Novelas Mexicanas - Carrossel


Carrusel (no Brasil, Carrossel) é uma telenovela mexicana de 375 capítulos produzida pela Rede Televisa em 1989, transmitida no Brasil pelo SBT entre  1991 e 1992 e reprisada três vezes. Remake de uma novela argentina dos anos 60 e 70.




A História
Através da convivência diária no Colégio Mundial, mantida pelo milionário Sr. Morales, uma turma de crianças descobre os prós e os contras da vida e procuram resolver seus problemas com alegria e descontração. Entre outros aspectos, Carrossel mostrava que o preconceito e os maus sentimentos não têm lugar na vida desses anjinhos.

No meio de enormes confusões e travessuras infantis está a terna e doce professora Helena, que, ao lado do fiel amigo e zelador do colégio, Firmino, também funciona como intermédio no que diz respeito à impetuosa Olívia, diretora do lugar. Desde que assumiu seu posto como professora da turma do segundo ano, Helena encantou a todos não só pela beleza, mas também pela dedicação com os alunos. Além de ensinar as matérias disciplinares, ela se envolvia com as alegrias e dificuldades das crianças e de seus familiares. Para todos, ela tinha um gesto de carinho, um afago e uma palavra certa.

Entre os alunos do Colégio Mundial estavam: a romântica e gulosa Laura que não perdia a chance de desabafar num suspiro "Isso é tão romântico!"; o espevitado Kokimoto, sempre com sua faixinha de caratê amarada na cabeça; a inteligente e meiga Marcelina; o pobre alvo de preconceitos Cirilo que depois de ser caçoado explicava "Eu só quis dizer!"; o danado Davi; Jaime Palilo o gordinho de coração enorme que sempre dizia "Que droga de cabeça", quando não acertava um problema de matemática; Carmem a menina estudiosa mas, que sofria com a separação dos pais;

Mario que chegou a escola bem agressivo, mas com ajuda de todos e do cão Rabito passou a ser melhor; Paulo irmão de Marcelina que vivia aprontando das suas; Adriano que passava o seu tempo no Mundo da Lua e cochilando; Bibi que por ser descendente de americanos às vezes falava uma expressão em inglês; e a esnobe rica Maria Joaquina que humilhava o pobre Cirilo, esnobava o amor que o garotinho sentia e dava importância as coisas pequenas como se vangloriar do sobrenome Villaseñor.

A professora Suzana foi a substituta, quando Helena ficou doente, e acabou cativando também o coração das crianças. As duas ficaram muito amigas e as crianças ganharam mais um anjo da guarda. Além delas, a escola tinha como funcionários a faxineira Dorotéia, a professora de música Matilde - que mais tarde foi substituída pela professora Rene - e a professora Glória.

Após muito torcer e rezar, Cirilo ganhou numa promoção um pequeno triciclo motorizado. Desfilou com o veículo por alguns capítulos, comemorando sua recém-chegada riqueza, mas em pouco tempo seu objeto de desejo misteriosamente desaparece e o pobretão volta a reclamar de sua sorte, como se nada tivesse acontecido. 

 (Foto de carrossel em uma outra versão)


Minha Opinião:

Falar de novela mexicana e não lembrar de Carrossel é uma missão quase impossível. Quem nunca ouviu a musiquinha e "Embarque nesse carrossel" e não se lembrou da romântica Laurinha (minha personagem preferida), ou teve antipatia pela Maria Joaquina, saudade do Cirilo apaixonado e que me deixava com raiva às vezes por ser tão bobinho e inocente.

Agora com essa febre de nova versão brasileira de Carrossel nada melhor do que recordar as versões antigas. Época boa de uma novela inesquecível, antes que o Sílvio Santos estrague tudo, kkk



Curiosidades da trama:
 

* O SBT já exibiu a primeira versão da novela mexicana Carrossel nos anos 90, depois exibiu uma versão mais nova, e o sucesso foi garantido sempre.

* A novela é lembrada como uma das melhores novelas exibidas pelo SBT, tendo inclusive ultrapassado a audiência do Jornal Nacional da Rede Globo por várias vezes.

* O sucesso da novela e da personagem Professora Helena foi tanto que Gabriela Rivero, a atriz que a interpretava, visitou o Brasil na época e desceu a rampa do Congresso Nacional junto com o então presidente Fernando Collor de Mello. 


PS: Veja AQUI fotos dos personagens da primeira versão na época da novela e hoje em dia, vale à pena!


Fontes de pesquisa:



10 comentários:

  1. Como eu adorava essa novela, ainda lembro de algumas musicas, chegava da escola ansiosa para assistir.

    ResponderExcluir
  2. Caramba eu amava essa novela.... odiava a Maria Joaquina e queria bater no Cirilo p/ deixar de ser tão bobo por ela... hahaha...Ah o Rabito, como chorei por ele...
    Uma novela memorável!!!

    ResponderExcluir
  3. Eu amava essa novela, até coloquei o nome Rabito no meu cachorrinho. E estou assistindo a versão brasileira, é o único jeito de relembrar, já que quase não me lembro de todos os detalhes da antiga.

    ResponderExcluir
  4. Conheça o meu blog http://televisaevoce.blogspot.com.br/ Lá tem tudo sobre as novelas e atores latinos!

    ResponderExcluir
  5. Carrossel marcou minha infância. Eu era fã do Jaime Palilo, hahahaha


    Beijos Lena

    ResponderExcluir
  6. saudade da professora Helenna.

    ResponderExcluir
  7. Essa novela marcou toda uma geração.
    Saudades!
    Estou até acompanhando a nova versão e gostando muito.
    Mas ainda prefiro a original!
    Beijos.

    ResponderExcluir
  8. Oi Lena!

    Eu não assisti Carrossel...

    Eu assisti Chiquititas, mas Carrossel não...

    Vai entender ...

    kkk

    Bjs!

    ResponderExcluir
  9. Era fã de carteirinha. Me chamavam de Laura (daí começou o bullying), mas eu queria ser a Maria Joaquina. Eu tinha uma luva e colocava, mas quando escrever não conseguia. rs

    ResponderExcluir
  10. adoro carrossel vejo todos os dias.tanbem adoro os personagens as pessoas de onde eu moro falam que eu paresso com a valeria.beijos thau.luciana

    ResponderExcluir

Seu comentário é sempre bem-vindo e lembre-se, todos são respondidos.
Portanto volte ao post para conferir ou clique na opção "Notifique-me" e receba por email.
Obrigada!

Editoras Parceiras

Posts Recentes

Visualizações

Últimos Comentários

Lançamentos

Lançamento!