Garotas de Vidro - Laurie Halse Anderson


“Lia e Cassie são amigas há anos, ambas congeladas em seus corpos. No entanto, em uma manhã, Lia acorda com a notícia de que Cassie está morta, e as circunstâncias de sua morte ainda são um mistério. Não bastasse isso, Cassie tentara falar com Lia momentos antes, para pedir ajuda. Lia tem de lidar com o pai, que é um renomado escritor, sua madrasta e a mãe, uma cardiologista que vive ocupada, salvando a vida dos outros. Contudo, seu maior tormento é a voz dentro de si mesma, que não a deixa se esquecer de manter o controle, continuar forte e perder mais, sempre perder mais, e pesar menos. Bem menos.”

Comecei a ler esse livro depois de conferir a resenha da Nanie, do blog Nanie’s World, e em nossas conversas em off, ela me disse: "Leninha você vai amar, Leninha esse livro é seu número, Leninha você precisa ler..."

Tem horas que penso que realmente sou um livro aberto para minhas amigas, elas me conhecem e quase adivinham as emoções que me tocam e me atraem em uma leitura. É claro que a Nanie acertou em cheio, eu simplesmente amei o livro.
 
Como não gostar de um livro que passa uma verdade tão sofrida e tão pungente, que a cada página virada dói na carne?! Como não se chocar com as verdades ali contidas, verdades essas que poluem as mentes de jovens pelo mundo afora?

Como não se apaixonar pela escrita quase poética da autora, que encanta e fascina o leitor, mesmo passando com a leitura uma história tão chocante e que dilacera?!

Pois é, Garotas de Vidro é assim: Pungente, dilacerante, tocante, doído, mas acima de tudo, um alerta.

Enquanto pessoas vivem suas vidinhas por aí, alheios ao que os cercam, existem entre nós pessoas que sofrem desses distúrbios tão tristes chamados Bulimia e Anorexia. Um mal que ataca a alma da pessoa, cega e maltrata. São crianças que não se aceitam, que simplesmente temem se olhar no espelho, porquê o que os olhos dela veem não são a realidade. Elas são magras, quase esqueletos, mas diante de seus olhos são baleias, gordas, anormais, entre outros adjetivos não tão simples.
Lia sofre desse mal, e passamos durante toda a leitura conhecendo sua alma e seus medos.

O que começou como uma brincadeira, uma aposta, um acordo entre duas adolescentes se transformou em algo difícil de controlar. Cassie agora está morta e a Lia só resta alcançar seus objetivos, perder peso e mais peso, e como ela mesma diz: chegar à perigolândia dos 45 quilos e depois 42, depois 40... E assim ela vai mergulhando num poço sem fundo.

Durante a leitura é mostrado as calorias de tudo que Lia ingeriu, e essa soma se transforma numa bola de neve. Cada dia menos, cada dia mais exercícios, cada dia mais magra.
E nesse turbilhão neurótico, Lia vai levando toda sua família a viver um sofrimento sem fim, maltratando quem está ao seu redor, num redemoinho de consequências incalculáveis.

Tenho que confessar que esse não é um livro para ser lido por qualquer pessoa. Realmente você tem que ser forte para aguentar os dramas pelos quais Lia passa durante a leitura, porque a autora, de forma magistral, consegue repassar para o leitor todo o sofrimento vivido pela personagem, e com certeza uma pessoa fraca ou impressionável vai parar a leitura logo no início.

Na resenha da Nanie ela cita algumas páginas que a deixaram chocada durante a leitura. Eu seria capaz de marcar diversas outras páginas tão fortes quanto as que ela marcou, cada uma delas machuca, corta nossa carne, assim como Lia maltrata a si mesmo.

Certo, acho que já chega, cabe a você leitor agora decidir: Vai encarar? Você se sente pronto para conhecer o universo de Lia?
Se você está preparado, largue tudo e comece a ler agora!

Uma leitura forte, angustiante, mas que serve como um destapa olhos. Você pode conhecer uma dessas garotas de vidro e talvez você possa ajudá-las.

Super recomendo a leitura.

27 comentários:

  1. Lena, que resenha tocante e impactante. Com certeza quero ler esse livro, mesmo que não seja uma leitura leve.


    É muito triste saber que tantas pessoas vivem momentos tão difíceis.


    Beijos

    ResponderExcluir
  2. OMG, preciso ler, já tá na minha pilha, mas à frente desse livro ainda tenho uns 7 livros. É a primeira resenha dele que leio e me deixo doida pra fazer esse livro furar a fila de leituras... kk

    bjs, sua resenha tá ótima.
    @camila_marcia
    De Livro em Livro

    ResponderExcluir
  3. Adorei a sua resenha. Esse livro toca numa questão muito atual e extremamente importante. Num mundo que o ideal de beleza são modelos desnutridas e anoréxicas, muitas jovens podem ser levadas a tentar atingir um ideal impossível.

    E de repente tal situação vira uma doença, uma obsessão. Não importa quão magras estão, ainda se acham gordas. É um assunto muito sério e tocante.

    bjokas

    ResponderExcluir
  4. Leninha, que resenha linda! Adorei a forma como você falou desse livro tão tocante.
    Eu realmente achei que a história tinha tudo a ver contigo - porque é um drama muito pesado, que consegue mexer com nossas emoções.
    A história é muito forte, mas acho que todos deveriam ler - acaba ensinando uma lição muito importante.

    ResponderExcluir
  5. com certeza um livro impactante , espero ter a oportunidade e coragem para lê-lo..já marquei como super recomendado.

    ResponderExcluir
  6. Eu quero ler este livro, mesmo sendo forte... sua resenha foi mais impressionável que a da Nanie!!!

    ResponderExcluir
  7. Débora Jacqueline4 de junho de 2012 11:28

    Ótima resenha,parabéns!!!fiquei ainda mais curiosa para lê-lo!

    ResponderExcluir
  8. Tenho certeza que vou gostar desse livro tanto quanto você, Lena. Gosto de livros assim, pungentes. O livro está na minha outra casa e, só por isso, ainda não comecei a ler. Mas espero poder fazer isso em breve!


    Beijos!

    ResponderExcluir
  9. Esse é com certeza um livro para se fazer pensar.
    A realidade está lá fora, temos que ficar alertas e se possível tentar ajudar.

    ResponderExcluir
  10. Realmente Tonks, esse é um tema bastante atual e que com certeza deveria ser mais debatido, principalmente nas escolas.

    ResponderExcluir
  11. Que bom que você curtiu a resenha Nanie, eu que agradeço a bela dica!

    ResponderExcluir
  12. Leia e depois aparece aqui para me dizer o que você achou, combinado?!

    ResponderExcluir
  13. Obrigada!
    Leia o livro e depois me conta o que você achou, combinado?!
    Te aguardo!

    ResponderExcluir
  14. Aguardo notícias suas sobre a leitura desse livro, tenho certeza que você vai amar!
    Beijão!

    ResponderExcluir
  15. Oi, Lena.

    Depois de ler a resenha da Nanie e complementando com a sua opinião, preciso ler este livro AGORA, mas estou me preparando emocionalmente p/ lê-lo, porque adoro livros que focam na realidade nua e crua.

    Beijos.

    ResponderExcluir
  16. Oi Lena!

    O livro já está aqui na pilhinha kkk

    Pretendo ler no final de semana \o/

    Bjs!

    ResponderExcluir
  17. Legal!
    Não esquece de voltar aqui e me dizer o que você achou!
    Beijão!

    ResponderExcluir
  18. Se prepara! Mas certeza que mesmo o tema sendo forte você vai gostar muito do livro.
    Beijos!

    ResponderExcluir
  19. AVA que revolta!
    Agora eu quero ler!
    Duas resenhas maravilhosas!
    ;)
    Selene Blanchard

    Blanc – ModaeEu.blogspot.com – TEM
    PROMOÇÃO COM BlackBerry, E OUTRAS ESPECIAIS

    Espero sua visita!

    ResponderExcluir
  20. Leia e depois volte para me contar o que achou!
    Bj!

    ResponderExcluir
  21. Ou seja: você é masoquista. #piadainterna

    ResponderExcluir
  22. Caramba agora estou curiosa! Eu vi esse livo no dia em que ele saiu na pré-venda, mas a sinopse não me interessou em nada. Nem marquei como desejado porque não foi algo que me atraiu para a leitura. Mas agora com sua resenha fico a pensar sobre as coisa. Muitas pessoas têm complexos e o peso é um deles. Eu mesma já fiz milhares de dietas e sofri, ainda sofro, com o problema do peso. É claro que nunca tive nenhum tipo de distúrbio alimentar, mas sei como é o sofrimento.


    Bem o que posso dizer vc me deixou com uma pulga atrás da orelha. Agora preciso ler esse livro para conferir.


    Adorei a resenha.


    bjs no core
    Glau

    ResponderExcluir
  23. Eu adorei esse livro. Fiz a resenha dele semana passada :) Acho que pais deveriam ler, vc não acha? bjkss

    ResponderExcluir
  24. É um livro com temática bem diferente e interessante, fiquei curiosa para conhecer o desenvolvimento da história. Além disso a capa é linda demais!
    Bjkas,
    Monique Martins
    @moniquemar

    ResponderExcluir

Seu comentário é sempre bem-vindo e lembre-se, todos são respondidos.
Portanto volte ao post para conferir ou clique na opção "Notifique-me" e receba por email.
Obrigada!

Editoras Parceiras

Postagens Recentes

Visualizações

Últimos Comentários

Lançamentos