O Resgate de um Homem - Anne Gracie

Mais uma resenha da Nanda aqui no seu cantinho, hoje com vocês: O Resgate de um Homem - Anne Gracie.

Sinopse:
Inglaterra, 1812.

Sequestrada por uma velha Aristocrata! Kate Farleigh recusara a oferta de ajuda de lady Cahill. Surpreendentemente, acabara seqüestrada e conduzida, em uma suntuosa carruagem, para uma cidade distante. As razões desse ato tornaram-se claras ao encontrar o enigmático Jack Carstairs, neto de lady Cahill.

Jack fora ferido na guerra, deserdado pelo pai e abandonado pela noiva. Desiludido, refugiou-se naquela propriedade para distanciar-se de todos. Mas Kate não aceitou tal reclusão, e resolveu arrancá-lo daquele mundo só dele! Jack, porém estava decidido a não permitir que Kate o tirasse de seu mundo particular, onde estava livre de quaisquer sofrimentos e emoções!

Esse livro eu li super rápido! Gostei do jeito que a escritora conduziu a história, pois não ficou cansativa em momento algum.

Jack, o mocinho da vez, foi bem castigado. Sofreu muito na guerra, tem uma cicatriz no rosto e uma perna que o impossibilita de fazer muitas coisas, dentre elas, cavalgar que é algo que ele gosta muito. O pai o deserdou antes de morrer, pois não queria que ele se casasse com Julia. Ao voltar da guerra, descobre que ela não quer mais se casar, pois agora ele tem cicatrizes, uma perna inválida e não tem dinheiro.

Enfim, com todas essas decepções, ele se isola em Sevenoakes e se entrega às bebidas. Então, sua avó, Lady Cahill, decide tirá-lo dessa depressão e vai visitá-lo. Antes, porém, ela sequestra a filha da sua afilhada, Kate Farleigh, que estava vivendo na miséria depois da morte do pai e irmãos na guerra.

A chegada das duas causa uma reviravolta na vida de Jack. Depois de muita insistência, Kate aceita ser apresentada à sociedade londrina, mas primeiro ela vai ficar seis meses na casa de Jack, com uma dama de companhia, é claro, para poder dar um jeito na casa, que está um abandono total.

Enfim, a partir daí começa o jogo de cintura de Kate para arrancar Jack do mundo de reclusão em que vivia... ao mesmo tempo em que tentava esconder o que tinha acontecido com ela na guerra. Um romance com uma narrativa bem elaborada e envolvente. Vale a pena ser lido.


8 comentários:

  1. Oi Nanda!
    Já queria ler esse livro, já faz um tempo, mas a minha lista só aumenta =D, depois de ler sua resenha fique com mais vontade ainda.
    Bjs

    ResponderExcluir
  2. Bastou ler "Inglaterra, 1812" para que minha atenção fosse totalmente capturada....Sou fã de um romance histórico e fiquei bem interessada em ler essa história.....

    ResponderExcluir
  3. Oi Nanda!
    *pausa para anotar o nome*
    Adoro romances históricos \o/
    Esse vai para a listinha de futuras leitura kkk
    bjs!

    ResponderExcluir
  4. Gosto de romances de época , acho as histórias interessantes por relatarem a sociedade e seus costumes. Nao conhecia esse, alias a anos nao lia romances da Harlequin, agora que estou voltando. Uma excelente dica esse livro. Bjos.

    ResponderExcluir
  5. Eu tô precisando de um livro desses para ler numa sentada só, Nanda!
    Esse parece ser bacana :)

    Beijos,
    Nanie

    ResponderExcluir
  6. Não curti muito o livro já q não sou fã de romance de época, mas quem gosta do gênero vai gosta do livro....

    ResponderExcluir
  7. Achei gracinha, sem falar que um mocinho "quebrado" sempre toca meu coração ^.^

    Beijos,
    Jhey
    www.passaporteliterario.com

    ResponderExcluir
  8. Ainda não me conformo que não li nenhum romance histórico nem um romance de banca,como a Jheysciliane disse,um mocinho quebrado e todo errado,e aquele que mais nos cativa.Preciso ler esse genero,e esse livro seria uma boa escolha
    Bjs,Camila

    ResponderExcluir

Seu comentário é sempre bem-vindo e lembre-se, todos são respondidos.
Portanto volte ao post para conferir ou clique na opção "Notifique-me" e receba por email.
Obrigada!

Editoras Parceiras

Postagens Recentes

Visualizações

Últimos Comentários

Lançamentos