Doce Vingança - Nora Roberts

Hoje a Tícia nos brinda novamente com resenha da diva absoluta Nora Roberts. Depois que li a resenha fiquei com vontade de comprar o livro, tamanha a minha curiosidade. Acredito que isso não vai acontecer apenas comigo. Quer tirar a prova? Leia e depois me diga o que achou.

Com vocês...

Doce Vingança - Nora Roberts

Sinopse:
Em Doce Vingança, vamos conhecer a história de Adrianne, uma linda e elegante princesa que esconde um terrível segredo de família. Quando criança, foi testemunha da crueldade com que seu pai tratava a esposa, sua mãe - uma lendária estrela de cinema. Ao tornar-se adulta, Adrianne alimenta um forte desejo de vingança contra aquele que destruiu sua infância e a felicidade de sua mãe. Para realizar seu intento, Adrianne concebe um plano que envolve um fabuloso colar, conhecido como O Sol e a Lua, de valor inestimável e que pertence a seu pai. Mas o surgimento de Philip Chamberlain em sua vida, com sua inteligência, encanto e enigmático carisma, que tem motivos pessoais para se aproximar da Princesa Adrianne, poderá desvia-la de seu objetivo, e somente tarde demais ela perceberá o perigo oculto ao descobrir que tem pela frente dois homens de força excepcional - um com a capacidade de tirar a sua liberdade, outro com o poder de tirar a sua vida.

Depois que eu terminei de ler Doce vingança, fiquei matutando em como eu escreveria essa resenha.
Pensei comigo: tenho duas opções.

A primeira consistiria em gastar todo o meu vocabulário, meu poder de esculacho e toda a minha espantosa variedade de turpilóquios em cima do vilão. Um texto assim me traria grande satisfação pessoal, mas não ia rolar porque o bixim seria censurado e eu iria ser autuada por “inconveniência linguística”.

Diante desta razoável conjectura, só me restou a segunda opção para escrever a resenha, ou seja, seguir a velha forma tradicional de falar sobre os livros, seus personagens e sua história, sem os piiiiiiiiiiiis ou as tarjas pretas a cada seis palavras.
Sobre esculhambar o vilão em doses cavalares... bem, vai ter que ficar só na minha fecunda imaginação.
Mas vamos lá...

Nora Roberts.
O que dizer sobre esta autora que alguém já não tenha dito e redito?

Para quem não sabe, até o ano passado eu só conhecia Nora pelo nome.
Todo mundo falava o quanto as histórias dela eram ótimas, os personagens marcantes, os livros inesquecíveis e eu ficava aqui... uma completa café-com-leite.
Até que li a série Mortal. Quase toda. Em menos de dois meses.
Bem, agora posso dizer que não sou mais café-com-leite.
Talvez um pingado.

Maaaaaaas, eis que surgiu a chance de eu acrescentar mais uma preciosidade de Nora em minha lista de lidos. Doce vingança chegou às minhas mãozitias através de uma amiga, a Flaveth. Ela disse “lê que o trem é bão”.
Bão? Com força e você não faz ideia da quantidade de sentimentos que o livro me trouxe do início ao fim da narrativa. Foi tanto gangorrismo emocional, tanta vontade de entrar na história para estapear e enxovalhar geral, que pensei seriamente em ser apresentada ao Lexotan.

A história é densa, muito densa e eu dividiria a trama basicamente em três partes: quando Adrianne, a mocinha, era uma criança no país muçulmano Jaquir; quando ela é uma pré-adolescente e foge com a mãe para a América e alguns anos depois, quando Adrianne já é uma adulta munida por um forte sentimento de vingança contra seu pai.

As duas primeiras partes resultaram em úlceras. Provavelmente os fios capilares que eu arranquei nascerão rebeldes no próximo verão e, de novo, minha manicure vai falar que passei fome.
Por quê? A única pista que eu vou te dar é que, se você gosta de histórias de sheik, ouça essa: era uma vez um sheik poderosão e lindão que se encanta por uma atriz. Eles se apaixonam, se casam, ele a leva para seu país e lá eles vivem. Ela engravida e tem uma linda filha: Adrianne. Viveram felizes para sempre?
Cof, cof, cof.

Na terceira parte, temos uma Adrianne adulta, rica, com costumes ocidentais e é nesse momento que entra o mocinho, Philip Chamberlain.
Um parêntese: qual é o problema da Nora? Não é possível! Criar mocinhos desse tipo é bullying contra a minha pessoa. Fecho parêntese.

Bem, como eu ia dizendo, nessa terceira parte temos o encontro de Adrianne e Philip. Ela, uma mulher aparentemente frívola, da sociedade, que vive de festa em festa, fazendo uma caridade aqui, outra acolá. Ele, um cara ricão, bonitão, que também dá seus pulos pela sociedade de vez em quando.
Os dois começam a se envolver depois de um encontro inusitado e eu não posso revelar mais nada, porém adianto que tem suspense, briga, ação, ardil e, claro, muito romance.

Essa história me fez pensar algumas dores.
A mocinha e sua mãe sofreram horrores no início da trama, disso não tive dúvida. E, com o desenrolar da história, realmente compreendo a necessidade de Adrianne de vingança.
Mas até onde valeu a pena fomentar esse ódio contra aquele que lhe causou tanto mal? E era ódio realmente? Ou uma necessidade desesperada de ser amada?
E quando realizou seu intento, a vingança foi doce? Ou foi amarga? Ou foi simplesmente, insípida?
Eu não sei nenhuma das respostas até agora.

Doce vingança é um ótimo livro.
Nora Roberts, sem dúvida, merece cada atributo que recebe de seus leitores. Ela conseguiu criar uma história que me deixou tão envolvida que, para variar, fiquei resmungando sozinha enquanto lia.
Minha cachorrinha já nem me olha mais com estranheza.
E o romance... Lindo demais, o casal mostrou que não só os opostos se atraem.

Recomendo?
Ôxi!!!
; )

35 comentários:

  1. AIaiaiaiaia

    Suspiros e mais suspirossssssssss amo de paixão este livro. O amor dos dois mocinhos é muito lindo!!!

    Tícia, sua roedora.... amei sua resenha. Obrigada maninha (como dizem aki na floresta) pelo 'presente'!

    Quem não leu, não sabe o que esta perdendo!!!


    PARABENSSSSSSSSSSSSSS

    BJU

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ôxi, Flá!
      Quem agradece sou eu, mulé!
      Foi vc que me deu o livro de presente!!!

      E bão, hein?

      Excluir
  2. Sou café- com -leite..rsrs.Ainda não lí livros da autora,mas fiquei tão envolvida com a resenha que espero ler algum em breve.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Aliniane,
      eu já alcancei o status de pingado. kkkkkkk
      Pode ler, é ótimo.
      A série Mortal da Nora tb é boa demaaaaaaais!

      bjooooo

      Excluir
  3. Amo esse livro! Foi o primeiro livro da Nora que li e depois dele devorei quase todos da estante da minha amiga Juliana Vicente.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Thalita.
      Até que não foi meu primeiro, mas foi um dos poucos que li da Nora fora a série Mortal (que amo). A mulé é boa mesmo, hein?

      bjoooooo

      Excluir
  4. Menina, acredita que comprei esse livro há anos e ainda não li?! Nossa, preciso tirar esse atraso já!!!!

    Adorei a resenha!!!

    =)

    Suelen Mattos
    ______________
    ROMANTIC GIRL

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Vc tem ele aí na sua estante, Suelen?
      Ôxi!
      Lê que vc vai amar! Depois vc passa aqui e conta se quis esganar o vilão e se tb sofreu bullying com o mocinho. kkkkkkk

      bjoooooo

      Excluir
  5. Eu ainda sou café-com-leite em relação a Nora Roberts; infelizmente.
    Mas a cada resenha que eu leio de um livro dela a vontade de ler só aumenta, mas a maioria dos livros dela tem um preço bem salgado.
    Esperando enlouquecidamente por uma promoção.
    O livro parece ser perfeito.
    Adorei as incognitas que você deixou para deixar com mais vontade de ler.
    Quero saber o que a Adrianne consegue fazer. #curiosa #ansiosa

    http://lisos-somos.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. OI DÉborah,
      pode acreditar: eu deixei muito mais incógnita do que vcs pensam. kkkkk
      O livro é muito bom, vc vai adorar. Nora sabe como te manter tensa.

      bjooooooo

      Excluir
  6. Esse sheik ai é o capiroto em carne e osso, exalando enxofre pelos poros. Tícia minha filha, eu quis engarguelar o cabra!!!
    Adorei a Adrianne e Philip, mas como vc mencionou, também ainda me pergunto se a vingança foi doce.
    Mas Nora é Nora, né?

    Bju

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Pois é, Alexis,
      como combinamos anteriormente, vamos reescrever o final para o sheik. Uma coisa bem sanguinolenta.
      Aliás, já tenho algumas ideias aqui.
      Nota: minha mente sempre tende para o lado negro da Força.

      bjoooooooooo

      Excluir
    2. Vamos deixar esse sheik dos infernus comendo sofrimento e agonia literários, kkkk. Vamos arrancar o couro dele e fazer tamborim, ahuahuauhahua.

      Excluir
    3. Muito bem, muito bem, muito bem...
      nossas mentes estão trabalhando juntas.

      "arrancar o couro do sheik e fazer tamborim" é um começo bastante satisfatório.
      "sofrimento e agonia literários" também bateu com minhas ideias...

      Quando começamos?
      kkkkk

      Excluir
  7. Eitaaa! Pingado nada, você já é um expresso! kkk

    Tícia, eu amei sua resenha, me deu vontade de reler e reencontrar meu quero Philip, delicia!

    Esse foi o livro que me fez descobrir Nora Roberts, ele tem um cantinho especial no meu coração e na minha estante.

    Maravilhoso!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu quis dizer "Querido", mas na verdade eu quero mesmo. kkkk

      Bjs

      Excluir
    2. Oi Ju,
      Esse Philip é... bem, sofri bullying. Só isso já diz tudo.
      E gostei do "quero", nem precisava ter arrumado. kkkkkkkkkkk

      Livro lindo mesmo.

      bjoooooooooo

      Excluir
  8. Só para constar:
    Obrigada Tícia por me deixar com uma vontade imensa de ler um livro que no momento não acho para troca, comprar, pedir e nem outra opção.
    Resta agora ficar aqui chupando o dedo e torcendo para que alguma amiga me dê de presente, mesmo que seja usado, vira-vira, o que for.

    Fica meu protesto!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Estou lançando hoje a campanha
      "PRESENTEIE A LENINHA COM DOCE VINGANÇA".
      O primeiro a se manifestar, terá minha eterna gratidão + 2 centavos.

      Grata.

      Excluir
  9. Mas, que resenha maravilhosa!!!!!
    Super criativa e bem humorada, adorei!
    Aliás, eu gostei mais da sua resenha do que do livro...Explico: Eu amo a Nora Roberts! Ela devolveu a minha sanidade, mas eu achei esse livro muito deprimente na sua parte inicial.
    Super sofrido, e quanto à vingança, na minha opinião foi pífia! O final me deixou indignada!
    Mas, foi uma exceção em meio a livros deliciosos.
    Você já leu "Segredos"?
    Se não, corra! É ótimo! E, dizem que foi meio que inspirado em um episódio da vida do Eric Clapton.
    Bjks e parabéns!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Jura, Sueli?
      Mas essa resenha não vale nem os centavos que vc gastou de energia pra ler! kkkkkkk

      A parte inicial é triste e sofrida mesmo. Aliás, foi ela que me deu toda essa gastura.

      Sobre a vingança... bem... Do jeito que eu sou, queria que o sheik fosse carcomido por abelha africana. Peladão, de cabeça pra baixo, pra todo mundo ver.
      kkkkkkkk

      bjooooooooooo

      ps: ainda não li Segredos. Acho até que tá na minha lista do Skoob, vou dar uma bizoiada. Obrigada pela dica.

      Excluir
  10. Ai, esse foi um dos livros que menos gostei da Nora :( Não ganha de O Amuleto mas tá quase lá. O início achei até interessante, apesar de triste (muito ódio daquele Sheik!) mas depois... fiquei bem decepcionada (talvez tenha sido o meu lado escorpiana que esperava mais :). Tô até agora esperando a tal "vingança".

    bjs!

    Thaís

    PS: já leu Pecados Sagrados e Mentiras Inocentes? Bom Demais!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Thaís,
      não gostou muito?
      Acho muito legal essa variedade de opiniões. Enquanto alguns amaram, qualificaram como o melhor da Nora, outros não viram tanta coisa, como vc.
      Eu gostei da história, embora tb esperasse uma vingança mais arretada.
      Ela sofreu demais, né?

      Ainda não li Pecados Sagrados nem Mentiras Inocentes, mas vai pra lista. ; )
      Obrigada pelas sugestões.

      bjoooooooooooo

      Excluir
    2. Tícia minha filha, Pecados Sagrados é mto, mto bom! Pega ai a dica da Thaís e se joga!

      Excluir
    3. Ôxi! Já tô colocando o cabra na minha estante do Skoob.

      Excluir
  11. Guria!!!!!!! Terminei de ler esse livro ontem! Devorei! Já tinha lido há tempos atrás um ebook qualquer, enviado por uma amiga... Mas esse mês encontrei na livraria aqui e tive que comprar!
    Eu adoro o livro :) Mas acho o final meio perdido, não sei.. Parece que foge de toda a narrativa construída. A vingança não me convenceu muito.
    Adrianne e Philip é muito amor <3

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Mariani,
      acho que a gente se frustra tanto com a vingança pq ela pareceu pequena diante de tanto sofrimento, né?
      (Se deixassem na minha mão, o negócio mudava de figura. kkkk)

      Adrianne e Philip são lindinhos demais. Nora sabe fazer um casal com muita química, né?

      bjooooooooo

      Excluir
  12. Oiii Tícia

    Estava com saudade da sua resenha, da Nora sou fã de carteirinha da série Mortal e já li outros dela uns amei e outros nem tanto.

    Esse não conheço mas como sempre sua opinião atiça minha curiosidade.
    Beijoca

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi lôra,
      Série Mortal? É nóis!

      Esse livro é muito bom, a história é interessantíssima, movimentada, tem romance, mas é meio triste em algumas partes.

      E sobre a questão da vingança... só lendo pra vc julgar. Se vc ler os comentários, vai ver que as opiniões se dividem.

      bjooooooo

      Excluir
  13. Tícia, que resenha inspirada! Caraca... sinto como se eu PRECISASSE ler esse livro - não faça isso >< hahahahah
    Quero muito!


    Beijos,
    Nanie

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. É Nanie,
      esse mundo literário é uma miséria.
      A gente lê uns troço que só faz aumentar a nossa pilha de livros. kkkkkkkkk

      Doce vingança é bom, vc vai gostar. Só não sei se vai entrar pro clube "Quero matar o sheik".
      kkkk

      bjoooooo

      Excluir
  14. Oi Tícia, NR sem dúvida é uma grande autora e seus livros em grande maioria são muito bons. Este eu ainda não li, mas na verdade tem um tempinho que não leio nada dela.
    Bjs, Rose.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. OI Rose,
      esse livro é muito bom, embora tenha partes que vc tenha vontade de sovar alguém e, em outras, vc tenha vontade de chorar.
      Mas essa é a graça, né?

      bjoooooooo

      Excluir
  15. Oi, Tícia! Oi, Leninha!

    Ai, Tícia!

    Não tem jeito, sempre acabo rindo com as suas resenhas. É legal porque você consegue transmitir exatamente aquilo que achou da leitura. Esse livro parece ser bom. Faz tempo que não leio nada da Nora, mas os elementos são os mesmos. E esse vilão, hein? O mocinho parece incrível... (rs)

    Beijos,
    Inara
    http://www.lerdormircomer.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Inara,
      é bom rir, né? kkkkk
      O vilão é vilão MESMO e o mocinho... um atentando à insanidade feminina. A Nora sabe fazer um mocinho no jeito. Ô se sabe!

      bjoooooo

      Excluir

Seu comentário é sempre bem-vindo e lembre-se, todos são respondidos.
Portanto volte ao post para conferir ou clique na opção "Notifique-me" e receba por email.
Obrigada!

Editoras Parceiras

Postagens Recentes

Visualizações

Últimos Comentários

Lançamentos