Maratona de Banca - No silêncio das Paixões - Ana Vera Lemos

Sônia Liberato era uma jovem professora, inexperiente, mas disposta a mudar sua vida. Ao aceitar aquele emprego na pequena cidade de Água Branca, pretendia deixar de ser definitivamente aquela garota presa à família, dependente, para se libertar como mulher, cheia de feminilidade, vivendo intensamente sua sexualidade.
Nisso consistia seu ideal de liberdade e a essência do que desejara para si ao se transferir para uma cidade nova. Teria seu trabalho, sua vida, seus romances. O tempo se encarregaria de ensiná-la a descobrir mais e mais. Aquela pacata e silenciosa cidade escondia, no entanto, segredos em suas ruas vazias e escuras. Fantasmas assombravam a cidade e vagavam no meio da noite, levando medo e perigo. Ao se envolver com o homem mais rico e poderoso da cidade, Sônia atraiu para si a ira e a atenção desses fantasmas. Agora teria de conviver com eles... Ou enfrentá-los!

Mês do romance de banca nacional.

Entrei na leitura esperando um caso de paixão avassaladora, um mistério envolvendo o sobrenatural, a luta de uma mulher para conquistar sua independência.
Encontrei no livro, uma mocinha frágil e imatura, um mocinho que acaba se revelando um belo de um bandido, um mistério que nas primeiras páginas já se desvenda, na verdade o livro é previsível.
A única cena hot do livro não se passa entre os personagens principais, o delegado da trama que deveria ser o mocinho, nem passa perto da cabeça da mocinha.
Enfim, um livro de fácil leitura, mas totalmente monótona, a autora tinha tudo para criar um livro no mínimo legal, mas não foi o que aconteceu.
Quanto mais eu chegava perto do final, mas eu esperava que algo acontecesse, e qual não foi minha surpresa...
O livro acaba e eu fiquei no... O que? como? Acabou? Mas era só isso, era para acabar assim? Não acredito KKKK

Nessas horas eu queria ser uma autora, para pegar um livro mal acabado e dar um tchan nele, criar um livro realmente maravilhoso, por que esse mote tinha tudo para ser desenvolvido e ficar perfeito, mas infelizmente não foi isso que aconteceu.
Mas não posso dizer que o livro não me rendeu um pouco de distração, foi até divertido esperar tanto e não ter nada no final!
Mas não posso dizer também que é por que a autora é brasileira, nunca! Já li preciosidades de autoras brasileiras, de banca inclusive, mas peguei um livro que podia ter bem mais!
Um ponto positivo é a capa do livro, aquele mocinho com cabelos longos, com o mar ao fundo, uma bela pegada, apesar de ser pintura, prometia, kkkk

12 comentários:

  1. Nossa, nunca li um romance de banca de uma autora brasileira... vou procurar um para ler!

    ResponderExcluir
  2. Nesse momento da vida, Leninha, só nos resta dar com o livro na parede! hehehehe

    ResponderExcluir
  3. "O livro acaba e eu fiquei no... O que? como? Acabou? "
    kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk
    Rí muito aqui qdo vc escreveu que foi até divertido esperar tanto e nã oter nada no final, ai como detesto quando isso acontece!!
    Gostei da resenha, mas definitivaamente esse nem chega perto da minha pilha!
    bjusssssss

    ResponderExcluir
  4. Eu tb vou ter que ler um deste, mas me disseram que essa série é horrível..kk, ficar esperando um final decente e passar raiva é o Ó..rs
    Bjod

    ResponderExcluir
  5. Ai, que pena que não deu em nada, né?! O ruim de ler com expectativas é isso: só sendo muito bom pra não decepcionar. Mais sorte no próximo mês...

    ResponderExcluir
  6. Ai, Lena!

    Que chato isso!

    É frustrante quando isso acontece!

    Já aconteceu comigo.

    A gente fica na maior expectativa e, de repente, murcha...

    Beijos.

    ResponderExcluir
  7. Menina, eu li uma outra resenha desse livro, não me lembro de quem, e a menina achou o mesmo que você. Finalzinho danado esse! kkkkk

    Tô fora!

    bjokas

    ResponderExcluir
  8. Todos os livros dessa autora e mais tantas outras brasileiras, publicadas nessa faixa são assim. Eu fujo, sabe? Por isso escrevo com um diferencial; fugindo dessas... coisas publicadas.Ja li um monte dela e das outras e HA! Todos assim. E viva a Diana Palmer! kkkkkkkkkkkkk.

    ResponderExcluir
  9. hum..confesso que não conhecia...e não vou conhecer..rsrs...esse mês o meu livro na Maratona tb num foi legal...mas enfim é valido pelo desafio.

    ResponderExcluir
  10. Vixe! Bom saber para passar longe...
    bjs

    ResponderExcluir
  11. Vou ser sincera. Total preconceito com autoras brasileiras,maioria avassaladora me decepcina,quase nem tento mais. Esse livro é um exemplo perfeito de que meu preconceito tem sim um "porquê".
    Eu amo ler mas prefiro não fazer se for ler algo como isso,infelizmente foi de doer,achei a avaliação boazinha até, o livro é aborrrecido até a morte e ainda tô procurando a mocinha descrita na contracapa kkkkkkkkkk

    ResponderExcluir

Seu comentário é sempre bem-vindo e lembre-se, todos são respondidos.
Portanto volte ao post para conferir ou clique na opção "Notifique-me" e receba por email.
Obrigada!

Editoras Parceiras

Postagens Recentes

Visualizações

Últimos Comentários

Lançamentos