Lição de Ternura - Sandra Canfield

Meu coração bate mais forte ao presentear os amigos e seguidores do blog com essa resenha lindamente escrita pela Tícia. Lindamente, porque ela foi escrita por mais uma fã enfeitiçada pelo encanto desse livro perfeito.
Minha única tristeza nesse momento é de não ter esse livro aqui na minha estante.
Fica aqui o meu pesar, mas vamos lá, com vocês...

Lição de Ternura - Sandra Canfield

Sinopse:
Ela queria a certeza impossível de que não iria perdê-lo.
Alexandra ardia no fogo do desejo. Abraçou-se mais a Patrick, a sensualidade há muito reprimida ganhando vida ao mínimo toque daquele homem. Necessitava, desejava o prazer que ele não podia lhe dar. De repente, a necessidade o desejo era tão forte e consumidor que a assustou. Perdia o controle. Sentia a mesma vulnerabilidade de quando soubera de sua doença. Uma voz interior começou a adverti-la: não tinha o direito de buscar satisfação com Patrick se não podia retribuí-la da mesma maneira... "Não, Patrick", afastou-o em desespero. "Você é uma covarde, Alexandra. Covarde!". Ou corajosa o suficiente para poupar o homem que amava de uma vida cheia de problemas?


Personagens: Patrick e Alexandra

NOTA:
Já sei que sou um caso perdido, isso é fato.
Eu até tento colocar um filtro entre meu cérebro e minha boca para ser um pouco mais comedida, mas fica difícil quando me vejo diante de um mocinho como esse de Laços de ternura. Patrick - o dito cujo - conseguiu definir perfeitamente o sentido da palavra ‘ficção’ porque homens como ele simplesmente NÃO existem.
Quer dizer... estou começando a desconfiar que tem alguns lá na Irlanda e eu estou aqui dando bobeira.
...
Quanto é a passagem pra lá, hein?...

Sabe aquele livro que você já ouviu falar super bem, mas não estava em seus planos de leitura?
PoiZé.
De tempos em tempos um comentava o quanto Lição de ternura é lindo e emocionante, mas eu sempre permanecia em um curioso estado de inércia (causado por alguma pane mental) e nunca o incluía na minha lista.
Dei mole.

Este foi um dos romances mais lindos e fofos que já tive o prazer de ler.
A autora foi de uma sensibilidade tão grande ao escrever esta história que é impossível não se apaixonar ou evitar aquele bom e velho sorrisinho besta na cara. E também algumas lágrimas chiliquentas, para manter a tradição.
Acredite, essa história pode te emocionar.

A trama gira em torno de Alexandra e Patrick.
Ele é um famoso jogador irlandês (Ah... Irlanda...) de futebol americano, do tipo que faz voar no seu estômago não meras borboletas, mas dúzias de pterodáctilos surtados e enlouquecidos; já a mocinha é uma mulher simples e bela, mas com um problema sério de saúde: artrite crônica.
Confesso que eu não tinha nem ideia do que era essa doença, mas assim que li o livro... nossa!

Bem, os dois se encontram e a atração é imediata. Daí, você poderia pensar: o que faria um homem como Patrick, famoso, lindo e rico desejar uma mulher comum, cheia de limitações em função de sua doença? Ele suportaria todas essas agruras?
E Alexandra? Imagine uma mulher com a autoestima frágil, repleta de medos, incertezas e um trauma como a cerejona do bolo... Como ela reagiria a um assédio dessas proporções? Porque Patrick é um “Senhor Grandes Proporções” e... tá, parei.

A princípio você poderia pensar que desse mato não sairia cachorro, coelho ou qualquer bicho do nosso vasto mundo animal, mas a coisa não é assim porque nosso mocinho é persistente. Você não imagina as coisas que esse homem faz por Alexandra. Quando pensamos que ele já foi perfeito o suficiente, lá vem Patrick com uma prova de amor ainda mais intensa.
Veja se não tenho razão:

“Alexandra ergueu a cabeça sobressaltada ao reconhecer o sotaque irlandês. Com a visão turva distinguiu um homem parado no meio da rampa. Parecia Patrick. Ou era a imaginação levando a melhor sobre a mente esgotada?
Visão ou não, ele não só sorria como também falou:
-Vai ficar aí parada, tão linda, ou virá até aqui me abraçar?
-Você está em Nova York - ela balbuciou, pondo à prova a realidade do que via. Só podia estar sonhando.
-Eu estava... Tive de voltar para a mulher da minha vida.
(...)
-Venha até aqui - ele sussurrou.
Alexandra sentiu seu espírito ressuscitar.
-Pelo que calculo - ele continuou -, há uns cinco passos entre nós. Dê esses cinco passos e juro por Deus que nunca mais caminhará sozinha.”

Devo fazer um minuto de silêncio em homenagem a todas que não têm um Patrick?

Mas a história me irritou em algumas partes. Quer dizer, a mocinha me irritou em alguns momentos. Ela era tão teimosa e besta às vezes que, em determinadas cenas, eu perdia a paciência.
É, eu sei. Insegurança, medo, blá-blá-blá, mas eu quase tive uma convulsão com algumas de suas atitudes. E nem preciso falar do meu desejo de entrar na história para aloprar geral porque isso é clássico em mim quando as coisas descambam nos livros.
Enfim...

A história é linda, linda, linda...
Não só como história de amor, mas como uma lição... de ternura, de companheirismo, de entrega, de aceitação, mas também de revolta porque, afinal, cadê meu Patrick?!?
Este livro não está na sua lista?
Acrescente-o, seu coração agradece este descanso.
Se recomendo?
Ô!!!
; )

48 comentários:

  1. Ticia, sua irlandesa


    Fofaaaaaaaaaaaaaa que lindo presenteeeeeeeeeeee!!!! QUe resenha mais lindaaaaaaaaaaaa.

    Me deu vontade de ler de novo o livro top top da minha lista!!!

    Parabenssssssssss

    Quem nao leu não sabe o que esta perdendo.

    bjo

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. PoiZé, Flá.
      Estou pensando seriamente em me tornar irlandesa. Vou dar um pulinho lá nas minhas férias. kkkkkkkkkkk
      Realmente, é muito lindo esse livro.
      Releia, uai! Troço bão tem mais é que ser relido.
      bjoooooooooooo

      Excluir
  2. Li esse livro anos atrás e nunca consegui esquecer o Patrick. O cara é perfeito, e como a Tícia disse, ele não existe, kkk

    To pensando seriamente em ir na casa da minha amiga que tem o livro e fazer um arrastão, sequestro relâmpago, e voltar com ele para casa, kkk
    Quem vai comigo? Preciso de alguém para segurar a garota, kkkk

    Amei sua resenha Tícia!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Bem, Leninha.
      Até eu agora tô querendo ir lá na sua amiga agora dar uma catada no livro.
      Mas ia ser pra mim, tá? kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk
      bjooooooooooooo

      Excluir
  3. Depois de ler a resenha fiquei com muita vontade de ler tb. Mocinhos como esse poem nao existir, mas não custa sonhar tb né ? Afinal esse e um dos prazeres da leitura, fazer a gente suspirar e sonhar.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eritania, pode ler. Esse livro é realmente muito lindo.
      Sonhemos, né? kkkkkk
      bjoooooo

      Excluir
  4. Acho que nao vou achar para comprar né ? Parece muito antigo, ja dei uma olhada na net e nada. #eagora

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eri, entra na fila das desesperadas por esse livro.
      Raro é pouco, é impossível achar para comprar, mas tem uma versão (que não utilizo, mas dá para achar na net) que você pode usar para ler.

      Beijinhos!

      Excluir
    2. Eritania, eu tenho uma ideia: descubra quem tem e sai intimidando geral. Vai que cola e vc consegue o livro através da ameaça? kkkkkkkk
      bjooooooooooo

      Excluir
  5. Já li esse livro e é bem como vc afirmou, homens como Patrick não existem! Mas ainda bem que existem os livros para criá-los, não é mesmo? Rsrs...
    Ótima resenha de livro fofo, com mensagem sensível e cenas de amor cheias de doçura do jeito que gosto.
    Parabéns!
    Bjks...

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Nem me fala, Maribell...
      essa homarada de hoje não passa nem perto de um cara como Patríck.
      Acho que vou dar esse livro pra eles lerem pra aprenderem como se faz. kkkk
      bjooooooooooo

      Excluir
  6. O que falar do meu livro preferido entre os livros de romance???? <3

    Bjs.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Realmente, Carla.
      Quando a gente gosta demais de um livro, é complicado falar sobre ele, né?
      Eu tive que brigar com o meu cérebro.
      bjoooooooooo

      Excluir
  7. Oi Tícia, eu fico me perguntando que mundo eu vivia que não conhecia estes livros maravilhosos? kkk... O livro é perfeito!
    Bjos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. É, Kênia...
      esses livros maravilhosos acabam com a gente. Já ouviu aquela frase "preciso de mais uma vida pra ler tudo que pretendo"?
      A culpa é dessas histórias perfeitas!!!
      bjoooooooo

      Excluir
  8. Te falei que era bom, não falei? Hahahahaha. E olha, nada de ir para a Irlanda sozinha. Lembre de sua amiga aqui.

    Eu lembro que peguei a dica desse livro na comu Adoro Romances (no orkut- minha mina de altas dicas de livros) e, assim como vc, tive alguma pane mental porque fiquei tempos com ele no pendrive e nem liguei. quando finalmente me decidi a fazer a leitura chorei de remorsos. É de fato, um lindo livro e pena.. mta, mta pena que o Patrick n ão exista de verdade.

    P.S.: Ando louca desvairada pra encontrar esse livro impresso e comprar, mas o danado é mega difícil de encontrar.

    Bjus

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Mulé, nem me fala.
      Combinado: tenho férias em julho agora, então, essa é a hora.
      pode arrumar suas malinhas pq é nóis!
      Vc chorou de remorso e eu fiquei horas meditando como pude ser tão lesada.
      O pane mental explica.
      Já me falaram que é impossível encontrar pra comprar. Por isso, nem vou tentar achar o bixim.
      Taí uma dica pra Harlequin, né?

      bjooooo

      Excluir
    2. superdica. Vamos chorar, implorar,argumentar pelo relançamento dele.
      E simbora pra Irlanda!
      \O/

      Excluir
  9. Hum.... Essa história me deixou pra lá de curiosa e com muita vontade de ler esse livro. Mas fico com um pouco receosa com a protagonista.... Detesto protagonista irritante, mas acho que, mesmo assim, vou correr esse risco....

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Nããããããõ Ana Paula!
      Leia sim!!!
      A mocinha é mega fofa, eu é que sou implicante. Ninguém viu problema com ela, só eu e, mesmo assim, apenas em algumas partes pq, no todo, ela é ótima.
      pode ler sem perigo! ; )
      bjooooooooo

      Excluir
  10. Ticia, sua linda,
    adorei a resenha, vou ter que reler, de novo!!!!!!
    A cena final é maaraaaavilhosa, choro toda vez que leio (suspiros!!!!)

    bjs

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá, Fraaaaaanz,
      que bom que vc veio comentar aqui, mulé!
      Esse final é lindo mesmo e se eu já estava revoltada por não ter um Patrick, aí eu surtei de vez!!! kkkkkkkkkkkkkkkkk
      bjoooooooooooooo

      Excluir
  11. Tícia vc é uma Bruxa!

    Como lê um livro desaba em elogios e o bendito ou maldito nesse caso nem sei definir, esta esgotado é raro etc e tal heimmmmmm???? isso é horripilante da sua parte rsrsrs.

    Vou caçar em ebook na net msm.

    Eu estava com saudade da suas resenhas .
    beijoca.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Fabíola.
      Por vc ter me chamado de bruxa má e ter me dado um chute, vou passar a máquina nessa sua cabeleira loira.
      Vai ficar com uma careca lustrosa.
      kkkkkkkkkkkkkkkk
      Ih, nem me fala. Não se encontra esse livro. Caça o bixim que vc acha pra ler, eu encontrei na net.
      Andei meio sumida, né? trabalho demais. Ô vida desgracenta de professor!!!

      bjoooooooooooo

      Excluir
  12. Pareceu um pouco "um amor para recordar"(só assisti ao filme),digo pela doença da mocinha.

    Mas este Patrick é bad boy ou o típico mocinho romantico ou mescla ambas as personalidades?Ahhhhhh tanto faz só esta declaração do quote aí de cima já me deixou apaixonada.

    Vc te razão quando diz :"A história é linda, linda, linda... "Pela resenha percebi.

    Haha é chato quando a mocinha tem umas atitudes bestas(como vc disse)agente tem vontade de bater com o livro na cabeça da "lenta" kkkkkkkkk

    Beijos

    eueminhacultura.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Karina,
      Patríck não é um bad boy. Ele é um cara perfeito que, como eu disse, não existe. kkkkkk
      O livro é realmente lindo. Simples e lindo.

      Pois é, a mocinha teve uns chiliques, mas até que são justificados pq são aquelas ações típicas de mulheres inseguras. Mas eu me irritei. kkkkkkkkkkkk
      E ela é fofa, vc tb vai se apaixonar por Alexandra.

      bjoooooo

      Excluir
  13. Afe, Entro na fila das desesperadas então , quero ler. Se alguém achar na net avisa. Harlequin, relançamento , please!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Pois é...
      Aê Harlequin!!!!!
      O povo clama!

      Excluir
  14. Tícia, obrigada pelo minuto de silêncio >< É muito triste não ter um Patrick.
    Mas já estou providenciando a minha passagem para a Irlanda (vamos?!) para arranjar esse problema! Hahahahahahahaha
    Esse livro parece ser super bacana... será que dá para encontrar por aí?!

    Beijos,
    Nanie

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Nanie,
      o minuto de silêncio é pra mim tb.
      Triste!
      Ô! É nóis. A Irlanda e irlandeses que nos aguardem.
      Ih, nanie, acho que não se encontra, não.
      Eu nem tentei, mas todo mundo fala que é impossível de achar.
      Mas sempre tem aquele recurso que começa com "e" e termina com "k". kkkkkkk

      bjooooooooo

      Excluir
  15. Tícia, eu até gostei muito desse livro, mas a sua resenha, essa sim, é fantástica!
    Adoro como você se expressa! Tanto humor e ritmo... Simplesmente, imperdível!
    Quando estou lendo o que você escreve,me lembro da Sarah Mason, uma de minha autoras favoritas. E, por causa disso, vou torcer fervorosamente para você encontrar o seu irlandês o mais rápido possível! Só não vale parar de resenhar depois disso!
    Obrigada por fazer a minha manhã de sábado mais feliz!
    Bjks

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. AIIIIIaiaii SUeli


      Que elogio lindo pra minha amiga!!! amei!!! eu sempre digo que suas resenhas sao presente pra mim e pra quem ta lendo neh?

      bjo

      Excluir
    2. Nossa, Sueli...
      provavelmente eu devo ser vista do espaço agora como um ponto vermelho incandescente, de tão sem graça. kkkkkkkkk

      Obrigada por essas palavras, foram muito especiais pra mim pq vieram de alguém que admiro 100%.
      Fiz seu sábado mais feliz? Então tá bão, uai! Foi um prazer! ; )
      Pois é, se eu arrumar um irlandês (tipo o Patrick ou o nosso Roarke ah, Roarke...) eu te conto depois. kkkkkk

      bjoooooo

      Excluir
    3. Flá,
      lindo elogio, né?
      Mas que isso, mulé!
      Presente nada. Eu já te falei que minhas resenhas + 10 centavos valem 5 centavos.
      Ou 3... kkkkkkkkkk

      bjooooooooooooooooooo

      Excluir
  16. Oi, Tícia. Amei mais uma de suas resenhas!! Perfeito.
    Lição de ternura está na minha lista para ler há um tempão...
    Depois dessa resenha vou catar para ler com certeza!!

    Bjos!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada, Any!
      Leia, tenho certeza que vc vai gostar. ; )
      bjoooooooo

      Excluir
  17. Para quem me conhece sabe que é público e notório que considero esse é o livro di amor mais lindo e o Hominho di Papel mais maravilhoso que eu já li na lazarenta vida da Adriana! Nunca. Nunca. NUNCA chorei tanto ao ler um livrinho como esse! Fiz a resenha derramando lágrimas reais e soluçando em cima da minha escrita digital! A emoção e a comoção foram tantas que, uma semana depois de tê-la escrito, ainda me emocionava e ficava com lágrimas nos olhos ao ler os comentários e ver a devolutiva da resenha! No fundo do mio cuore essa autora sempre será lembrada como... Sandra Idolatrada Salve Salve Canfield na vida da Boattini!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. PoiZé...
      que história, né?
      Tb acho esse " Hominho di Papel" muito maravilhoso e a história perfeita.
      Fiquei sabendo que essa autora tinha a mesma doença que a Alexandra. Isso explica tanta sensibilidade pra escrever, né?

      bjoooooooooo

      Excluir
  18. Gente que resenha lindaaaaa e empolgada ^^
    OMG, OMG você sabe como fazer alguém suspirar (Pra quê esse quote lindo de morrer?????)
    E é um Júlia das antigas néh? Minha mãe vive me falando desses romances apaixonantes até nas vírgulas *_____*
    Vai pra lista!!! Agoraaa cadê meu Patrick??? U.U Ahahahahah

    Beijos,
    Jhey
    www.passaporteliterario.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Jhey,
      obrigada! ;)
      É do Julia das antigas sim.
      Não leio tanto Julia e etc, mas esses livros costumam ser muito fofos. Carregam uma delicadeza nas histórias que, realmente, vale a pena ler.
      PoiZé, cadê nosso Patrick?????????????????????????????
      O negócio é ir pra Irlanda.
      kkkkkkkkkkkkkkk

      bjoooooooooooo

      Excluir
  19. Amei a resenha!!!!
    Com certeza vou no sebo da minha cidade procurar esse livro!!! Como q eu nunca ouvi falar dele? Preciso ler urgentemente!!!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Thá.
      Obrigada.
      Vc ainda não tinha ouvido falar. Pior fui eu que ouvi maravilhas e, ainda assim, continuei pamonhando??? kkkkkkkk
      Ih, o livro físico, pelo que fiquei sabendo, é difícil de achar.
      Mas sempre tem aquele recurso que rola pela net. ; )

      Bjoooooooooo

      Excluir
  20. Ola Ticia!
    Adorei suas considerações do livro e principalmente seu humor contagiante!Eu que vivo num limbo eterno desde que li
    Sedução de Nicole Jordan confesso que até tenho medo
    de ler o livro e tentar o suicídio de tanto comer bombom kkk
    Mas que vou revirar Curitiba atrás desse livro eu vou!
    Muito Obrigada,
    Abraço!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Kátia,
      vc tb é do time "comer bombom pra aliviar a tensão durante a leitura"?
      Tamu juntu!! kkkkkkkkkkkk
      Vou pesquisar sobre esse livro que vc falou.
      Dá uma revirada em Curitiba mesmo. Aqui em JF já sei que não tem, já me falaram. Mas vai que vc tem sorte, né?
      Imagina! Eu é que agradeço o carinho e o comentário. ; )
      bjoooooooooo

      Excluir
  21. Menina, li o livro!!!!!! Procurei pela net, já que não o encontrei nos dois sebos que tem na minha cidade... baixei mesmo rsrs

    É tudo o que você disse e mais um pouco. Fiquei apaixonada por ele, virou um dos meus queridinhos ^^ Pai do Céu é muito lindo, muito fofo, delicado e envolvente. Li de uma tacada só quando cheguei do trabalho à noite, não conseguia largar de jeito nenhum :D Muito obrigada pela dica, minha mãe está lendo agora e ela fala que está amando tudo ^^

    Beijos,
    Jhey
    www.passaporteliterario.com

    ResponderExcluir
  22. MEU DEUS!

    Concordo plenamente quando vc diz que esse tipo de homem não existe ... Uma pena é claro.
    E eu ainda dou a louca e compro uma passagem pra Irlanda e que Deus me ajude kkkkkkkkkkkkkkkk.

    Depois de ler esse trecho do livro á pergunta é: ONDE ENCONTRO ESSE LIVRO PELO AMOR DE DEUS!?????????????

    Preciso dele urgentemente.

    Faby- Blog Adoro Romances de Aracaju

    ResponderExcluir

Seu comentário é sempre bem-vindo e lembre-se, todos são respondidos.
Portanto volte ao post para conferir ou clique na opção "Notifique-me" e receba por email.
Obrigada!

Editoras Parceiras

Postagens Recentes

Visualizações

Últimos Comentários

Lançamentos