilogia. Quanto aos de Bella André, acredito que quem ta acostumado com 50 tons e peça-me o que quiser, vai achar um pouco sem graça mas, até aparecer outra trilogia picante dá pra ir se entretendo com eles (rsrsrsrsrsrs). Um dica, os livros de Peça-me o que quiser estão sendo vendidos na forma digital pelo site da saraiva. Inclusive já se pode comprar o volume III de Peça-me.

    ResponderExcluir
  11. Ahh eu quero MUITO SER A GANHADORA DA PROMOÇÃO...
    Escolhe eu rsrsr
    Já sentindo o cheiro das paginas do livro

    ResponderExcluir

Seu comentário é sempre bem-vindo e lembre-se, todos são respondidos.
Portanto volte ao post para conferir ou clique na opção "Notifique-me" e receba por email.
Obrigada!

Editoras Parceiras

Posts Recentes

Visualizações

Últimos Comentários

Lançamentos