Tim - Colleen McCullough


Mais uma resenha da Nanda aqui no seu cantinho, hoje com vocês: Tim - Colleen McCullough


Sinopse:
 

Mary Horton, solteira na casa dos quarenta, rica, solitária, simples, acredita que não precisa de amor nem de amizade, satisfazendo-se com a sua confortável casa, o seu jardim, com o seu Bentley e a casa de praia que comprou com o fruto do seu trabalho e dos investimentos realizados, com os livros que lê e a música que ouve sozinha.
 
Tim Melville, vinte e cinco anos, operário, é filho de Ron e Esme Melville, que o receberam como uma dádiva para o seu tardio casamento. Tim tem a beleza e a graça de um deus grego, mas é um simples de espírito, uma criança grande.
No entanto, Ron e Esme, modestos operários australianos, pessoas sensatas e sem ambições, gostam dele pelo que é e preparam-no para trabalhar segundo as suas possibilidades. Tim é um trabalhador de uma empresa de construção civil, infatigável e esforçado. Dias de trabalho pesado e fins-de-semana passados com o pai num pub e noites tranquilas junto da família, a ver televisão, representavam para Tim toda a sua perspectiva de vida.
 
Quando Mary encontra Tim e o contrata como jardineiro durante os fins-de-semana, uma ligação muito forte vai nascer entre eles. Mary sente por Tim o mesmo tipo de amor que sentiria pelo filho que nunca teve; Tim, em contrapartida, ensina-lhe a ver o mundo de uma maneira mais simples e otimistas, trazendo à sua vida solitária o calor e o afeto que lhe faltavam.

Em uma palavra: Maravilhosamente lindo. Ok foram duas, mas o livro é sensacional mesmo. Uma escrita leve e emocionante do começo ao fim. É um livro cheio de passagens belíssimas, que nos fazem refletir a todo o momento.
 
Os pais tentaram ensinar tudo quanto foi possível dentro das limitações de Tim, mas ele não consegue ler, escrever nem mesmo olhar as horas. Porém, nenhuma dessas limitações impede que Mary se apaixone por ele. Ela inclusive o ajuda com isso. 

Tim não consegue compreender muito bem seus sentimentos, não consegue colocar em palavras o que sente, mas é emocionante e até mesmo engraçado ver o sentimento de posse e ciúmes que ele sente por Mary quando a vê abraçada com seu pai. 

Um  livro cativante que merece nota 10. 

Um trechinho:

- Mary?(...)
- O que é?
Tim virou-se, a fim de poder vê-la.
- Quando eu estava chorando e você me acariciou, como se chama isso?(...)
- Acho que não tem uma qualificação especial. Suponho que possa ser definido como conforto. (...) Adiantou alguma coisa ser confortado?
- Oh, sim, adiantou muito. Foi muito bom! Gostaria de ser confortado todos os dias.
Mary riu.
- Pode gostar de ser confortado todos os dias, mas isso não acontecerá. (...) Se fosse confortado todos os dias, quer necessitasse de consolo ou não, logo estaria enjoado.
- Mas preciso ser consolado o tempo inteiro, Mary,  preciso ser consolado todo dia!
- Ora! Seu espertinho! Você é bem sabido, meu amigo, é um sabidão! Agora já é hora de ir para cama, não acha?
Tim pôs-se de pé.
- Boa noite Mary. Gosto de você, gosto mais de você do que de qualquer outra pessoa, exceto o pai e a mãe e gosto de você tanto quanto gosto de meu pai e de minha mãe.


9 comentários:

  1. ownnnnnnnnnnnnn
    Que amor!!!!!
    Muito fofo o Tim =D

    ResponderExcluir
  2. Acabei de ler também esse livro, e chorei em muitas partes ( sou chorona, admito! ). Dá uma olhada lá no blog, também tem um post dele. Beijossss e agora vou ver se leio Passaros feridos.

    ResponderExcluir
  3. Já estava na minha lista, parece lindo!!!

    http://conversandocomdragoes.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  4. Eu preciso ler esse livro, tão emocionante, tão tocante, só lendo essa resenha já me emocionei! Parabéns pela resenha!

    ResponderExcluir
  5. Eu li esse livro a muito tempo, mas mesmo assim lembro a estória toda e acho um dos livros mais emocionantes q já li.
    Bjos

    ResponderExcluir
  6. Eu AMEI esse livro - é lindo demais!

    ResponderExcluir
  7. Não tinha me interessado pelo livro... mas agora acho que o livro deve ser lindo, vai entrar pra lista!

    Bjus
    Gisele

    ResponderExcluir
  8. Oi, Nanda.

    Sou encatada pelos livros dessa autora. Estou de olho nesse livro há muitos anos atrás, desde que li "Pássaros Feridos".

    Depois de anos, finalmente consegui comprá-lo por um preço acessível!

    Só esperando p/ ler aqui. (risos).

    Beijos.

    ResponderExcluir
  9. Nanda,

    numa conversa com a Leninha, fiquei sabendo desse livro e desde entao ele esta na lista.

    Parabens pela resenha.

    Bjos,

    ResponderExcluir

Seu comentário é sempre bem-vindo e lembre-se, todos são respondidos.
Portanto volte ao post para conferir ou clique na opção "Notifique-me" e receba por email.
Obrigada!

Editoras Parceiras

Postagens Recentes

Visualizações

Últimos Comentários

Lançamentos