O Melhor de Mim - Nicholas Sparks


Na primavera de 1984, os estudantes Amanda Collier e Dawson Cole se apaixonaram perdidamente. Embora vivessem em mundos muito diferentes, o amor que sentiam um pelo outro parecia forte o bastante para desafiar todas as convenções de Oriental, a pequena cidade em que moravam. Nascido em uma família de criminosos, o solitário Dawson acreditava que seu sentimento por Amanda lhe daria a força necessária para fugir do destino sombrio que parecia traçado para ele. Ela, uma garota bonita e de família tradicional, que sonhava entrar para uma universidade de renome, via no namorado um porto seguro para toda a sua paixão e seu espírito livre. Infelizmente, quando o verão do último ano de escola chegou ao fim, a realidade os separou de maneira cruel e implacável.
Vinte e cinco anos depois, eles estão de volta a Oriental para o velório de Tuck Hostetler, o homem que um dia abrigou Dawson, acobertou o namoro do casal e acabou se tornando o melhor amigo dos dois. Seguindo as instruções de cartas deixadas por Tuck, o casal redescobrirá sentimentos sufocados há décadas. Após tanto tempo afastados, Amanda e Dawson irão perceber que não tiveram a vida que esperavam e que nunca conseguiram esquecer o primeiro amor. Um único fim de semana juntos e talvez seus destinos mudem para sempre. Num romance envolvente, Nicholas Sparks mostra toda a sua habilidade de contador de histórias e reafirma que o amor é a força mais poderosa do Universo - e que, quando duas pessoas se amam, nem a distância nem o tempo podem separá-las.

Quem me conhece sabe da minha paixão pelos livros "dramas" de Nicholas Sparks, então venho hoje tentar transmitir em palavras o turbilhão de emoções que me cortaram durante a leitura desse livro.

Dawson foi o único personagem de Nicholas que eu pensei em dar uma sacudida: "Simbora rapaz, não é por que você vem de uma família de pessoas ruins que você tem que aceitar tudo, você não é culpado, reaja!"

Já Amanda me lembrou de Ellie do livro “O Diário de uma paixão”, pela maneira que ela se entregou ao amor sem medos, com um coração puro e sem esperar nada em troca.

Dawson e Amanda viveram um grande amor na adolescência, e as marcas dessa história ficaram suspensa depois que Dawson termina o relacionamento, pensando apenas no bem e no futuro de Amanda, futuro esse onde não o cabia.
Um livro que fala sobre escolhas e o que isso pode acarretar na vida de cada um. Mas acima de tudo fala da amizade e do amor, amor abnegado, sem grandes expectativas, sem perguntas.

“No silêncio do olhar de Dawson não se lia nada, mas em sua cabeça um turbilhão de perguntas fluía, a mais importante delas: Por que ela gosta de mim? Não sou nada, nem ninguém!”. 
Assim podemos sentir Dawson durante toda a leitura, um homem sem grandes propósitos, que acha que não tem um lugar na vida de ninguém, ele existe apenas por existir, sem importância nenhuma. Não sabe ele que sua presença é tão estimada, seu amor pelo próximo é tão tocante, e sua abdicação de sonhos é tão imperfeita.

Durante toda a leitura nos apaixonamos pela cumplicidade existente entre Dawson e Amanda. Mas o destino padrasto os separou e colocou entre eles uma vida inteira, um amor com muitas barreiras pela frente e que apesar de tamanha força não seria capaz de transpor.

Amanda agora é mãe, esposa e responsável por uma família inteira. Três filhos amados e um marido que ela mesma escolheu, apesar de seus defeitos e fraquezas.
Dawson apenas viveu... Depois de Amanda ele nunca mais amou, cumpriu os desígnios de um destino que ele aceitou para si.
Uma bela história de amor, com uma pitada de mistério, quase surreal. Nicholas Sparks consegue nos impressionar com um amor escrito nas estrelas, mas que aos poucos foi sendo apagada pela borracha do tempo.

Adorei a história! Como sempre Nicholas me deixou no final da leitura suspirando abraçada ao livro. Fico tentando entender por que ele sempre faz isso comigo, me tornando cada dia mais, uma apaixonada por seus livros. Basta simplesmente saber que é um "Nicholas Sparks".

Recomendo aos apaixonados por um belo drama! Quem conhece Nicholas Sparks e curte seu estilo, se delicie... Quem ainda não conhece, se prepare para fortes emoções.

Ah, não esqueçam a caixinha de lenços, vocês vão precisar!

18 comentários:

  1. Tive vontade de bater bem forte no Dawson, aff, carinha + tapado!!!
    Adorei Amanda. Lutou pelo amor, depois seguiu em frente, como todos.

    Bjss

    ResponderExcluir
  2. Amiga, eu me desidratei lendo este livro, ele é intenso demais e emocionante demais, até agora na minha humilde opinião, o melhor livro de Nicholas Sparks e olha que isto é bem difícil hein pois ele só tem livros bons...

    Vanessa - Balaio

    ResponderExcluir
  3. Ai Nicholas... <3
    Muito amor por esse homem Leninha, hahaha. Eu ainda não li esse livro, mas estou doente por ele! A história parece ser mesmo maravilhosa, e eu sou dessas que chora até não dar mais.
    Amei a sua resenha!

    Beijos
    Livros e blablablá

    ResponderExcluir
  4. Medo de ler esse livro. Depois de ler sua resenha Lena, fiquei ainda mais preocupada com o tipo de leitura que esse livro proporciona.

    Nicholas é um autor incrível, mas sempre fico receosa com seus livros.

    Beijos

    ResponderExcluir
  5. Oi Lena,

    Quando li este livro também tive vontade de dar um sacudida no Dawson...
    Mas o livro é perfito como todos do Nicholas.
    Bjs!

    Katielle
    www.leituramaravilhosa.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  6. Tenho muita vontade de ler esse livro, pois amo Nicholas Sparks e adoro chorar lendo os livros dele, eu sempre que acabo de ler gosto de tirar uma moral da história e lendo os livros dele sempre tenho uma sensação boa, de alivio. E ao que parece esse livro tem uma pegada de O.C um estranho no paraiso, aquela serie que eu adorava!!!

    ResponderExcluir
  7. Oi Lena!

    A caixinha de lenços é um item obrigatório para ler um livro do Nicholas Sparks! hhahaha

    Só ele consegue nos fazer chorar nas histórias!

    Bjs

    ResponderExcluir
  8.  Ele é um divo, kkkk
    Amoadoro Nick, e a cada dia mais!!

    ResponderExcluir
  9.  Não assisti essa série, então não sei dizer.
    Mas o livro vale muito à pena, leia e depois volte para me contar o que achou!

    ResponderExcluir
  10.  Concordo!
    Dawson merecia umas sacudidas, mas o final do livro é de arrancar suspiros!

    ResponderExcluir
  11.  Tenha medo não amiga, leia e se apaixone por mais uma memorável história do Nick, kkk

    ResponderExcluir
  12.  Fica doente não, compra logo e leia, vc não vai se arrepender!

    ResponderExcluir
  13.  Pelo jeito temos que ler os livros do Nicholas Sparks com um litro de água de coco do lado, desidratação é pouco, kkkk
    O cara se garante no quesito drama!

    ResponderExcluir
  14.  Os personagens são marcantes mesmo, adorei não só o Dawson, a Amanda mais acima de todos o amigo Tuck que proporcionou o reencontro.
    Tudo foi meio mágico!

    ResponderExcluir
  15. Oi Leninha!
    Dessa vez, uma caixinha de lenços foi pouco... amei o livro, me deixou emocionalmente esgotada, mas valeu cada suspiro e cada lágrima! Beijos... Elis Culceag.

    ResponderExcluir
  16. Pelo visto você é tão apaixonada pelo Nicholas quanto eu , simplesmente ele tem o dom de me fazer devorar o livro e ficar pesando nele por dias, já imaginando o próximo *----* começei a ler agora Um homem de sorte, o próximo sera A escolha, todos os outros já li :)

    ResponderExcluir
  17. Olá, Leninha!




    Eu gosto muito das histórias do Nicholas Sparks, mas sempre fico deprimida demais depois de ler um livro dele.rsrs... Eles me fazem refletir, mexem com todas as minhas emoções e deixam um vazio doloroso. Só li dois livros dele (O Diário de Uma Paixão e Um Amor Para Recordar), mas foram suficientes para me fazerem amar e odiar o autor.rsrs... Depois da sua resenha fiquei com vontade de ler esse livro, mas tenho medo também. O Nicholas não tem pena da gente, sabe? Gosta de nos fazer chorar e de machucar seus personagens mais queridos.


    Quando li "Um Amor Para Recordar" chorei demais. Sentia uma dor tão grande que era como se tivesse perdido alguém amado. Não gosto de sentir isso.kkkk... Por isso, evito os livros do autor mesmo gostando dele.




    Bjs!

    ResponderExcluir
  18. nossa chorei muito mesmo lendo esse livro foi o primeiro livro do Nicholas que li e depois dele não consegui mais parar tenho todos rs .

    ResponderExcluir

Seu comentário é sempre bem-vindo e lembre-se, todos são respondidos.
Portanto volte ao post para conferir ou clique na opção "Notifique-me" e receba por email.
Obrigada!

Editoras Parceiras

Postagens Recentes

Visualizações

Últimos Comentários

Lançamentos