O Primeiro Dia - Marc Levy

Ambiciosa e apaixonada, a arqueóloga Keira comanda uma escavação no Vale de Omo, na Etiópia – e, quando uma tempestade de areia destrói o local, se vê obrigada a retornar à Europa. Mas traz consigo um estranho pingente, que recebeu das mãos de um menino etíope. Em Londres, disputando uma bolsa de pesquisa, seus caminhos se cruzam com o de Adrian, um renomado astrônomo – e seu ex-caso, de muitos anos atrás. Numa visita ao apartamento dele, ela esquece lá o pingente, acendendo em Adrian tanto o interesse científico pela origem do artefato quanto o amoroso por sua dona. Logo se tornará claro para o casal que eles não são os únicos interessados no pingente, e que há gente disposta a tudo para consegui-lo. Keira e Adrian partem numa viagem que os levará a vários continentes, seguindo mapas traçados a partir das estrelas e pistas enterradas no solo. E sua meta é achar a resposta para perguntas que intrigam a todos desde o início dos tempos.

Uma aventura sem precedentes, uma viagem além do inimaginável, na belíssima escrita de Marc Levy. Nada me preparou para a leitura de O Primeiro Dia, mesmo já sendo conhecedora da maneira de escrever do autor.

Uma leitura muito interessante, que envolve o leitor deixando-o refém de descobertas ao virar de cada página, abrindo portas para além das estrelas. 

Quem nunca quis desvendar os mistérios do universo, o início de tudo, de onde viemos e onde nos levam as estrelas?! E o que se esperar da união entre um astrônomo e uma arqueóloga em buscas dessas respostas? Com certeza um mistério inigualável. 
O livro prende desde a primeira página, pela profundidade da narrativa, na riqueza de detalhes, e culminantemente pelo suspense.
Marc Levy escreve com leveza, profundo conhecimento dos fatos, mas acima de tudo de forma poética.

Veja as citações abaixo:
Haverá um momento na vida em que a felicidade acaba, em que não se espera mais nada? Será isso envelhecer? Quando o hoje passa a ser o ontem como assunto exclusivo, quando o presente se torna apenas saudade, timidamente escondida atrás de grandes risadas? (pág. 155)
A mulher e o homem não precisam ser ideais, o que interessa é o que os dois pretendem fazer juntos. Uma grande história de amor é o encontro de duas pessoas dispostas a dar. (pág. 160)
Poesia pura, a meu ver pelo menos.

Mas falando do livro em si, gostei bastante da história. Nos embrenhamos em sítios arqueológicos, observatórios estrelares e vulcões inativos. Na primeira parte, ou seja, na introdução do livro o autor nos explica detalhes da história, fatos antigos, como se narrasse um glossário de informações que serão úteis ao longo da narrativa e nos preparando para uma grande aventura. E foi um imenso prazer adentrar nesse universo junto de Adrian e Keira, nessa busca incensante por respostas.

Personagens comuns que se veem envolvidos num emaranhado de informações que geram uma mega conspiração. Claro que um mistério desse porte não envolveria apenas um par de personagens, estão incluídos também células do mundo todo, inclusive o Brasil com a célula Rio. Uns querem respostas tanto quanto eles, outros farão de tudo para que se calem.

Me surpreendi muito com o final do livro, totalmente arrebatador e emocional, que cria um enorme curiosidade para o desvendar dessa história.

Vários mistérios ficam em aberto e espero fervorosamente que sejam desvendados no livro seguinte A Primeira Noite, que começo a ler em 3,2,1...

Recomendo a leitura!

17 comentários:

  1. Já li, não faz muito meu estilo, mas a leitura foi legal. Vou começar a sequência. =)

    bjokas

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Esperando muito da sequência, espero não me decepcionar!
      Beijos!

      Excluir
  2. Desde a primeira resenha que li sobre este livro fiquei apaixonada.
    Imagina o que é para uma pessoa que é fascinada por Astronomia e Arqueologia se deparar com livro que junta os dois temas de uma forma tão apaixonante e envolvente!?
    Eu fui a loucura!
    É nessas horas que eu fico triste por morar onde Judas perde as botas. Rsrs
    A resenha ficou ótima!
    Bjos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Esse livro é um prato cheio para quem curti o assunto, com certeza você vai amar a leitura.
      Beijinhos!

      Excluir
  3. Oi Lê!

    Vou aproveitar ler agora que chegou a continuação, adoro livros em que o autor escreve profundamente e com tanta poesia em forma de narrativa! Um belo romance!

    Bjokas

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Concordo, também pretendo ler rapidinho, até para não esquecer alguns fatos.
      Beijos Thaís!

      Excluir
  4. Leninha, eu gostei bastante do livro :D Não gostei tanto assim dos protagonistas, mas a história conseguiu me cativar! Estou ansiosa para ler a continuação ^^

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Acredito que no segundo livro os protagonistas nos cativem mais. Muita calma para não entrar com muita sede na leitura, kkk
      Beijinhos!

      Excluir
  5. Obrigada Leninha, pela resenha emocionante e que deixa a gente com um gostinho de que tenho que ler com urgência!!

    http://loucaescrivaninha.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. De nada querida, tento sempre passar emoção no que escrevo, espero ter conseguido e que você se encontre na leitura!
      Beijinhos!

      Excluir
  6. Oi Lena!

    Eu quero ler esse livro!!

    Vou marcar na minha listinha de final de ano \o/

    Bjs!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Opa, com certeza uma ótima pedida para o amigo secreto!
      Certeza de uma boa leitura!

      Excluir
  7. Ei Lena,

    E terminei este livro ontem e ele não funcionou para mim, quando vi sua resenha cheia de elogios até pensei se lemos o mesmo livro hahaha. O problema é que até lá quase a pg 200 a historia não anda. É uma lenga-lenga sem fim e para quem, como eu, não curte muito astrologia e arqueologia é um tédio só rsrs.

    Eu gostei dos protagonistas e o final foi muito bom, mas até chegar lá fui um custo rs. Eu vi mesmo trechos lindos e eu fui ler certa que ia amar pq amei Tudo aquilo que nunca foi dito do mesmo autor.

    Aff, agora estou até com dó pq dei 2 no skoob, fiquei na dúvida entre 2 e 3, vamos ver se mudo de ideia ao escrever a resenha haha.

    beijos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu amo o assunto, tinha sonho de ser arqueóloga e adorei minha única visita ao planetário, literalmente viajei.

      O livro pode sim parecer cansativo para quem não gosta do assunto, mas eu amei!
      Doida para começar a sequência!

      Excluir
  8. Nossa essa resenha ficou incrível,sou suspeita porque aprecio os livros de Marc Levy. Gostei muito da narrativa, de como a história é conduzida, sua resenha me deixou ansiosa pra ler esse novo livro.
    Identifiquei pontos positivos: tem a capa interessante,o autor não focou só no romance e compensa com um pouco de aventura e mistério.Outro ponto que eu achei interessante é a história se passar em várias cidades, incluindo o Rio!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Na verdade a história se passa em vários países mesmo, mas a presença do Rio se faz apenas na reunião da cúpula conspiradora. Um representante do Rio participa, é isso...

      Acredito que muitos irão gostar da história sim, eu gostei muito!

      Excluir
  9. Oi Leninha, eu na verdade não gostei muito deste livro, quem sabe o próximo volume eu goste mais.
    Bjs, Rose.

    ResponderExcluir

Seu comentário é sempre bem-vindo e lembre-se, todos são respondidos.
Portanto volte ao post para conferir ou clique na opção "Notifique-me" e receba por email.
Obrigada!

Editoras Parceiras

Postagens Recentes

Visualizações

Últimos Comentários

Lançamentos