A Resposta - Kathryn Stockett


Acho que não poderia ter começado melhor a minha parceria com a Editora Bertrand, e devo dar os parabéns à editora por publicar um livro tão tocante e condizente com uma realidade tão marcante nos anos 60, mas acima de tudo crucial para o enriquecimento de quem lê!

Durante a leitura somos apresentados a três personagens maravilhosos e a tantos outros que fazem a diferença.

Aibileen é uma personagem marcada pela dor, perdeu um filho por negligência dos brancos e apesar de amar as crianças que cria, filhos desses mesmos brancos, guarda um imenso ressentimento, mas isso não destrói sua doçura. E apesar de todo medo contido em suas feições ela se destaca pela coragem que teve de não calar.

Minny pode ser considerada a cozinheira perfeita com seus pratos e tortas maravilhosas, mas ela tem um defeito que a persegue durante toda a leitura, uma personalidade forte, uma língua ferina, que para a época era imperdoável numa serviçal negra. Mas Minny não leva desaforo para casa, isso me encantou e apaixonei-me por ela. Com certeza ela foi minha personagem preferida.

Skeeter nada mais é do que um patinho feio que por não se destacar por sua beleza achou nos estudos e na sua escrita uma maneira de dar vazão à voz que gritava dentro dela, “Faça a diferença”. E assim ela fez, com a ajuda de Aibileen e Minny.

Unidas num projeto arriscando, elas vão à luta, abrindo seus corações e extravasando toda a dor, mágoa e um emaranhado de sentimentos que não querem calar.

Sob o ponto de vista dos personagens centrais da trama, vamos aos poucos nos dando conta do quão sofrido foi passar por situações raciais tão pungentes, pelos quais pessoas morreram apenas por que desafiaram uma força maior, onde os negros tinham que baixar a cabeça e assumirem sua insignificância diante de brancos racistas, preconceituosos e capazes das mais terríveis atrocidades.

Um livro que deve ser aplaudido de pé. Rico em detalhes ele nos transporta para dentro da história, capaz de nos fazer tomar partido, querer gritar contra as injustiças, nos leva às lágrimas e nos emociona de forma única.

A cada página somos dilacerados com verdades tão sofridas, histórias tão tristes e ao mesmo tempo tão reveladoras da alma humana.

Só posso concordar com as várias opiniões positivas sobre esse livro, que deve ser lido, degustado até para nos abrir os olhos, porque ainda podemos ver atitudes desse tipo por aí, camuflados, escondidos e mortalmente negados por pessoas que usam máscaras de boas pessoas, mas que por dentro são racistas e desumanos.

Leia e se apaixone pelos personagens, mas acima de tudo se prepare para fortes emoções.

13 comentários:

  1. Bem, eu já queria ler o livro só pela capa maravilhosa que ele tem, mas agora depois de ler a sua resenha quero mais ainda, adoro histórias que se passam nos anos 60, tem um quê de nostalgia retrô no ar!!!A sua opinião tão favorável foi mais um ponto positivo ao livro, gostaria muito de poder ler antes de assistir o filme.

    Vanessa - Balaio

    ResponderExcluir
  2. Que resenha forte Lena. Fiquei emocionada pela forma que você usou as palavas para descrever esse enredo. 

    O racismo ainda existe e precisa ser combatido, adorei a resenha e espero ter a chance de ler esse livro muito em breve.

    Beijos

    ResponderExcluir
  3.  Leia sim, certeza que você vai amar. Agora vou assistir o filme e ver se foi fiel ao livro, tomara que seja, por que dai teremos um belo filme tbm.
    Beijinhos!

    ResponderExcluir
  4.  Que bom que você gostou da resenha. O livro é um achado, vale muito à pena. Leia sim e depois volte para me contar o que você achou.
    Beijinhos!

    ResponderExcluir
  5. Oi, Lena.

    Desde que li e me encantei com o enredo e com a personalidade marcante e tocante dessas três mulheres, soube na hora que este livro era a sua cara.

    Me diverti, me emocionei e fiquei chocada com a realidade cruel daquela época que até hoje vemos como o preconceito e a maldade impera nos dias atuais.

    Tive a oportunidade de assistir ao filme Histórias Cruzadas e infelizmente, apesar das atuações brilhantes das atrizes, não conseguiu passar a mesma emoção do livro.

    Para quem ainda não leu, recomendo!

    Beijos.

    ResponderExcluir
  6.  Eu adorei o livro, o filme sempre deixa a desejar, mas pretendo ver em breve.
    Com certeza, esse livro é a minha cara.
    beijinhos!

    ResponderExcluir
  7. Oi Leninha,
    Eu amei esse livro, foi uma de minhas melhores leituras do ano. Com certeza ele entrará para top 10 de 2012. rsrs
    Bjs

    ResponderExcluir
  8. oi Lena!

    Eu quero!!! Curiosa para ler esse livro kkkk

    BJs

    ResponderExcluir
  9. Ótima resenha!

    Este livro é realmente maravilhoso! Foi uma das minhas melhores leituras do ano passado! É um tema tenso mas que não deprime e que dá esperança. Lindo. Eu apenas prefiro a outra capa, a da primeira edição :)



    Bjos!

    ResponderExcluir
  10. Estou querendo muito ler este livro,só a capa já é um convite,bjs
    Luciane Oppelt

    ResponderExcluir
  11. Nem tinha lido a sinopse desse livro ainda. Mas fiquei feliz por saber do que eles se trata e qual história aborda. Gostei bastante e fiquei com vontade de ler logo.
    A capa está bem bonita e chamativa só por esse amarelão Haha
    Adorei a resenha e não vemos muitos livros desse tipo.

    ResponderExcluir
  12. Esse livro parece ser perfeito demais *-*
    EU PRECISO DESSE LIVRO, Leninha =D

    Beijos, Nanie - Nanie's World

    ResponderExcluir
  13. Um dos melhores livros que já li, amo muito essa história e recomendo pra todos essa leitura. Perfeito.

    ResponderExcluir

Seu comentário é sempre bem-vindo e lembre-se, todos são respondidos.
Portanto volte ao post para conferir ou clique na opção "Notifique-me" e receba por email.
Obrigada!

Editoras Parceiras

Postagens Recentes

Visualizações

Últimos Comentários

Lançamentos