Livros que mudaram minha vida

E com vocês o texto de hoje! 
As queridas Náh e Thais me deram a honra de aceitarem meu convite e nos trazem hoje um tema muito pessoal. Como vocês podem ver, relembrar fatos que fizeram com que um livro X fez a diferença nas nossas vivas é bem particular. 

Então, segue Náh, que o espaço é todo seu!

[Os] Livros que Mudaram a Minha Vida

Pensei muito sobre como iniciar esse post. Sobre o que dizer, sobre quais livros citar aqui. É um prazer muito grande estar aqui, no cantinho dessa pessoa tão especial que me acolheu nos braços logo que cheguei aqui, logo no começo, quando iniciei meu próprio blog, com pouca bagagem e sonhos maiores do que eu. Por isso, eu queria escrever algo que fosse realmente especial, importante... mágico. Para ela. Para vocês. Para mim. 

Pensei em falar do início, do começo da minha paixão infinita pelos livros, dos romances de banca que foram os propulsores do gosto que eu criei pela leitura. Pensei em citar minha série favorita (Harry Potter) e dizer a importância dela na minha vida. Ou talvez falar de algum livro que me fez chorar, rir, emocionar-me (ou tudo isso junto).

Mas não. Não vou fazer isso. Até porquê vim aqui falar sobre “os livros que mudaram a minha vida”. E nesse tópico não há lugar para apenas um ou dois, este ou aquele. Só posso pensar, aqui, em cada livrinho que compõe a estante da minha vida. É, isso mesmo. Minha estante é o reflexo mais sincero da minha vida, de quem eu sou.
Cada livrinho ali fez parte da minha história, acompanhou-me em momentos difíceis, alegres, enfim, em todos os momentos. São histórias que simplesmente grudaram em minha mente e no meu coração. Histórias que não podem mais ser separadas de mim.
Os livros mudaram a minha vida. Eles me ensinaram a lutar, a viver com alegria, fé, esperança, perseverança, vontade. Ensinaram-me o valor da amizade, do respeito, do amor. Ensinaram-me a viver segundo aquilo que eu acredito, e nunca, jamais desistir dos meus sonhos. Foram eles, sim.
E é justamente por isso que não posso citar apenas um livro aqui. Todos eles são especiais para mim, cada um ao seu modo.
Sempre acreditei que ler fosse um dom. Todo mundo pode ler um livro com os olhos e a mente, mas muito poucos podem lê-lo com o coração, a alma e uma paixão e crença desmedida.
Por que a partir do momento que lemos um livro com a alma, ele adquire sentimentos, vontades, atitudes. Torna-se mãe, amigo, filho... Travesseiro para o cansaço, bálsamo para a dor, braços fortes que nos acolhem quando precisamos de consolo...
Tornam-nos o reflexo vivo deles.




Meu nome é Inara. Tenho 18 anos e sou viciada na vida que reside por trás das páginas de um livro. Também escrevo. Você pode conferir alguns dos meus vícios de leitura e escrita no meu blog, o “Ler, Dormir, Comer...”.





♥•.¸¸.•♥´¨´♥•.¸¸.•♥•.¸¸.•♥´¨´♥•.¸¸.•♥•.¸.•♥



E agora o espaço é da Thaís

Livros são seres mágicos! Cada livro esconde dentro de si,as viagens mais inacreditáveis e histórias mais maravilhosas! Mas, existem aqueles livros mais especiais que marcam um momento, marcam nossa história e a nossa vida! E é desses livros, que eu venho especialmente para o blog “Sempre Romântica”falar hoje...
 
Os livros que mais me marcaram, foram aqueles que me iniciaram ao mundo da leitura, foram aqueles que se tornaram especiais em determinado momento e também existiram aqueles que marcaram uma época da minha vida.Aprendi a ler cedo, com apenas quatro anos e engana-se quem pensa que tive alguém para incentivar-me a ler! Meus pais não possuíam livros em casa e nem os liam.

Na escola, conheci a paixão pela leitura através das histórias contadas pelas “tias” nas escolinhas, e quando consegui ler os pequenos livros que elas nos ofereciam como leitura na sala escolhi conhecer o universo e o espetacular Sítio do Pica-Pau Amarelo. Monteiro Lobato encantou crianças na minha época e encanta ainda hoje multidões com suas histórias imaginárias e mirabolantes!

Numa outra fase, tive o prazer de conhecer a famosa Coleção Vagalume, que trazia livros cheios de Aventura e suspense! Alguns deles foram lidos por mim como leitura proposta pelo currículo escolar, mas que me fizeram ser ainda mais apaixonada por eles!

Pedro Bandeira marcou minha pré-adolescência com sua narrativa envolvente e cativante, dele li: O Fantástico Mistério de Feiurinha, O primeiro amor de Laurinha, A Marca de uma Lágrima e a famosa série que me fez virar uma leitora compulsiva: a coleção “Os Karas” que me fez pela primeira vez, aos dez anos de idade, passar a noite lendo.Os primeiros romances que li, foram os de banca. Eram mais acessíveis para minha mesada contada, não gastava na cantina da escola para comprar meus livros!

Ganhei acessos a espaços e eventos especiais escolares, por passar os dias alugando livros na biblioteca da mesma, era uma leitora assídua e são tantos livros que me marcaram nessa época, que não caberia citá-los um a um, mas sei que eles também mudaram minha vida, minha maneira de ser e de ver o mundo.

Atualmente, ainda sou pega desprevenida pelas histórias e emoções que encontro nos livros. Li “A Última Música” do Nicholas Sparks, um livro que me marcou muito e o qual me identifiquei demais. O mais recente foi o “Cante para eu Dormir” da autora Ângela Morrison, livro que me fez chorar e refletir, chegando à conclusão de que: Só nós podemos mudar nossas vidas, coisas acontecem e são inevitáveis, mas podemos mudar a maneira como aceitamos esses acontecimentos, aceitando e acreditando que a vida pode ser melhor se você apenas acreditar.

Quero agradecer à querida amiga Leninha, por me proporcionar um momento de recordação e reflexão e poder participar desta data tão especial junto com seu blog. Valeu amiga!

E vocês leitores, qual livro ou quais livros que mudaram suas vidas?


 
Thaís Thuresso
Tenho 24 anos, estou cursando Letras com Licenciatura em inglês e português, uma paixão antiga! Sou musicista, mãe, leitora voraz! Criadora do Viaje na Leitura no ano de 2009 por hobby e amor aos livros e que hoje já possui cinco integrantes, também sou muito sincera e acredito na amizade, ou você é minha amiga ou não é sem meio termo. Uma leitora compulsiva! Afinal, são vinte anos lendo! 




♥•.¸¸.•♥´¨´♥•.¸¸.•♥•.¸¸.•♥´¨´♥•.¸¸.•♥•.¸.•♥


PS: Não esqueça que comentando nos posts de Aniversário do blog em todo mês de Outubro você concorre a Kits de marcadores Exclusivos! Conto com a participação de todos! 



16 comentários:

  1. Lindo os textos! Acho que todos aqueles que amam os livros encontrou algo muito, muito especial, em meio a paginas, histórias e viajens que estes que os livros nos proporciona... E como mencionou a Inara, esse não é um tópico para apenas um livro.

    adorei!!!

    Bjuss

    ResponderExcluir
  2. Náh, vc apareceu aqui, flor!!! rsrs... Amei o seu texto. Lindo! E é realmente impossível citar apenas um ou uns poucos livros que nos marcaram/mudaram nossas vidas. Os livros são mágicos (como a Thaís também falou. Tbm adorei seu texto Thaís. As duas escreveram textos maravilhosos!). E eu posso dizer, com toda a sinceridade, que os livros salvaram minha vida. Deus sabia que eu precisava de algo, alguma coisa que fizesse eu superar/enfrentar minha dor. E acredito que todos os livros que li foram presentes de Deus para mim, pois sem esses livros eu não estaria aqui. Eu teria caído numa depressão tão profunda que não sairia dela com vida. Tenho certeza. Meu mundo estava destruído. Eu estava enfrentando um tratamento difícil e além disso o choque emocional que sofri ao descobrir algo abalador demais, quase acabou comigo.Eu já lia antes, mas quando senti que não aguentaria, eu li dia e noite, quase sem parar. Criei o blog como um meio de "fuga". Uma forma de fugir da minha dor e hoje, quando olho para trás, ainda não acredito que eu consegui passar por tudo aquilo. Eu?! Passei sim, mas porque Deus esteve comigo em todos os instantes, me ajudando. Deus fala com a gente e nos ajuda de muitas formas. Ele falou comigo e me ajudou através dos livros.

    ResponderExcluir
  3. Oi Leninha, oi Náh!
    Adorei nossas aparições por aqui e é um prazer comemorar contigo esta data tão especial do blog Sempre Romântica!

    Beijos meninas!

    ResponderExcluir
  4. A marca de uma lágrima também me marcou :D

    Queria compartilhar o livro que mais me mudou (acabei de comentar sobre ele no blog da Ann Gominho): Porque os homens fazem sexo e as mulheres fazem amor?

    O livro mudou completamente minha vida e minha maneira de lidar com os homens, pois tudo que o livro fala é comprovado cientificamente!!

    Abraços! Até mais! o/

    ResponderExcluir
  5. Realmente, é muito dificil escolher só um "livro que mudou a minha vida". É como disseram acima, acho que todos marcam de alguma forma...

    teh mais

    ResponderExcluir
  6. Olá Meninas!
    Adorei o texto de vocês. Eu tbm não conseguiria escolher apenas alguns livros. Todos foram especiais no momento que foram lidos.
    BJs

    ResponderExcluir
  7. Oi, meninas.

    Adorei os dois textos lindamente escritos.

    A Náh, descreveu com tanto sentimento e uma doçura sem ímpar e a Thaís me fez relembrar minha infância e adolescência.

    Os livros sempre fizeram parte da minha vida, desde a infância. A Thaís me fez viajar, porque eu também li os mesmos livros que ela nessa fase. Adorava Pedro Bandeira, a Série Vagalume, a Coleção Primeiro Amor, os clássicos da Literatura Brasileira, como Machado de Assis, Joaquim Manuel de Macedo, José de Alencar, etc. Assim como a Náh, Harry Potter é minha série favorita.

    Também adorava ler livros de banca na adolescência e até hoje a leitura é a minha paixão, transportando-me para mundos inesquecíveis e memoráveis com seus personagens que trazem emoções infindáveis.

    É muito difícil escolher um livro favorito ou que mudou a minha vida, porque cada um teve um momento especial e me marcou profundamente não só naquele instante, mas continua deixando a sua marca em todos os dias de minha vida.

    A leitura é a minha sanidade e o âmago do meu ser, porque além de me entreter, eu aprendo muito com eles, através de muitas reflexões e adquiro também cultura e conhecimento.

    Não imagino um mundo sem livros! Por isso, é muito especial pra mim.

    Beijos.

    ResponderExcluir
  8. Ei, Lena! Thais! Meninas!
    Adorei participar, Lena! É sempre um prazer aparecer por aqui! :)
    Bjão!

    ResponderExcluir
  9. Thais e Náh!

    Realmente os livros muda a nossa vida e com certeza tenho boas lembranças de quando li A marca de uma lágrima, acho que foi a partir desse dia que me apaixonei pelos romances.

    Beijos

    ResponderExcluir
  10. Thais, Náh e Leninha, como escolher um livro só ? Impossível não é mesmo ?! Adorei o texto de vocês :-)
    Thaís, meus pais também não possuiam livros em casa e muito menos liam. Tudo o que sou, é devido as Tias da escola pública que na minha época funcionava muito bem. Mais tarde já adulta, vi nos livros uma oportunidade de me desconectar do mundo. Lendo sou só a Luka fazendo seu filme rsrs

    Beijos

    ResponderExcluir
  11. Oi meninas!

    Adorei o recadinho de vcs aqui! Luka, você foi como eu, tão delicioso compartilhar nossas lembranças juntas!

    Beijooooo

    ResponderExcluir
  12. Que textos graciosos!
    Preciso concordar com a Nah, afinal de contas, todos os livros que estão na minha estante foram importantes à sua maneira e no seu tempo...
    Mas também preciso concordar com a Thais, porque a Coleção Vaga-Lume definitivamente me marcou, e, com certeza, foram os livros dessa coleção que me tornaram a leitora voraz que sou hoje!
    Amei o texto de vocês, meninas =D

    ResponderExcluir
  13. Oi amada,que lindas as meninas,bjnhos para todas.
    Para ser bem sincera,mesmo?
    O livro que mudou a minha vida foi e ainda é a Bíblia,ela realmente tem me enriquecido a cada dia,é a voz de Deus todos os dias ensinando e muitas vezes repreendendo,mas é Ela que muda a minha vida.
    Leio outros livros também,e muitos fazem e fizeram parte e mudaram alguma coisa em mim,pois livros são janelas abertas para a nossa imaginação.
    Bjnhos.
    Luciane Oppelt

    ResponderExcluir
  14. Posso dizer que a leitura entrou em minha vida no momento que eu mais precisei e mesmo depois que não tinha mais necessidade de permanecer ela continuou ali como minha companheira fiel, e eu nunca fiz questão que ela me deixasse, muito pelo contrário a leitura pra mim é mais do que um hábito, pra mim é como respirar já faz parte da minha vivência, não consigo viver se não for embrenhada entre as páginas de um livro, para alguns pode parecer exageiro pra mim é um modo de vida.

    ResponderExcluir
  15. Letícia Damas - leticiadamas@yahoo.com.br17 de outubro de 2011 19:15

    Que textos magníficos!!!!
    Acho que vou montar uma pasta especial deste blog...rsrs

    Sabe comecei a ler muito cedo, porém como uma adolescente rebelde acabei por parando. Depois dos 20 e poucos me sentia triste, vazia e nada resolvia, pra uma sonhadora estar com esses problemas internos pude perceber que estava faltando algo em mim, que eu estava querendo me espelhar em algo que eu ainda não sabia, qd me dei conta lá estava eu desiludida lendo a saga crepúsculo...e ai fui compreendo mais o amor, mais determinação e força...precisava de auto confiança...foi um baque...e depois me aprofundei nos livros que hj fazem 100% da minha vida melhor.

    Bjos da Lê

    ResponderExcluir
  16. Amei os comentários..tão vivos..cheios de ternura e inspiração...ah...são tantos os livros que mudaram minha vida, que fazem parte da minha história. Comecei a ler cedo, minha mãe sempre me incentivou, então não parei mais. Quando vi o comentário da Thaís que leu o livro: "A marca de uma lágrima", me veio a mente um tempo adolescente, divertido; eu devorei esse livro na época da escola, indiquei para minhas amigas, que também leram e amaram. Cada uma se identificando com um personagem. Ler me deixa muitoooooooooo feliz!!!! Parabéns pelas indicações de livros, pelos textos...muito bons!!!!

    Abração!!!

    ResponderExcluir

Seu comentário é sempre bem-vindo e lembre-se, todos são respondidos.
Portanto volte ao post para conferir ou clique na opção "Notifique-me" e receba por email.
Obrigada!

Editoras Parceiras

Posts Recentes

Visualizações

Últimos Comentários

Lançamentos