Anjo Mecânico - Cassandra Clare

Anjo mecânico apresenta o mundo que deu origem à série Os Instrumentos Mortais, sucesso de Cassandra Claire. Nesse primeiro volume, que se passa na Londres vitoriana, a protagonista Tessa Gray conhece o mundo dos Caçadores de Sombras quando precisa se mudar de Nova York para a Inglaterra depois da morte da tia. Quando chega para encontrar o irmão Nathaniel, seu único parente vivo, ela descobrirá que é dona de um poder que capaz de despertar uma guerra mortal entre os Nephilim e as máquinas do Magistrado, o novo comandante das forças do submundo.

Anjo Mecânico é o primeiro livro da série “As Peças Infernais”, e a minha estreia na leitura da autora Cassandra Clare. Apesar de ter os livros da série Instrumentos mortais aqui na minha estante, ainda não os li.
Demorei um bom tempo para terminar de ler esse livro, acho que minha preferência por dramas e romances me fez ficar um pouco ressabiada com esse universo diferenciado.
A história custou a me pegar, mas acredito que isso foi apenas comigo, porque todos os que conheço e que já leram, adoraram.

Aqui conhecemos Tessa Grey, uma pequena órfã, que de repente se vê só no mundo. Com a morte de sua tia, sua única salvação era ir morar com seu irmão Nathaniel. Ela só não imaginava que ao chegar ao porto de Londres seria recepcionada por seu mais temido destino. Sequestrada e obrigada a desenvolver poderes que não sabia possuir, ela acaba caindo de cabeça num mundo novo, onde existem sombras, Nephilins e um lado seu, até então desconhecido.

E mais... Conheceu Will, um mocinho meio Bad boy e Jem com seu jeito doce e sensível. E começa assim sua relação com os integrantes do instituto, e a se descobrir como um ser incomum.

A história me lembrou um pouco a série X-Men, e vi Tessa como a personagem Mística, na sua fase adolescente e seu poder de transformação, mas isso foi meio viagem da minha cabeça, claro, kkk

O que mais gostei de Tessa foi sua relação com os livros, parece "eu", kkkk
- Sempre se deve ter cuidado com os livros, - disse Tessa -, e com o que está dentro deles, pois as palavras têm o poder de nos transformar. (pág 79 )

A história foi bem desenvolvida, num universo diferente do que estou acostumada, mas acredito que esse seja um lugar que desejo conhecer mais, talvez lendo a série dos Instrumentos mortais.
A escrita do livro é bem Jovem Adulto, e apesar de não ter preferência por esse gênero, onde figuram adolescentes e trios românticos, achei a leitura legal. Não posso dizer que ao término na leitura me vi fascinada, nem aos suspiros, como geralmente gosto de me sentir,  mas gostei.

O livro chama a atenção pela sua capa linda, pela diagramação perfeita. Percebi alguns errinhos de concordância, mas a história é bem peculiar e o mote bem instigador. Foi agradável me aventurar na leitura desse livro e apesar de não ter ficado deslumbrada com a história, acho que não custa nada me arriscar e ler mais sobre esse universo, até para tirar qualquer cisma que tenha ficado.


6 comentários:

  1. Ei Leninha,
    Eu gostei muito do livro e pretendo continuar a ler a série.
    Ótima resenha.
    Bjs

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Também pretendo ler Hérida, apesar de não estar acostumada a esse tipo de leitura, gostei do livro.

      Excluir
  2. Oi Lena!

    Eu adorei o universo criado pela Cassandra \o/

    Quero ler os outros o/

    Bjs!

    ResponderExcluir
  3. Oi Leninha, infelizmente ainda não li este livro, masa história dele me interessa, e as resenhas que leio sobre ele na maioria das vezes são bem positivas.
    Bjs, Rose.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Depois que você conseguir ler o livro, volta e me conta sua opinião!
      beijinhos!

      Excluir

Seu comentário é sempre bem-vindo e lembre-se, todos são respondidos.
Portanto volte ao post para conferir ou clique na opção "Notifique-me" e receba por email.
Obrigada!

Editoras Parceiras

Postagens Recentes

Visualizações

Últimos Comentários

Lançamentos