Easy - Tamara Webber

É lançamento? A Tícia está lendo. É sucesso? A Tícia já leu. E se gostou, ela compartilha!
Com vocês mais uma resenha da minha colunista queridaça, que hoje nos brinda com um sucesso de vendas, um super lançamento que tem feito a cabeça da mulherada.

Ele não podia ficar de fora do Sempre Romântica. Vamos lá, leia e se delicie!


Easy - Tamara Webber

Quando Jacqueline segue o namorado de longa data para a faculdade que ele escolheu, a última coisa que ela espera é levar um fora no segundo ano. Depois de duas semanas em estado de choque, ela acorda para sua nova realidade: ela está solteira, frequentando uma universidade que nunca quis, ignorada por seu antigo círculo de amigos e, pela primeira vez na vida, quase repetindo em uma matéria. Ao sair de uma festa sozinha, Jacqueline é atacada por um colega de seu ex. Salva por um cara lindo e misterioso que parece estar no lugar certo na hora certa, ela só quer esquecer aquela noite — mas Lucas, o cara que a ajudou, agora parece estar em todos os lugares. A atração entre eles é intensa. No entanto, os segredos que Lucas esconde ameaçam separá-los. Mas eles vão ter de descobrir que somente juntos podem lutar contra a dor e a culpa, enfrentar a verdade — e encontrar o poder inesperado do amor.



Eu sou o tipo de leitora que vive fases literárias. Cada época desando a ler um determinado estilo e saio me empanturrando dele como se não houvesse amanhã. Daí, quando enjoo do negócio todo, sigo adiante e reinicio o processo com outro tipo de leitura.
É fase de romance histórico para um lado, fase de romance contemporâneo para outro, é um tal de só ler chick-lit ou drama, distopia ou policial e, acredite, até mesmo a vampirada ganhou seu lugar ao sol.

No momento estou empolgadamente inclinada para os “new adult/youg adult”. Tudo quanto é coisa desse tipo que aparece por aí, lá estou eu abocanhando de maneira bastante efusiva. Easy, um dos meus favoritinhos-intocáveis-morro-de-ciúme-não-fala-mal-dele-que-eu-me-espalho, é exatamente isso, um new adult.

E para quem se irrita (como eu) ou se perde nesse monte de nomenclatura literária inventada por esse povo que precisa urgentemente de uma trouxa de roupa pra lavar, aí vai uma definição bem concisa: romance “new adult” é aquele tipo de história em que os personagens têm entre 18 e 20 e poucos anos e começam a viver as mudanças e dramas que a maioridade impõe. Em outras palavras, é o período transitório quando todo mundo larga a barra da saia da mãe (ou não) e vai aprender que, nesse mundo cão, o buraco é mais embaixo.
Por aí.

No meu último post aqui no blog - o que falava das Nove doenças literárias (Tag - Silk / in  Book) -, eu encaixei Easy no “período menstrual”, ou seja, um livro que li várias vezes e o faço com frequência.
Bem...  eu já li Easy três vezes.
Não demora muito, lá vou eu pra quarta. E te garanto que até nosso bom e velho 2013 passar dessa para melhor, devo chegar à incrível marca de meia dúzia.

É, eu sei. Isso pode não fazer sentido para quem está se afogando perigosamente em uma pilha extra GG de livros que aguardam sua vez, mas o que eu posso fazer se amo essa história? E quando eu amo uma história, é impossível impedir meu lado obsessivo de ler um mesmo romance incontroláveis vezes.

Não sei se já aconteceu contigo de alguns livros serem seus favoritos, mas se você pudesse, até trocaria uma coisinha ou outra. Tipo, estapear com mais empenho um vilão, fazer um mocinho sofrer o Hades na terra porque pisou na bola, dar uma pitadinha de alguma coisa no enredo ou, quem sabe, esculhambar alguns personagens pra ficarem mais espertos.

Com Easy isso não aconteceu. Gostei de tudo, tudão mesmo. Do drama, dos conflitos, das brigas, dos personagens secundários e dos mocinhos.
Aliás, eu adorei a Jacqueline porque ela é uma personagem centrada, simpática, com zero de frescura e chilique. E de besta ela não tem nada. Já o Lucas... bem, não vou nem entrar no assunto gostosura porque eu não tenho modos para falar de um mocinho como ele. Porém, professo aqui minha queda pelos atormentados, caladões e misteriosos. Falou que tem um traumazinho, lá estou eu babando horrores.

‘É clichê’ ou ‘é só mais do mesmo’ ou sei lá mais que defeito podem arranjar pra EASY?
Pode ser para muitos, mas, para mim é uma história linda, gostosa e que acabou muito cedo. Deveria ter mais umas centenas de páginas.

Porém, vale lembrar que essa é a opinião de quem adora o gênero new adult e histórias com personagens centrados e relações mais equilibradas, como é o caso em Easy. Aqui não há aquele rompante louco em nome da paixão ou um bad boy ensandecido (sim, isso foi uma indireta para Belo desastre que, mesmo sendo impiedosamente massacrado por mim, conseguiu cair nas minhas graças).

Em outras palavras, pode ser que você não goste muito se não for fã do gênero. Pode ser também que você ache exagero meu porque já leu coisas muito melhores. Pode ser que você goste das histórias mais impetuosas. Pode ser que você não esteja na fase “nem adult”, sei lá.
Eu amei e já estou esperando a versão do Lucas, que Tammara está escrevendo nesse exato minutinho, segundo o que ela disse no Face.
Sim, já surtei.

Recomendo?
Com suspiros e louvor!
; )

23 comentários:

  1. Bom dia, querida.
    Não peguei esse livro para devorar porque sofro de uma coisa chamada "FALTA DINHEIRO PRA TUDO QUE É LIVRO QUE EU QUERO LER" xDDD
    Mas todos blogs que sigo estão falando constantemente bem desse livro que pelo jeito caiu nas graças do povo.E devido tanta insistência vou entrar na trama de Jacqueline.
    Sua resenha ficou muito boa e garanto que ganhou um pontinho a mais para esse livro (Y)

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Caroline,
      é nóis! Falta de dinheiro é comigo mesmo. Principalmente pra comprar essa livrariada ótima que estão publicando. Não tem jeito, a solução vai ser assaltar um banco mesmo.
      O livro é ótimo, lindo e eu sou suspeitíssima pra falar dele.
      bjoooooooooo

      Excluir
  2. Ei Tícia,

    Você já leu Química perfeita? ele é mais YA do que NA, mas um YA sem as bobeiras todas do aborrecentes. É clique, mas li esta semana e achei tãoooo fofo, amei.
    EASY está na fila, estou louca para ler, mas não deu tempo ainda.
    bjs

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Aaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaahhhhhh Fernanda!..... (suspiro)
      Química perfeita é meu xodozinho, meu cut cut, um dos meus top favoritos. Eu sou totalmente apaixonada por ele.
      Leia Eassy, vc vai amar.
      bjooo

      Excluir
  3. Haha vo6e é como eu, eu também estou nas fases!
    Eu estava na fase new adult e estava de ressaca literaria após ler belo Desastre, mas agora voltei aos romnces históricos.
    Este livro e Métrica são meus desejados do genero, não vejo a hora de lê-los!

    beijos
    tamigarotaindecisa.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Ariadne,
      nem me fala. Esse negócio de fase é uma graça pq eu acabo ficando bloqueado com os outros estilos. kkkkk
      Easy e Métrica são perfeitos, pode ler, vc vai amar os dois.
      bjooooooooooooooo

      Excluir
  4. Sou fã de New Adult, simplesmente AMO Easy, foi amor a primeira leitura, rsrss. Gosto de tudo também, a história é maravilhosa, os personagens apaixonantes.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Ale,
      Easy, pra mim, foi amor à primeira, a segunda a terceira e daki a pouco, à quarta leitura. (Eu sei, tb achei a piada péssima)
      Os personagens são apaixonantes mesmo. Até o ex da Jack, embora seja um cretino em muitas ocasiões, teve seu lado legal, né?
      bjoooooooooo

      Excluir
  5. Olá!!!, Deus te abençoe,amiga bom final de semana o seu blog é maravilhoso, continue assim, S-U-C-E-S-S-O
    Já estou te seguindo, aguardo a retribuição.
    Canal de youtube: http://www.youtube.com/NekitaReis
    Blog: http://arrasandonobatomvermelho.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  6. Oi Ticia,
    Ainda não tenho este livro. Quero lê-lo mas não sei quando para dizer a verdade, ainda estou numa ressaca literária por causa do Travis, estou tentando recuperar com Qhuinn da Irmandade( outro que sei que vai me deixar do mesmo jeito) e ainda tem a versão do livro do Travis. Para ser bem sincera acho que só vou sarar depois que eu ler o segundo livro dele. Por isso eu vou atrás dessa historia depois que me recuperar.
    Bjos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Kênia,
      eu te compreendo. Tenho ressaca literária o tempo todo. kkkkk
      Vc ainda não leu a versão do Travis? É muito boa. Pra mim foi melhor que Belo desastre.

      Já Easy... demora a ler não, tá? rsrsrs
      bjoooooooooo

      Excluir
  7. Como eu disse na postagem da tag eu quero ler Easy, estou esperando um milagre acontecer na minha conta bancária pra eu poder fazer isso sem correr risco de aparecer no spc.
    Eu digo que cada um vê o tema que quer, eu não vejo isso, pego o livro e pronto. SHUASHA SE eu não gostar, eu já comecei e não vou largar, exceto o livro do Sidney Sheldon que abandonei. :x
    É a mesma coisa que 50 tons, Crepúsculo, ou qualquer outro livro que ganhe um pouco mais de atenção.. sempre tem o grupo que não gosta. u.u'
    "Tammara está escrevendo nesse exato minutinho, segundo o que ela disse no Face. Sim, surtei" HSUAHSAUSH euri e no exato momento não posso. Estou me recuperando de 2 dias sem comida, febre, diarreia...coisa de louco. :D

    Bom fim de semana e boa leitura!!
    www.nyasmim.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi YasmiMMMMMMMMM (guardei, viu? rsrsrsrs)

      no dia que eu consegui deixar minha conta bancária rechonchuda, alguma coisa bem improvável vai acontecer nesse mundo. Tipo, eu deixar de comer chocolate.

      Se eu não gostar de um livro, ou eu abandona sem piedade ou termino de ler pra fazer uma resenha massacrando o dito cujo.
      Não é ruindade, é tolerância zero. rsrsrs

      bjooooo e melhoras pra vc!

      Excluir
    2. Eu fico feliz que tenha pelo menos o dinheiro pra comprar 1 livro por mês que não deixe outra conta atrasada, saca? JSAHSUAHS isso já seria um milagre pra mim!
      EU fico muuuuuuuito feliz que você tenha guardado, eu tenho grande problema com esse nome complicado, sabe? :/
      Obrigada, estou conseguindo comer porque estou tomando Digesan e assim eu não fico enjoada.. terça-feira tenho consulta com o clínico pra ver se a gente consegue descobrir o que eu tenho.. ^^" beijos e boa semana!

      Excluir
  8. Ahahaha sua resenha está ótima, adoro esse toque pessoal que alguns resenhistas colocam em suas frases. E como você gostou de tudo, "tudão" mesmo vou adiantar minha leitura de Easy para Setembro. Lucas pelo visto conquistando muitos corações adoidado rs gostei dos seu ponto de vista.

    Beijos,
    Jhey
    www.passaporteliterario.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Jheyscilane,
      eu sou suspeita. Pra mim, todo mundo lia Easy ontem.
      Pode adiantar, vcvai gostar pq a história é ótima.
      (Lucas? É melhor eu ficar quieta)
      bjoooooooooooooo

      Excluir
  9. Tícia minha linda,

    Esse livro ainda não li...maaaaaas depois de todos esses desenfreados elogios corrigirei isso hj msm rsrs

    Mas te confesso os que li desse gênero não abalou bangu comigo.

    O único problema é se o Lucas for tudo isso, vc vai arranjar uma concorrente e posso ser muito má quando quero rsrsrs.

    E deixa te indicar um livro (Sete dias sem fim) li essa semana, e amei. Bem diferente de tudo q esta saindo ultimamente.
    bjussss

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Lôra,
      é, quando a gente não se liga muito no gênero é difícil gostar muuuuito das histórias.
      Mas acredito que mesmo vc não sendo muito chegada em new adult, pode ser que por Easy vc se apaixone.
      Então a gente arruma uma briga pelo Lucas. kkkkkk
      Sete dias sem fim?
      Tá anotado, valeu a sugestão.
      bjooooooooooooo

      Excluir
  10. Tícia, eu acho incrível que você já tenha lido o livro tantas vezes em tão pouco tempo!
    Entretanto, com certeza não é à toa! Até porque o livro figura entre os mais vendidos e está super bem cotado em tudo quanto é resenha que leio!

    Com tanta crítica positiva, fico morrendo de vontade de conferir a história!

    Beijos,
    Nanie

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. PoiZé, Nanie.
      De janeiro (quando li a primeira vez) até hoje, foram 3 vezes. Deve ser algum tipo de obsessão pela história que me faz reler o bixim desse jeito. rsrsrsrsrsr
      Pode ler, Nanie, é muito bom.

      bjooooooooooooo

      Excluir
  11. Oi, Tícia.

    Eu li a versão em e-book e agora estou fazendo uma releitura só que dessa vez do livro impresso. Como disse, eu também tinha que ler o "bixim" só que impresso. Um delicia como o Lucas não poderia ficar de fora da minha estante.

    Beijos e Até o próximo post!
    Lu Apaixonada por Romances

    ResponderExcluir

Seu comentário é sempre bem-vindo e lembre-se, todos são respondidos.
Portanto volte ao post para conferir ou clique na opção "Notifique-me" e receba por email.
Obrigada!

Editoras Parceiras

Postagens Recentes

Visualizações

Últimos Comentários

Lançamentos