A Filha do Pastor das Árvores - Gillian Summers

Com a morte da mãe, Keelie Heartwood, uma jovem de apenas quinze anos, é forçada a deixar sua adorada Califórnia para viver com o pai nômade no Festival da Renascença de Montanha Alta, no Colorado. Lá, coisas estranhas começam a acontecer - estranhas mas familiares. Keelie percebe que algumas pessoas do festival têm orelhas pontudas, incluindo o cavaleiro mais bonito do lugar, Lorde Sean do Bosque. Quando ela começa a ver seres estranhos e a se comunicar com árvores, descobre que existe um segredo a seu respeito e percebe que seu pai lhe deve explicações.


Apesar do gênero fantasia não ser meu estilo preferido de leitura (quem me conhece sabe que gosto mesmo de um bom drama), resolvi arriscar e pedir esse livro para apreciação à Editora Bertrand. Nada melhor que vivenciar através da leitura uma nova experiência.

O livro foi uma surpresa, apesar de não poder classificá-lo como maravilhoso, ele passa numa escrita fácil, um universo diferenciado e único.

Keelie a personagem principal do livro, tem sua vida totalmente transformada depois que perde sua mãe. De repente ela se vê arrancada de seu mundo perfeito e cai de paraquedas num lugar quase que surreal. Morar numa feira renascentista com seu pai Hippie, com pessoas que usam fantasias e ainda de quebra descobrir ao fundo suas raízes até então desconhecidas, literalmente, kkk

O livro tem uma mitologia própria onde a autora liga a magia da terra às árvores, que no livro são seres vivos e pensadores. Misturado a isso uma protagonista alérgica que tem uma ligação com seu objeto de alergia que nem mesmo fazia ideia. Personagens totalmente inesperados, como um gato muito do “danado” e de personalidade forte, enriquecem a leitura. 
E claro não podia faltar uma pitada de romance, infelizmente, apenas uma pitada mesmo, nada que arranque suspiros ou provoque arroubos, mas acredito que o que a autora queria passar nesse primeiro livro vai além disso.

O livro deixa um pouco a desejar, alguns fatos ficaram em aberto, mas como ele é apenas o 1º da série e apesar de não ser inesquecível, pode ser que seja mais bem desenvolvido na sua sequência.

A proposta do livro é boa, alguns personagens mereciam ter sido melhor desenvolvidos, mas nada que tire o encanto dos elfos, fadas e a ideia da natureza como um personagem.

Gostei da experiência a que me propus, vou tentar ler a série completa, até por que quero saber como continua a vida de Keelie e seus dramas.

Para os fãs do gênero, uma boa pedida! Para quem gosta de um belo drama, indico como uma nova proposta de entretenimento.

13 comentários:

  1. Lena, acho que esse livro não é exatamente meu estilo. 

    A capa é bonita, mas sei lá, acho que o livro em si não me atraiu muito.

    Bjs

    ResponderExcluir
  2. As vezes é bom dar chances a um livro que vc não leria naturalmente, eu sou prova disso com esse livro.
    Beijos!

    ResponderExcluir
  3. Pois é, esta não é a primeira resenha que leio e que dize não ser este livro uma obra prima da literatura, mas sabe, eu sou mesmo daquelas que se convencem por uma capa bonita e só por ela eu daria uma chance ao livro, como vc mesma disse, vai que as continuações sejam melhores né.

    Vanessa - Balaio

    ResponderExcluir
  4. Devo confesar que concordo com o comentário da Juliana Vicente. Não faz meu estilo. Estou saturada de YA. Estou a procura de fantasia e sobrenatural sim, mas em romances mais adultos e sensuais.

    bjokas

    ResponderExcluir
  5. Oi Lena!

    Estou curiosa com o livro, mesmo sabendo que vou sentir alguns pontos falhos, como você mesmo citou. Acredito que isso se deve por ser o primeiro volume.

    Vou marcar aqui na minha listinha kkk

    Bjs!

    Carla
    www.historias-semfim.com

    ResponderExcluir
  6. Oi Lena!

    Estou curiosa com o livro, mesmo sabendo que vou sentir alguns
    pontos falhos, como você mesmo citou.Acredito que isso se deve por ser o primeiro volume.

    Vou marcar aqui na minha listinha kkk

    Bjs!

    ResponderExcluir
  7. Eu gostei. Gosto de YA, se bem que ultimamente os lançamentos não estão sendo tão originais, tudo vira clichê. Mas o que hoje em dia não é clichê?

    :)

    Bjsss

    ResponderExcluir
  8. Oi Lena!
    Eu adoro um livro de fantasia, mas acho que vou esperar pelos próximos para ver se me animo com a série!

    Bjo

    ResponderExcluir
  9. Oi, Lena.

    Achei linda a capa deste livro.

    Gosto muito de livros desse gênero, mas ultimamente estou variando um pouco, porque está ficando meio cansativo. Mas você conseguiu me instigar com o enredo.

    Muitos livros, pelos quais não dou nada, acabam me surpreendendo.

    Beijos.

    ResponderExcluir
  10. Oi Leninha!!
    Esse é um livro que quero ler pelo simples fato de já ter lido diversas resenhas sobre ele e cada um ter sentido algo a respeito do que leu.
    Uns amaram. Outros detestaram. E outros apenas gostaram mas queriam mais.
    Adoro o poder que um livro tem de despertar emoções diferentes em cada leitor.
    bjs

    ResponderExcluir
  11. Oi Leninha!
    Eu adoro o gênero fantasia, natureza, elfos... essa árvores pensantes me lembraram dos ents da Floresta de Fangorn e do líder deles, o Barbárvore, de "O Senhor dos Anéis" . 
    Pela sua resenha, acho que é um livro que eu adoraria ler. Anotado aqui!
    Beijos... Elis Culceag.

    ResponderExcluir
  12. Oi Leninha, primeira resenha que leio deste livro, mas ainda estou meio indecisa em relação a ele.
    Bjs, Rose.

    ResponderExcluir
  13. Acho que algumas vezes é bom dá uma diversificada na leitura,vou procurar este para ler,bjs

    Luciane Oppelt

    ResponderExcluir

Seu comentário é sempre bem-vindo e lembre-se, todos são respondidos.
Portanto volte ao post para conferir ou clique na opção "Notifique-me" e receba por email.
Obrigada!

Editoras Parceiras

Postagens Recentes

Visualizações

Últimos Comentários

Lançamentos