Conto: Sem você!

Hoje acordei inspirada, e do nada escrevi um conto que saiu em 5 minutos, espero que meus amigos, leitores e seguidores gostem do conto, fiz com muito carinho!


Eu era uma pessoa normal, cheia de sonhos, sentia que em mim faltava alguma coisa ou alguém...

Então um dia conheci você e senti que tornei minha vida um lugar melhor e completo.
Você me deu a vida, uma razão para viver, me fez feliz e completa.
Mas você também sabia me cortar as asas, por meus pés no chão, impor suas vontades, mostrar o certo e o errado,  eu nem me importava tudo com você era melhor e único.

Hoje sinto sua presença em cada passagem da minha vida, me fiz nula para viver por você, me sentia não apenas eu, éramos nós, acima de tudo.
Hoje você não está mais ao meu lado e isso me dilacera. Você partiu sem avisos, sem me preparar para sua falta.
Lembro-me nosso último beijo, e lembro ainda mais do momento que soube que você não voltaria.

 
A mesma vida que me deu você me arrancou do nada, sem aviso prévio.
Cheio de vida, cheio da minha vida, você se foi e me levou contigo.
Não sou mais quem eu era sem você, jogar aquela última flor para você doeu mais que um corte profundo.

Despedir-me de você naquele último instante foi desolador, nunca esperava que você fosse antes de mim, não estava preparada, mas a vida te levou e restaram a mim apenas as lembranças, e como elas doem como machuca acordar e não sentir você do meu lado.

Hoje me sinto tola por não ter me preparado para sua ausência, isso podia acontecer com qualquer um, mas um coração nunca está pronto para perder quem se ama.

Vago hoje pelas ruas que andávamos de mãos dadas, vejo os amigos que eram de nós dois, recebo as cartas que eram para você, nem as abro, não quero que a vida continue sem você, quero parar no tempo como se você fosse chegar a qualquer momento em casa.

Guardei suas roupas, seus chinelos, sua escova de dente, mas o que mais machuca é sentir seu cheiro pela casa, imaginar você chegando e me abraçando por trás, beijando meu pescoço.

Sou a mulher mais solitária e sem esperanças do mundo, dependia de você para viver, dependo de você para continuar. Não quero um mundo sem seu sorriso, não quero uma cama sem seu abraço, não quero um banho sem sua companhia.

Sou um caderno com páginas em branco, não há futuro sem você, não tenho mais  sonhos, sou desolação, vazia!

Hoje vivo num mundo irreal, um mundo imaginário, num mundo em que você volta para casa no fim da tarde, num lugar que ainda sou feliz.

Se for para viver sem você de que vale viver?
Se for para viver sem você para que viver?
Se for para viver sem você o que fazer?
Se for para viver sem você prefiro morrer!

14 comentários:

  1. Nossa... Leninha... que triste esse texto. Ficou lindo - muito lindo mesmo. Mas também ficou triste. Consegui sentir a dor da mulher que perdeu a sua razão de viver.
    Espero não ter que passar pelo que a sua personagem passou...
    Adorei o texto ^^

    Beijos

    ResponderExcluir
  2. Ei Lena,

    O conto ficou lindo, embora a história seja tãooo triste. Não consigo imaginar alguém se anular tanto assim, mesmo por amor. Mas mesmo assim ficou emocionante.

    bjoo

    ResponderExcluir
  3. Gostei! a vida é assim mesmo... as vezes temos que continuar sem aqueles que amamos e descobrir a melhor maneira de fazer isso!

    ResponderExcluir
  4. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  5. Não entendo como logo cedo você consegue escrever algo assim, tão lindo e triste.

    O amor é maravilhoso, mas também pode ser desolador e é assim que esta mulher se sente após perder o homem da sua vida.

    Não sei se eu teria coragem de amar assim, de forma tão intensa.

    Adorei o conto, já sei que quando você escrever um livro vou chorar muito nele.

    Beijos

    ResponderExcluir
  6. Menina que conto depre, está bem escrito, mas é down..rs, parece carta de mulher abandonada suicida..kkk
    Bjos

    ResponderExcluir
  7. Nossa, que pessoa triste.
    Não me imagino numa vida dessas de jeito nenhum.
    O conto tá ótimo (de uma maneira triste e sofrida), Leninha!

    ResponderExcluir
  8. ei Lena, muito bonito o seu conto, está cada dia melhor nos contos heim? ^^
    beijos.

    ResponderExcluir
  9. Aaaai que tristee!
    Ma nem tudo na vida pra ser bonito tem que ser alegre não é mesmo?!
    Ui, cheguei a sofrer por ela, tadinha.

    Lindo, adorei, amei!

    Bjss amiga talentosa.

    ResponderExcluir
  10. Já pensou em escrever um livro de contos???

    Vc tem talento Lenaa!

    beijoss

    ResponderExcluir
  11. Leninha,achei seu blog,e li seu conto,muito bom,possui uma densidade que necessitamos passar da superfície.Parabéns! Um abraço!

    ResponderExcluir
  12. Oi, Lena.

    Como sempre, arrasando com suas histórias.

    Muito lindo esse conto, apesar da tristeza que senti, porque a dor da persongem é tão palpável que me dilacerou! (risos).

    Mas, continue assim, amiga. Você tem talento e vai longe.

    P.S.: Gostaria de um dia ler aqui uma história mais alegre, com um final feliz! Está aí a dica! :)

    ResponderExcluir
  13. Leninha,

    que triste! Mas adorei o conto...

    Não para viu? Adoro seus contos.

    Bjos,

    ResponderExcluir

Seu comentário é sempre bem-vindo e lembre-se, todos são respondidos.
Portanto volte ao post para conferir ou clique na opção "Notifique-me" e receba por email.
Obrigada!

Editoras Parceiras

Postagens Recentes

Visualizações

Últimos Comentários

Lançamentos