O Casamento de Hester - Paula Marshall


Esse é o 2° livro da Dinastia Dilhorne

ELE NÃO QUERIA ENTREGAR SEU CORAÇÃO...

Austrália, século XIX

Hester Waring ficou quase à míngua depois da morte de seu pai, um homem que levara uma vida devassa e inconsequente. A salvação veio de quem ela menos esperava: Tom Dilhorne, ex-presidiário e o homem mais rico de Sídnei.

Tom conseguiu para Hester um emprego de professora, mas sabia que, para ser aceito na sociedade, teria de se casar com lady. Por que não Hester? Ela era uma lady, e não era o tipo de mulher que o atraía. O que era uma vantagem, pois, assim, ele não correria o risco de se apaixonar...
O pai de Hester Waring, um perdulário e alcoólatra, excluído pela maior parte da sociedade de Sydney deixa sua filha, quando morre, sem dinheiro e sozinha. A única salvação de Hester é Tom Dilhorne, ex-criminoso e agora o homem mais rico de Sydney.
Mas para Tom ser aceito pela sociedade, precisava se casar com uma dama. E Hester era a esposa perfeita – ainda que estivesse longe de ser seu tipo de mulher. Mesmo assim ele correria o risco de se apaixonar por esta frágil dama.

PRÓLOGO

Case-se com uma dama, pensou Tom.
Bem, Hester Waring é uma dama, embora não vá muito longe, se cair na mais profunda miséria. Porém, dama alguma de primeira viagem iria querer se casar comigo. Ela é sensível, esperta também, a julgar pelo jeito engenhoso com o qual me responde quando a provoco. Quando a entrevistei, julguei que tinha capacidade. Sim, ela dará uma excelente dona de casa, e uma esposa que saberia para que serve cada coisa, o garfo certo a usar, o que dizer e fazer. E uma idéia!
Porém, pensar em ir para cama com qualquer homem, espe¬cialmente comigo, faria com que saísse em disparada como uma lebre. Quase virou e fugiu quando me viu hoje, embora mostrasse um ar corajoso. Aquele seu pai tenebroso deve ter lhe enchido a cabeça de bobagens. A julgar pela maneira como se comporta, fica apavorada diante de qualquer homem que encontre pela frente.
Um lento sorriso apareceu em seus lábios. Bem, pensou Tom, conheço um truque ou dois, e um deles pode muito bem arrastar Hester Waring para um lugar que ela nunca imaginou!

O CLÁSSICO LIVRO DO PATINHO FEIO, HESTER É VISTA COMO UMA MULHER SEM GRAÇA, MAIS NO DESENROLAR DO LIVRO, CRESCE SEU ENCANTO, A PONTO DO VILÃO NÃO SE PERDOAR POR NÃO A TER A VISTO ANTES...
LIVRO LINDINHO, FÁCIL LEITURA!
RECOMENDO!
ACHO ATÉ INJUSTO DAR NOTA PRA ESSE LIVRO, ELE É UM LIVRO SIMPLES, MAIS COM BRILHO PRÓPRIO, VOU DAR A NOTA DE ACORDO COM AS ÚLTIMAS POSTAGENS, MAIS NADA QUE DESFAVOREÇA O LIVRO!
NOTA 8


Abaixo imagem da saga completa!

6 comentários:

  1. Não sei pq essa série nunca me interessou...

    ResponderExcluir
  2. Ele já está na minha pilha de leitura. Gosto de livros despretensiosos. Boa dica Leninha.

    bjos.

    ResponderExcluir
  3. Maravilhoso Leninha, um dos melhores da saga Dilhorne, chorei muito com a Ester nesse livro.
    Super lindo mesmo.
    Bjs

    ResponderExcluir
  4. Esse foi o unico dessa serie que li, achei bom.

    ResponderExcluir
  5. eu gostei muito desse livro, ganhei no tópico de doação da AR, mas como GRH.. ta guardadinho aqui, não vendo e não troco. **

    ResponderExcluir
  6. Eu tenho o da HR...essa série é toda boa.
    Super recomendada.

    bjs

    ResponderExcluir

Seu comentário é sempre bem-vindo e lembre-se, todos são respondidos.
Portanto volte ao post para conferir ou clique na opção "Notifique-me" e receba por email.
Obrigada!

Editoras Parceiras

Postagens Recentes

Visualizações

Últimos Comentários

Lançamentos