Uma Nova Chance - Bruna Longobucco

Uma nova chance é uma história de amor e conflito. Cíntia e Fernando cresceram como amigos de infância. Ao longo do tempo se apaixonaram e, mesmo pertencendo a mundos diferentes, ainda bem jovens se entregaram a um casamento precipitado. Mas entre os dois havia uma herança de ressentimento. Os pais de Cíntia não aceitavam a união e a jovem se dividiu entre o amor e a culpa. As diferenças logo sobressaíram e a força das circunstâncias fez com que Cíntia abandonasse Fernando um ano após a união. Ela, porém, não consegue esquecê-lo.
Três anos depois, atormentada pelo passado, resolveu enfrentar seus temores, o destino, alheio aos argumentos da razão, a coloca frente a frente com o ex-marido. Fernando reage bruscamente à volta de Cíntia. Tem mágoas que ela desconhece e será capaz de tudo para tentar afastá-la de sua vida. Porém, determinada e impetuosa, Cíntia irá lutar por seus ideias, enfrentar sua família, rever seus valores e redescobrir o amor.

Mais uma vez a autora Bruna Longobucco conseguiu me encantar com mais um de seus livros. Senti-me extasiada ao término da leitura, e em algumas partes tive aquela sensação maravilhosa de frio no estômago que tanto gosto de sentir. São histórias assim, simples e com uma escrita leve, que me apetecem. Gosto de ver até onde o autor é capaz de chegar, e acho que em todos os livros da Bruna Longobucco ela causou essa sensação em mim, a sensação de que tem muito para contar.

Acredito que se eu fosse autora, seriam histórias assim que eu escreveria. Bruna consegue humanizar personagens comuns, deixando eles verossímeis, como se fossem conhecidos do leitor. Pessoas normais, sujeitas a erros, que se arrependem, que amam intensamente, que sentem medo e que de alguma maneira convivem com seus defeitos, sempre tentando melhorar.

Em Uma nova chance somos apresentados a Cíntia e Fernando, um casal que se amou desde a tenra infância, que num arroubo da juventude e, mesmo sem estarem preparados, partiram para um casamento. Porém o amor não foi suficiente para mantê-los juntos, eram jovens demais e Cíntia, influenciável demais.

Somos apresentados também a pais possessivos e, que de certa maneira, acham que sabem o que é melhor para os filhos, proibindo assim que eles trilhem seus próprios caminhos. Seres humanos passíveis de erros,  que pensando que sabem o que é o melhor cometem erros, fazem de seus filhos retratos de si mesmos.

Porém nem todo mundo gosta de ser moldado, e foi assim que Cíntia resolveu criar coragem e enfrentar todas as dificuldades para ir em busca da felicidade, mesmo que essa felicidade esteja indo contra a vontade de todos.

O livro se inicia com um prólogo bem complexo, não na escrita, até porque me senti um pouco perdida com tanta informação. Mas logo que se inicia a leitura do livro propriamente dito, se percebe o que a autora queria passar. Os personagens existentes na trama são bem mais que um casal de apaixonados, temos avós, pais e amigos, cada um com sua função específica na trama.

Não quero falar muito sobre o enredo do livro, até porque a sinopse diz bastante, queria apenas deixar claro o quanto gostei da história e o quanto eu gostaria que suas 170 páginas se multiplicassem. Histórias assim mereciam mais de 500 páginas e acredito que a autora teria muito ainda a contar. Não que a história esteja incompleta, longe disso, mas a vontade de saber mais sobre os sentimentos dos personagens, e que o drama fosse mais profundamente explorado. Não sei o que falar, só posso ressaltar que eu queria mais, mais e mais.

Foi uma delícia ler o livro Uma nova chance , assim como foi prazeroso ler Sem Destino, Centúrias, Duas Luas, da mesma autora.

Bruna Longobucco como sempre me surpreende com um tema simples, mas que prendem desde a primeira página. Como sempre fico ao término de seus livros com a sensação de que os personagens são amigos que posso visitar sempre, basta que para isso eu releia suas histórias.

Sem nenhuma pretensão de escrever um best seller, Bruna Longobucco nos brinda com uma linda história de amor e perdão, em uma trama crível e apaixonante.
Vale a pena ler!

24 comentários:

  1. Leninha, sua linda

    Onde vc vai buscar tantos livros bons? Onde vc achou esse tesouro? Fiquei encantada e louquinha pra ler...

    bjo

    ResponderExcluir
  2. Uai, Leninha...
    mas esse livro tá marcado na minha estante pra ler e só agora me dei conta disso. (memória de ameba)
    Eu já tava interessada, agora tô mais. Ô pilha que não para de crescer, sô!
    E aceito doação, tá? Manca cá o seu!

    bjoooooooooooooo

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Tô tão feliz com a leitura desse livro que indico pras zamiga, kkkk

      Agora quanto a fazer doação, acho que nem eu outra encarnação minha alma foi tão boa, apegada demais com meus livrinhos autografados, kkkk

      Mas recomendo a leitura demais, certeza que você vai amar Tícia.
      Beijos!

      Excluir
  3. Não conhecia essa autora, tampouco esse livro..... Mas gostei da resenha e como gosto muito desse estilo literário, fiquei muito curiosa.... Quero ler esse livro.....

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Ana, teremos novidades relacionadas a esse livro no próximo mês, aguarde e confie!

      Excluir
  4. Oi, Lena.

    Uau! Adoro livros, cuja simplicidade, nos transportam para mundos incríveis, românticos, dramáticos, mas que geram profundas reflexões. Tenho lido alguns livros que nos remetem esse tipo de sentimento que nos deixa enlevadas, inclusive os da Aline Negosseki Teixeira.

    Sei que está lendo "O Último Baile do Império", mas pelo que te conheço você iria amar "Por Falar em Disputa...", que lembra demais aquelas novelas mexicanas que amamos, e "De amor e destino", da mesma autora. É o seu tipo de mote!

    Tenho Centúrias e Duas Luas, mas ainda não li por falta de tempo.

    Este é mais um que está na minha lista de futuras aquisições.

    Já entrei em contato com a Bruna e, de quebra, vou levar dois dela que não possuo.

    Beijos.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Leia Duas Luas amiga, é uma linda história também.
      E compre sem medo de errar os dois que te faltam, com certeza você irá amar.

      BRUNA lONGOBUCCO É UMA DAS MINHAS AUTORAS NACIONAIS PREFERIDAS, queria conseguir escrever como ela.

      Beijos!

      Excluir
    2. De tanto ouvir você dissertar sobre "Duas Luas", será o próximo da minha lista de leitura nacionais, assim que terminar "O Último Baile do Império" que faltam menos de 40 pág. para terminar. :D

      Tenho tantas escritoras nacionais que adoro, difícil escolher qual a minha preferida. Sentindo que Bruna será mais uma da lista.

      Beijos.

      Excluir
    3. Le, acabei comprando os dois dela que faltavam. :D
      Sem Destino e este.
      Esperando chegar.
      Bjks.

      Excluir
  5. O livro parece incrível mesmo!Eu ainda não conhecia nenhum trabalho desta autora, Bruna Longobucco.Este livro parece ser bem mais do que um romance água com açucar,ele parece ser um livro emocionante e que nos dá bons "conselhos" e nos ensina muito,na realidade eu acredito que todo livro deve seguir a estas 2 diretrizes.Linda a resenha!me incentivou a conhecer um pouco do trabalho desta autora!

    Visite meu blog > eueminhacultura.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Bruna Longobucco escreve o amor simples e comum de forma bastante natural.
      Com certeza tem o dom de encantar pela simplicidade.
      Adoro os romances escritos por ela.

      Excluir
  6. Não conhecia nem livro e nem autora, mas me encantei pela história.
    Gosto de livros que humanizem os personagens, que tratem de amores mais reais/verossimeis.
    Eu quero ler.

    http://lisos-somos.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Tenta adquirir os livros lindona, você não vai se arrepender.
      Beijokas!

      Excluir
  7. Humm!Mais um livro encantador e interessante;)



    #SEMPRE-PARABÉNS-PELA-RESENHA;D

    bJS!

    ResponderExcluir
  8. Nunca li nada da autora e fiquei bem curiosa com esse livro!!!
    Parece ser uma linda história!
    Apesar de não ser fã de histórias de amor de infância, gostei muito dessa.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Você nem vai notar o lance do amor de infância, fica só nas lembranças, nas recordações durante a leitura.
      Garanto que você iria adorar a leitura, não só desse, como dos outros livros da autora.
      Bj!

      Excluir
  9. Adorei a resenha, o livro parece ser bem bacana! A capa ficou muito convidativa também *-*

    Beijos,
    Nanie

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Garantia de boa leitura, com certeza!
      Bruna capricha nas emoções durante a leitura.
      Adoro a sensação de frio no estômago, é uma delícia.
      Beijos Nanie!

      Excluir
  10. Ah agora eu acho que preciso comprar também... preciso preciso...

    ResponderExcluir
  11. Eu já li Centúrias da autora e adorei. Quero ler todos os livros dela! O borogodó dela ao escrever é forte.

    Érica Martins
    Espiral dos Sonhos

    ResponderExcluir

Seu comentário é sempre bem-vindo e lembre-se, todos são respondidos.
Portanto volte ao post para conferir ou clique na opção "Notifique-me" e receba por email.
Obrigada!

Editoras Parceiras

Postagens Recentes

Visualizações

Últimos Comentários

Pré-venda!

Lançamentos