Novelas Mexicanas - Rosa Selvagem

Rosa Selvagem (Rosa Salvaje) é uma telenovela mexicana. Produzido pela Televisa em 1987, estrelando Verónica Castro e Guillermo Capetillo. Ela foi inspirada no romances "La Gata" e "La Indomable" de Inés Rodena, e em uma história de Abel Santa Cruz, foi adaptada por Carlos Romero, e produzida foi Valentín Pimstein.

A novela se tornou um verdadeiro clássico da dramaturgia, por sua trama que encantou desde o início e pelo grande sucesso que foi. Rosa Selvagem representa um marco que quebrou todos os recordes de audiência, superando todas as novelas anteriores.

No Brasil, essa foi outra novela bem-sucedida da atriz Verónica Castro, já famosa por Os Ricos Também Choram, exibida no início da década anterior. Aproveitando o grande sucesso de Carrossel, a trama, mesmo competindo diretamente com a novela das oito da Globo, começou com 11 pontos de audiência e chegou a marcar 20 pontos em suas últimas semanas.
A novela foi ao ar pela primeira vez no Brasil em 1991, transmitida pelo SBT.

Sinopse:

A história de Rosa começa a 20 anos atrás quando sua mãe Waldete, filha de uma rica família, se envolve com um humilde motorista que a engravida. A criança que Waldete espera é uma vergonha para a família, a jovem não vê outra alternativa a não ser entregar sua filha aos cuidados de sua babá Tomasa.

Rosa García, assim batizada por Tomasa cresce ingênua, sem possuir muita educação, acostumada a xingar e dar golpes naqueles que a incomodam, pelo que a chamam de selvagem. Rosa também se parece muito com um homem, já que se acostumou a jogar futebol e outros jogos característicos de meninos.
(Josefina, Ricardo e Dulcina)
No outro lado da cidade vive a família Linhares, formada por Ricardo, um jovem muito generoso, sua irmã Dulcina, malvada por natureza, ambiciosa e vaidosa, a quem somente importa o dinheiro e a classe social, e Cândida a irmã mais nova que se deixa influenciar pelas maldades da outra irmã. Também faz parte da família o irmão gêmeo de Ricardo, que se chama Rogério, um homem de fibra que ficou paralítico devido a um acidente de carro. Ricardo que é um homem rico, vive em constantes discussões com suas irmãs que sempre querem decidir com quem ele deve se casar. O sonho de Dulcina e Cândida é que Ricardo se case com a milionária Luciana, uma jovem bela, porém, frívola e vingativa.

Tudo corre bem na mansão Linhares até que um dia a fiel empregada Josefina pega um moleque roubando ameixas do jardim e arma um escândalo, logo chega Dulcina e Ricardo, que ao tirar o boné do ladrão percebe que não passa de uma garota assustada, querendo apenas brincar. Ricardo é bondoso com Rosa, diz que não chamará a polícia se ela lhe der algumas ameixas. Contra o gosto das irmãs, Ricardo dá algum dinheiro para Rosa e a deixa ir embora, com a promessa de que um dia voltaria para visitá-lo. A amizade dos dois cresce, Rosa se apaixona por ele, enquanto ele só decide se casar com ela para provocar suas irmãs.
Na mesma noite de seu casamento, Ricardo Linhares se questiona a gravidade de seus atos, ao haver se casado com Rosa García, a humilde e rústica jovem, que o admira e o ama com todo seu coração. A preocupação deste milionário jovem se deve a seu caráter impulsivo e arrogante, e ao querer dar uma lição em suas meio-irmãs. Dulcina e Cândida, dominantes e avarentas, filhas do primeiro casamento do pai deste, elas, para aumentarem sua fortuna, queriam casá-lo com Luciana Villareal, então, por vingança e para lhes demonstrar que podiam contra ele, Ricardo decidiu tomar tão aventurada decisão da qual parece começar a se arrepender.
(Rosa, Ricardo, Dulcina e Luciana)
Dulcina e Cândida se unem a Luciana Villareal, jovem que possui uma grande fortuna e que sempre havia sentido atração por Ricardo, juntas, as três fazem todo o possível para separar Rosa e Ricardo. Este, realmente, se apaixona por Rosa, mas ela deixa a casa após algumas intrigas de suas cunhadas que diziam que sua amizade com Rogério havia se transformado em algo mais.

Rosa volta para o bairro onde vivia e só quer esquecer Ricardo e todo o mal que ele provocou com o seu desamor, mas o indeciso marido percebeu com a distância que Rosa é sempre será seu amor.

Além do mais, por intermédio de Tomasa, Waldete, que nunca havia deixado de procurar sua filha, a reencontra, e depois de lhe revelar que é sua mãe, a leva, afim de torná-la uma dama fina e educada.

Ricardo, que começa a amá-la verdadeiramente, faz com que Rosa retorne, mas esta não ficaria por muito tempo, pois Dulcina e Cândida lhe confessam que Ricardo teve outras razões para se casar com ela.
Pouco tempo depois, Rosa descobre que está grávida e aceitando a ajuda de sua mãe, decide se superar, cobrando vingança contra os Linhares, por todo o dano que lhe causaram.

Paulo, enteado de Waldete, se apaixona por Rosa, mas ela continua amando Ricardo apesar de não conseguir perdoá-lo. Rosa dá a luz a seu filho, quase ao mesmo tempo em que sua mãe morre de um infarto, lhe deixando como herança uma imensa fortuna e grandes negócios.

Ricardo e Rosa se encontram, ele já sabe que tem um filho e oferece sua ajuda a Rosa, que o rejeita, dizendo que nem ela, nem seu filho precisam dele. 
Em seu novo mundo, Rosa conhece um multi-milionário, que lhe pede em casamento. Rosa, decidida a seguir adiante com seu plano de vingança, exige o divórcio de Ricardo.

Faltando a última audiência para que o divórcio seja concedido, Rosa anuncia seu casamento com o milionário e Ricardo, que agora a ama loucamente, em sua desesperação e ao vê-la perdida, tenta pela última vez recuperá-la e consegue.

Vencida pelo grande amor que sente por Ricardo, Rosa rompa seu compromisso e se reconcilia com Ricardo. Finalmente o casal pode ser feliz ao lado de seu pequeno filho.

Minha Opinião:

Lembranças me veem à cabeça ao escrever esse post, uma vontade imensa de rever a novela que marcou a época de ouro das novelas mexicanas.
Atores perfeitos em seus papéis; um mocinho que se apaixona não pela aparência e sim pelo coração e bondade da mocinha. Uma mocinha corajosa que ousa seguir os mandos do seu coração. Vilões malvados e cruéis, que armam situações que mexem com o psicológico de qualquer pessoa.
Uma história bem clichê que encantou e encantaria qualquer um que viesse a assistí-la.
Saudade é pouco para a emoção que sinto agora. Novelas assim não se fazem mais!


fonte de pesquisa:
http://telenoveleiros.blogspot.com.br/2010/03/rosa-selvagem.html
http://pt.wikipedia.org/wiki/Rosa_salvaje


9 comentários:

  1. Eu assisti esta novela no TCM e me diverti muito. Sou uma fã de novelas mexicanas :-D
    Minhas favoritas são Coração Selvagem e Marimar, hehehehe. Ah, e a novela com o Saul Lizaso, se não me engano Por teu amor.
    Bj, Aris.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Realmente a novela é bem divertida, se não me engano Maria Mercedes foi meio que inspirada nela, pois lembra muito.
      Sou suspeita para falar sobre novelas mexicanas, já deu para sentir que não importa a idade, o tempo que passou, eu as amo, não é?!
      Beijinhos!

      Excluir
  2. Oi, Lena.

    Amava essa novela, assim como "Os Ricos também Choram".
    Fui acompanhar quando o SBT reprisou na parte da tarde.
    Adorava os personagens além da química dos atores.
    Sofria horrores com a mocinha.
    Uma pena que o SBT não reprise essas novelas que marcaram época.
    Eu queria muito rever.

    Beijos.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu concordo amiga, tempo bom que pelo jeito "não volta mais".

      Excluir
  3. Nossa, simplesmente adoro essa novela...Pena que no youtube só tenha ela em espanhol, mas eu assisti mesmo assim e assistiria todas as vezes que pudesse...

    ResponderExcluir
  4. Realmente a novela é bem divertida, se não me engano Maria Mercedes foi meio que inspirada nela, pois lembra muito.
    Sou suspeita para falar sobre novelas mexicanas, já deu para sentir que não importa a idade, o tempo que passou, eu as amo, não é?!
    Beijinhos!

    ResponderExcluir
  5. Realmente a novela é bem divertida, se não me engano Maria Mercedes foi meio que inspirada nela, pois lembra muito.
    Sou suspeita para falar sobre novelas mexicanas, já deu para sentir que não importa a idade, o tempo que passou, eu as amo, não é?!
    Beijinhos!

    ResponderExcluir
  6. Essa foi a primeira e a melhor novela mexicana que assisti.Saudades

    ResponderExcluir

Seu comentário é sempre bem-vindo e lembre-se, todos são respondidos.
Portanto volte ao post para conferir ou clique na opção "Notifique-me" e receba por email.
Obrigada!

Editoras Parceiras

Postagens Recentes

Visualizações

Últimos Comentários

Lançamentos